quarta-feira, 19 de dezembro de 2007






Na confusão da vida e dos sentimentos, do sentir exagerado criei o blog para extravasar o que não podia ser dito. Para aliviar a mim e livrar o outro. Aqui cheguei querendo me achar Aqui me encontro perdidamente perdida. Se antes buscava a mim e pensava ter um "eu" e ser eu, agora sou muitas.  Em um mesmo dia tenho vários "eus". Me transporto. Viajo. Me perco. Me acho. Apenas um "u" trocado por "y" tudo ficou diferente. Instala-se uma duplicidade Quem soy ey?




2 comentários:

Layla Lauar disse...

Quem és tu? não sabes? Tu (Ele) (eu) = a nós! Simples assim...

beijos todos

paula barros disse...

Layla
Sempre quando é simples eu me confundo.

abraços