segunda-feira, 17 de dezembro de 2007




Vou seguindo estrada a fora
Vida a dentro
Acompanhada de tua presença
Sentindo o carinho das tuas mãos
O calor do teu coração
A luz do teu olhar
Vou sentindo em cada arrepio
O cheiro do teu cabelo
A tua pele macia
Os dedos que dedilham minha alma
Vou seguindo vida a fora
Tão só como a imensidão do mar
Aquele olhar no infinito
A vista do horizonte
Ah! Como é bela a tua presença
Na profundeza da minha mente
Na amplidão do meu coração
Nos segredos do meu corpo



4 comentários:

Ricardo disse...

vou seguindo, vou sentindo, vindo por aqui...
sempre venho, nunca comentei...
ou vou sentindo, vou seguindo...

Regina Lima disse...

pois, simplesmente gostei

siga em frente

Dario B. disse...

Gostei do que li, Paula, embora tenham sido apenas alguns poemas. Volto depois pra ler tudo com calma. A poesia tem essa magia, de dizer o que queremos e não sabemos como. Bjo grande, Dário B.

Paula Barros disse...

Regina, Ricardo e Dário obrigada por terem vindo e comentado. As pessoas nos visitam e não deixam vestígios da presença maravilhosa, que incentiva, emociona e da uma força incrível.

Muito legal, voltem sempre!
beijos no coração