quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

O sono saiu para dançar
Deixou pensamentos e questionamentos de vigília.

*************

Sempre li demais.
Aempre pensei demais.
 Sempre vivi de menos.

*********

Já faz algumas décadas que perco mais tempo tentando ser do que sendo.

*********
Ando na corda bamba dos pensamentos

************
 Devia ter sido criada no circo.
Lá ensina a se equilibrar e a cair.

***********
Não dá para viver a vida de forma amadora.
Tentando se equilibrar em arame farpado

*****************

Me lançaram no mundo sem manual de sobrevivência.
Sem saber ler os lábios da vida,
Nem enxergar os sinais do criador.

**************

12 comentários:

Edson Marques disse...

Paula,

eu te leio há muito tempo, todo dia. E sinto a mudança latejando no teu peito.

Todo dia!

Ainda nem me refiz do maravilhosos sentimentos que você me proporciona com teu salto profundo.



O blog Mude não tem nem busca lucro financeiro, mas sim emocional. O que me motiva escrever são as emoções criadas por mentes como a tua: corajosas e desassombradas!


Voltarei aqui mais vezes hoje, durante o dia, para dividir com você esse calafrio delicioso que sinto agora!

Parabéns pela coragem!!!


Abraços, flores, estrelas...

Milady disse...

Vim aqui arriscando aceitar o convite do Edson! Engraçado como esse sujeito mexe com os brios da gente, né?!
Mas Paula, nunca é tarde para mudar, e sim exige uma certa coragem, pra não dizer que exige muita, e tenha certeza que eventualmente alguma coisa vai dar errado, isso é fato. E aí o negócio é juntar as coisas e seguir em frente. Viver já é um risco, andar na rua é um risco! Aventure-se!
Serei transgressora e linkarei vc no Essence!
Beijos

MH disse...

Dizem que a gente devia viver duas vezes: uma pra ensaiar e outra pra viver de verdade.
Ah...evite circo..tem palhaço la dentro...medo.

Layla Lauar disse...

Espero que tenha conseguido dormir. Gostei muito do post e repito aqui o que escrevi no Edson, acho que a vida é um jogo de poker, não adiantar só arriscar pois ganha quem sabe blefar melhor. Vou escrever sobre isso tb..rsss

beijos querida, obrigada pela inspiração..

Edson Marques disse...

Vim te rever e te reler.
Ainda volto...

paula barros disse...

Edson
Obrigada pelas suas palavras aqui e lá.
Realmente a mudança vem se processando. Já vinha e encontrar as suas palavras no blog mude está sendo a luz, todo dia, para iluminar este caminhar. Tenho feito o percurso. Não é fácil. Mas necessário.
Poeta, muita paz e tranquilidade.

paula barros disse...

Milady, muito obrigada por ter vindo. Parece que você é das minhas, que gosta de arriscar, conhecer o novo. Muito obrigado por linkar o blog, também irei linkar o seu.
Obrigado por lembrar que as vezes pode dar errado. E assim buscamos consertar não é? Ter forças sempre.
beijos

paula barros disse...

MH
Você falou bonito. Estou com uma dívida com você. Ia também citar seu blog. Nestes momentos que perco o sono, fico mais pensativa, ou angustiada, tenho ido me refugiar no seu blog. Fico rindo, e muito.
O seu blog , é um dos blogs, que me ensina a rir. E também preciso, e muito, deste aprendizado. Ler você nesta madrugada, talvez tenha feito tudo ser mais leve, mais colorido, menos dolorido, e o freezer ter sido lavado.
Você também ajuda sabia?
abraços

paula barros disse...

Layla, não dormi quase nada, menos de 4h. Ainda não li o seu post. E não entendo o blefar. Vou procurar o sentido que você fala.
Gosto muito da forma que você escreve. Vou por lá. Hoje estou pendente nas leituras.
beijos, obrigada, maravilhosa!

paula barros disse...

Edson que bom que estou sendo acompanhada neste crescimento. Que não estou só. Sei que outros me acompanham também. Porém, você tem sido um dos "pais" desta mudança.
Agradeeeeeeeciiiiiidaaaaaa!
beijos

Chuvinha disse...

O importante nao e NAO cair ou se EQUILIBRAR,mas LEVANTAR...Se voce arrisca mesmo quebrando a cara, e corajosa. Consertar os estragos,faz parte.

paula barros disse...

Oi chuvinha
Mais uma vez concordo com você.
Estou mestre em cair, levantar, consertar estragos.
beijos