quinta-feira, 27 de março de 2008

Esse quadro foi feito por minha mãe. É uma tapeçaria, feita em ponto de cruz. Quando escrevi o texto lembrei do quadro. Por ser uma tapeçaria. Por ter levado tempo. Ter sido preciso paciência. E por tudo que o texto diz. E principalmente, porque a fé do artesão me impressiona.





Ele me lembrou um artesão
Paciente, habilidoso, talentoso
Me lembrou uma tapeçaria
Aos poucos vai bordando
Ponto a ponto
Ele possui uma aquarela de linhas coloridas
O primeiro ponto foi no coração
Estancou o sangue que escorria
Com mais um ponto fez o coração
Respirar aliviado
Depois deu mais dois pontos
Um em cada lado dos lábios
Me deixou sorrindo
Calmamente, com muita destreza e maturidade
Deu um ponto luminoso em cada olho
Os olhos reluzem, faíscam
Esse artesão, tem sido inteligente, perspicaz, sensível
Esta bordando tão calmamente
Que não tem me assustado
Cada ponto é dado com tanta tranqüilidade
Que me deixa em paz
Você artesão, continua bordando a minha alma.
Só você destrói o que você já bordou.

14 comentários:

Layla Lauar disse...

Linda a tapeçaria e muito lindo o que vocÊ escreveu.

Uma tapeçaria feita na sua alma e no seu coração, com amor, só posso desejar que você continue assim...feliz por demais.

beijos

MONICAVOX disse...

QUERIDA PAULA, TRABALHO BELÍSSIMO E DE PACIÊNCIA...VC CONSEGUE IMAGINAR O QUE SUA MÃE PENSAVA QUANDO BORDAVA ESTA LINDA IMAGEM?PROVÁVEMENTE ELA PÔS AÍ, MUITO DE SUA FÉ PESSOAL, LEMBRANÇAS E PENSAVA QUE ALGUÉM UM DIA IRIA ADMIRÁ-LA, PELO CAPRICHO DO TRABALHO, PELA ESCOLHA DO TEMA...PENSA NISSO?E HOJE ELA ESTÁ AQUI, PARA TANTOS VEREM...ISSO É INCRÍVEL!ASSIM É A VIDA...ALGO QUE FAZEMOS LÁ ATRÁS,PODE VIR A SER UMA COISA MARAVILHOSA PARA O FUTURO E GERAR FRUTOS...PRECISA DAR O START...BEIJOS E UM LINDO DIA PARA VC!WALK ON FOREVER,MONICAVOX...HOJE TEM TANTRA YOGA NO BLOG,NÃO PERCA!

Sombra do Sol disse...

Olá Paula bom dia, muito bonito e profundo tudo que falou, sei que são palavras vindas do coração. Todos nós somos artesões do amor, muitas vezes temos todo material para tecer uma bela obra de arte, as vezes temos todo material em mãos com linhas multicores, mas no corre corre diário esquecemos do essencial, alimentar nossa alma e nosso coração. Fomos dotados por Deus para sermos seres perfeitos, instrumento de paz, união e amor. Um relacionamento para poder seguir em harmonia é como um diamante bruto deve ser polido pacientemente todos os dias, e o artesão sabe que a jóia rara requer cuidados especiais. Tentamos moldar e sermos moldados na medida que vamos lapidando e dando forma. Assim e a arte de amar. Mais uma vez parabéns pelo lindo texto, e que seus olhos reluzem e faísquem cada vez mais. Tenha uma excelente quinta com muita paz e luz. Abraços.

Betho Sides disse...

Belo quadro e belo texto...Parabéns Paula por sua mãe.bjs

Anônimo disse...

Paula, você sabe que seu pai era uma pessoa calma, incapaz de fazer uma grosseria, e, comigo então, nunca fez.
Estávamos reformando a casa e a única exigência minha foi a de que os tacos fossem substituídos por outro qualquer piso pois eu não suportava aquele de madeira que dava tando trabalho para encerar. Ele ouviu a minha sugestão sem dizer nada e eu julguei que seria atendida. Qual não foi minha surpresa quando chegaram caixas e mais caixas dos malfadados tacos.
Neste dia, eu estava no terraço de trás conversando com Nina, e fiz um comentário meio acerbo, sobre o piso sem perceber que seu pai estava na cozinha e ovira a conversa toda.De repente, aconteceu o imprevizível, ele se transformou, parecia outra pessoa, zangado, levantou a voz e gritou que o dinheiro não dava para outra coisa e que eu tinha de aceitar querendo ou não o piso de taco.
Fiquei sem ação, não consegui dizer nada. Feito criança, comecei a chorar. Estava estreando o primeiro grito.
Baratinada procurei algo para fazer. Fui aos meus guardados e encontrei linhas que havia comprado para minhas aulas de tapeçaria. Comecei a folhear um livro de ponto de cruz - tudo isto chorando, sempre chorando - e vi o Coração de Jesus que era do tamanho de uma folha de papel ofício. Ainda chorando comecei a bordar. O quadro foi ficando enorme e barrufado com as copiosas lágrimas dobrou de tamanho. Daí, não parei mais, e, pode acreditar, dentro de uma semana, chorando e bordando, terminei o trabalho. Foi uma semana de angústia e tristeza. Eu por ter levado o grito, ele assustado com o que fizera. Mais tarde me confessaria que nunca conseguiu saber o motivo daquela reação.
O quadro operou um milagre, ao ver o trabalho pronto, ele se aproximou e disse, vamos sair para escolher uma moldura. Infelizmene a moldura é de madeira feito os tacos da discórdia.
Foi assim, movida a lágrimas e sem paciência alguma que executei este trabalho.

Edson Marques disse...

Paula,


Ah, então a tua mãe também é artista!!

Adorei o texto, como sempre, mas algo na tapeçaria mostra uma coisa impressionante para mim.

Te conto.

Quando do meu curso na ECA pretendi fazer uma foto (dentre as dezenas de outras que eu supunha criuativas) marcante: era um Jesus Cristo obeso, na cruz. POr dificuldades de marcenaria e de um "modelo" adequado, a foto acabou ficando apenas nos esboços que ainda guardo comigo.

E veja a coincidência: tua mãe faz um Cristo "gordo"...

(Se não for devido a distorções produzidas pelo meu vídeo.)

Foi consciente essa "proposta" dela?

Abraços, flores, estrelas..

Esconderijo da Bandys disse...

Paula,
Tudo lindo, o poema, o quadro, as cores. Mas linda ainda o relato de sua mãe. "movida as lágrimas"...muitas vezes também fui movida as lágrimas, até descobrir que elas tinham cor.
Fique a vontade la no meu canto...Obrigado pelos elogios.
Beijos no ♥
PS: Eu conheço sim o trabalho dos pintores sem mãos. Simplesmente maravilhoso.

Codinome Beija-Flor disse...

Paula,
o mais fantástico de tudo é que o ponto chama: "Ponto Cruz".
Jesus carregou a própria CRUZ, o ponto é cruz, tanta semelhança, e de certo modo precisamos amprender a carregar as nossas també, por mais que pareçam pesadas.
Bjos

Chuvinha disse...

É muito lindo, Paula. Recomeçar sem temer, bordar sem pressa atrás de um fim e ter alguém que nos preencha e nos faça ver de uma outra forma.

Professor Sergio disse...

Paula...admiro esta arte mas a forma que vc escreveu é como se fosse "minuciosamente" arquitetado, palavra a palavra até constituir esta grande reflexão sobre este sentimento mais nobre do ser humano. Abraço e bj amiga!

wilson rezende disse...

Belo trabalho feito pela sua maê, é um trabalho de muita competência e fé, parabéns.

Dr. Fácil disse...

Muito bonito. Exportar é o que importa nesse trabalho também. Beijão!

Alisson disse...

Linda comparação. Se Deus é o Arquiteto por que Jesus não pode ser o artesão?

beijos

Edson Marques disse...

Não foi o corpo dele, mas o rosto, arredondado, que me pareceu... gordinho... fofinho!


Além daquela foto que te falei, havia uma outra, com Madalena crucificada e Jesus chorando aos pés da cruz!


///
Abraços, flores, estrelas..