quarta-feira, 19 de março de 2008

Gramado - foto Paula Barros

Acordei um dia pensando nesse trecho de música.

“Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua do anjos
Sem amor, eu nada seria...”



Fiquei a pensar o porquê de ter acordado cantarolando esse trecho. O quê ela queria me dizer? Lembrei que ontem fui dormir com uma pergunta, a qual não tinha respondido ainda.
E assim me questionei. Qual a importância para mim a minha formação, a minha escolaridade do mundo dos homens? Se não consigo falar a língua dos anjos. Se não consigo falar, ouvir, compreender a linguagem do verdadeiro amor. Se não consigo ser compreensiva com o meu igual, paciente com o limite do outro, tolerante com a diferença do meu amigo. Se não aceito as minhas dificuldades. É isso que me faz sofrer todo dia.
Já passei por alguns problemas, eles me ensinaram. Porém, muito pouco para o quê podia ter aprendido. Ter aprendido a ser mais humana, mais tolerante, mais paciente, menos impulsiva. Tento, tento.
O mundo virtual, as visitas aos blogs tem sido um laboratório para lidar com os meus sentimentos. Alegria, tristeza, amor, carinho, ciúme, inveja, insegurança, receios, bem estar pelo sucesso do outro, raiva quando o outro é xingado. Só que nesse mundo virtual, quase sempre, consigo respirar e pensar, antes de agir.
Na vida real não. Quando percebo, já disse, já falei, já fiz uma cara feia, olhei com os olhos que trucida o outro. Na impulsividade, no rompante, sem pensar. Mas magoei, feri o mais precioso bem do outro - a auto-estima, a alma, feri o nosso relacionamento, feri a mim mesma.
Tenho percebido que me entregar na vida virtual é bem mais fácil. Ter carinho na vida virtual tem sido excelente. Depois desligo o computador e ficam as boas sensações.
Não tenho que ouvir quando não quero. Não tenho que falar quando não estou com vontade. Não tenho que dividir meu tempo. Minha atenção. Cada dia que quero e tento ser melhor, menos paciência tenho em conviver. Em lidar com as minhas limitações e com a do outro.
Deve ser por isso que tem sido tão fácil às pessoas “ficarem” nos relacionamentos amorosos, não precisa da entrega, e de lidar consigo e com o outro.
Tudo poderia ser mais fácil. Conviver deveria ser simples. E amar? Se entregar? Compartilhar?

Continuo a pensar......

“Ainda que eu falasse

A língua dos homens

E falasse a língua do anjos

Sem amor, eu nada seria...”

(Monte Castelo – Legião Urbana - Composição: Renato Russo -recortes do Apóstolo Paulo e de Camões.







23 comentários:

Layla Lauar disse...

Veja querida, entendo os seus questionmentos, as suas dúvidas e garanto que não são prerrogativas suas, acredito que muitos aqui vão dizer que tem as mesmas inquietações. Só os anjos falam a lingua dos anjos, mas podemos escutá-los e compreendê-los com o nosso coração(as vezes).

Você disse que desliga o computador e fica apenas com as sensações boas, gostaria de ser assim também, estou enlouquecida aqui com algo que li, um post de um amigo querido (virtual) e não sei como encontrá-lo, nesta hora da madrugada, para saber se está bem.

Ficou lindo seu post, gostei por demais.

beijos amiga.

Edson Marques disse...

Paula,

continue a pensar. Eu também continuarei. Teu texto leva a isto.


Além da loja de sapatos, uma floricultura... rs!

Abraços, flores, estrelas..

Grace Olsson disse...

Amiga, sem amor nada sou. nao irei a lugar algum.
Ele me move.
E é por amor que hoje dedici ouvir dois especialistas pois não fiquei bem nos últimso dois dias.
Feliz Pascoa.Cheia de AMOR SEM FIM>

MONICAVOX disse...

QUERIDA PAULA,REALMENTE, O MUNDO VIRTUAL É UM LABORATÓRIO DE EXPERIÊNCIAS,AQUI, É MUITO MAIS FÁCIL DE SE RELACIONAR..NÃO TEMOS QUE "OLHAR NO OLHO DE NINGUÉM"MESMO QUANDO NÃO GOSTAMOS DE UM COMENTÁRIO,UM POST...TUDO É RÁPIDAMENTE DELETADO, OU ENTÃO,CONSERTA-SE, COM UM OU OUTRO COMENTÁRIO MAIS "PANO QUENTE"...MAS A VIDA REAL NÃO É ASSIM...EXISTE O "OLHO NO OLHO"QUE É AÍ QUE A COISA ACONTECE...LIDAR COM PESSOAS HUMANAS E REAIS, NO MUNDO REAL, É O MAIOR DESAFIO DA VIDA,SÓ ASSIM A GENTE APRENDE, SÓ ASSIM A GENTE CRESCE."FICAR", COMO VC FALOU ,É FACÍLIMO,DISTRÁI,PASSA O TEMPO, DÁ UMA SENSAÇÃO MOMENTÃNEA DE COMPANIA,E SÓ.O DEPOIS, VEM COM VIOLÊNCIA, O VAZIO, A ESPERA DE ALGUÉM QUE TE ENTENDA E TE ACEITE DE VERDADE....POR ISSO TANTA INFELICIDADE AFETIVA NOS DIAS DE HOJE.A FALTA DE COMPROMETIMENTO É ENORME,E POR ISSO, TANTA GENTE SÓZINHA,BUSCANDO.....UM LINDO DIA PRÁ VC,ADOREI!BJUS WALK ON FOREVER,MONICAVOX

Leo disse...

Olá! É a primeira vez que estou aqui e resolvi seguir sua recomendação de deixar um 'oi'...
Sobre sua postagem, me marcou a frase "Cada dia que quero e tento ser melhor, menos paciência tenho em conviver." Eu perguntaria, pra que continue(mos) a pensar: por que ser melhor? Ser melhor que o que?

Inté a volta!

Leo disse...

Ah! E esqueci de dizer: hortênsias estão na minha segunda linha de preferência, apesar que nunca provei do sabor delas.
:o)

Pedro disse...

Isso tudo é muito simples. As pessoas é que complicam.

Esconderijo da Bandys disse...

Paula,
Por coincidência falei sobre isso.
Pra mim não vejo muita diferença em se falando (sentindo) de amor...
virtual X real
razão X coração
simples X complicado
e por aí vaí...
qual seria o sentido se não fosse por (com ) amor ??
Não tenho a resposta, mas sem amor eu nada seria.Isso é certo
Beijos no ♥

Alisson da Hora disse...

somente pelos versos-versículos e o texto estaria encerrado...mas como a senhorita sempre quer se superar, né?
o amor é. simplesmente...

beijos!

a.h.

Professor Sergio disse...

Filosofou legal, adorei a forma que puxou este pensamento afinal, no mundo virtual as energias positivas vibram mais do que no real e as negavitas no real, atingem com maior intensidade. Concordo contigo em outro aspecto: de que adianta escolaridade se não podemos fazer pelo outro o que poderíamos imaginar e está longe da nossa realidade! abraço paulinha....bj

Professor Sergio disse...

Filosofou legal, adorei a forma que puxou este pensamento afinal, no mundo virtual as energias positivas vibram mais do que no real e as negavitas no real, atingem com maior intensidade. Concordo contigo em outro aspecto: de que adianta escolaridade se não podemos fazer pelo outro o que poderíamos imaginar e está longe da nossa realidade! abraço paulinha....bj

José Augusto Sampaio disse...

obrigado pelo elogio do poema que está no blog esperasesperas.blogspot - "o nosso amor brega e mel", se quiser ler mais poemas meus tem mais em meu blog --> joseaugustosampaio.blogspot.com

José Augusto Sampaio disse...

gostei de teu blog tb, bjus.....espero q consiga ser como quer...
mas eu acredito q ser como quer é ser o q é...entende...bjus.....

Ricardo Rayol disse...

a verdade é que mara no virtual é muito louco.

Sombra do Sol disse...

Olá Paula boa noite, interessante e refletivo seu post, tudo é fácil depende do ponto de vista que queremos encarar a situação. Muitas vezes pensamos que agindo assim ou assado estamos corretos, e esquecemos de ouvir a voz do coração. Sempre procuro falar mansamente, principalmente quando o assunto é amor, meu coração queimava e olhos brilham. Quando cansarmos dessas buscas dos porquês, é que encontramos o amor na verdadeira fonte, pois está escrito lá em Paulo que: “Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor”. Pense nisso quem sabe assim você não consiga achar uma resposta pelos porquês. Estamos na Páscoa e é um tempo de mudança, em que homens e mulheres fazem um balanço das suas vidas e propõem novos desafios. É hora de renascer, como sugere esse dia de alegria e de esperança. O renascimento, que vem após um período de reflexão marcado pela Quaresma, lembra que o Salvador se submeteu aos maiores sacrifícios para redimir a todos, sem distinção. É esta amplitude que deve nortear as nossas ações, seja no nosso trabalho, na vida cotidiana, na família. Se olharmos a humanidade como uma grande família, vamos renascer verdadeiramente na mensagem de Cristo, que não fez distinção de pessoas. Vamos adotar hábitos saudáveis de vida, partilhar... Desta forma simples, como simples e grandiosa é a mensagem de Cristo, celebremos a Páscoa. Em paz, em família. Desejo-lhe feliz Páscoa a todos vocês. Abraços.

Betho Sides disse...

Pois é Paulinha, eu li e fiquei pensando no que vc escreveu, e, percebi uma coisa bem simples, que normalmente acontece com todos...dizem ser; enxergar sem ver! Vc não esta vendo, não esta enxergando...vc só esta sentindo, pensando, se vc nunca tivesse enxergado estaria agora se questionando " que cor será que é o azul?" Mas como vc ultimamente tem visto sem ver, esses questionamentos são diários! Mas já que é para pensar, pergunte a vc mesma; "Será que eu não estou dando demais, por pouco de retorno?" Essas questões que vc coloca para mim é claramente...dar sem receber> Pense nisso. Feliz Páscoa junto aos seus. bjs e abç

wilson rezende disse...

Paula cada dia fico mais apaixonado pelo seu blog, é fantástico e não é por menos pois você é uma pessoa maravilhosa.

Anônimo disse...

QUERIDA PARABÉNS LINDO,SEMPRE PROCURO OUVIR A VOZ DO MEU CORAÇÃO MAS ACHO QUE ELE NÃO ME ESCUTA.ESSE MUNDO VIRTUAL É MARAVILHOSO ,COMO VC MESMO CITOU ,DIZEMOS O QUE PENSAMOS E PRONTO.FELIZ PÁSCOA PARA VC MINHA QUERIDA .ESTOU COM SAUDADES BJ SUZI

Cássia disse...

Eu bem que queria saber falar a língua dos anjos...Mas sabia que às vezes eles falam conosco? O problemas é que não prestamos atenção. Vida corrida. beijos, bom feriado.

Codinome Beija-Flor disse...

Vc fala a língua dos anjos.
Vc fala do AMOR.
Bjos

Chuvinha disse...

Tentar é nosso dever. Aliás passamos boa parte da vida tentando corrigir nossos defeitos e sabê-los é um grande passo.

Osc@r Luiz disse...

Sabe a diferença das hortênsias rosas pras azuis?
Não são espécies diferentes. É só o pH do solo que faz a diferença da cor das flores.
É por isso que às vezes alguém pega uma muda de uma azul (arroxeada) e quando planta ela fica rosa...
Mistérios da natureza!
Beijos e boa páscoa, minha amiga!

Anônimo disse...

Linda mensagem !!!