quinta-feira, 10 de julho de 2008

Olha nos meus olhos
 Fixa teu olhar na minha boca
 Com o olhar sorrindo
Se aproxima
Encosta tua bochecha bem junto a minha
 Meu nariz sente o cheiro do teu pescoço

Segura a minha mão firme
Com carinho
Coloca os teus dedos entre meus dedos
A outra mão sinto em minhas costas
Me apertando, juntando ao teu corpo
A minha mão segura o teu pescoço

Acaricia a nuca
Me puxa mais um pouco
O som do coração acelerando
 Descompassado
 Os quadris no balançado
Coxa com coxa
Só no gingado
No remelexo
 No roçado

Os pés em harmonia
 Você no comando
 Eu, perdida em teus braços
E no abraço
Dois para lá, dois para cá
O suor
O fungado
A música toca
Dançamos no compasso

32 comentários:

lane disse...

Q BELA SINCRONIA!!

LINDO!!

vc uniu a emoçao ao ritmo ao calor!!
bjs Paula,semana q vem eu volto!

daniel disse...

Paula Barros

Bonito poema, com desenventura, a sensualidade a imperar, a que talvez se misture um pensamento de amor e ternura.
Daniel

MONICAVOX disse...

querida Paula, que compasso acelerado...isso vai dar numa sintonia de corpos ardentes e balanço musical!!parabéns!obrigada sempre pelo carinho lá no meu blog!bjus e tenha uma ótima sexta feira!walk on forever,monicavox

Edson Marques disse...

Paula,


Fiquei lendo teu "roteiro", e dançando de olhos fechados.


Ao teu lado.




Abraços, flores, estrelas..

Daniel disse...

Sicromismo mais que perfeito! Lindo poema, aliás, como sempre. Você ainda não me deu resposta sobre esse projeto:

http://o-arrotoooo.blogspot.com

Como falei, é um blog coletivo. Ficaria muito feliz e honrado caso aceitasse o meu convite. Em aceitando, deixa e-mail lá no blog para que eu possa te mandar o convite de acesso ao blog. Bjus e bom final de semana.

http://so-pensando.blogspot.com

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Amiga, ontem eu estava num estado que à noite tive que ir ao médico, pois nada me parava no estômago. Anteontem estava com 39 quilos, ontem à noite, com 37. Gastei minhas últimas economias na contratação de uma enfermeira que parece um gigante, mas que me transporta no colo e cuidará da minha alimentação parental. A F@ pediu para eu fazer a resenha de "Fale com Ela".
Apareça:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
Um beijo,

Poeta Mauro Rocha disse...

"Olhos nos olhos, quero ver o que você diz" já recitava Chico Buarque e ilustra muito bem seu texto.Ótimo por sinal.

Um bom fim de semana.

Báah disse...

Que lindo isso!

encosta buxexa bem junto a minha!

adoro buxexa!

hahá!


beijos!

Layla Lauar disse...

E que essa dança se desenvolva em perfeita harmonia, com bela coreografia, sem que nenhum dos dois erre o passo e atravesse o compasso.

Muito boito amiga, gostei por demais,

beijos e obrigada pelas suas palavras...

Everson disse...

Nossa minha poetisa,quantas vezes nessa vida não nos perdemos nessa sinfonia de amor e extase,quantas vezes as mãos não ficaram tremulas,o friozinho da barriga não aumentou, e aquela sensação boa de não saber direito ainda o que vem,esses sentimentos que nos movem em descoberta e sonhos,quantas vezes assim como o sol,no finalzinho da tarde,aquala hora em que o horizonte fica alaranjado,ele se perde entre nuvens e estrelas,cede seu lugar ao luar,e provavelmente se perde no mais profundo sonho de amor nos braços da madrugada? sua poesia de hoje faz sonhar, faz voltar, faz literalmente parar o tempo e esperar o amor vencer o cansaço....uau,adorei sua frase que o amor fica pulsando a cada cantinho,,,obrigado...e o esperar a proxima madrugada,significa esperar a proxma estação,a proxima ispiração e principalmente,esperar com agradecimentos e braços abertos ao proximo dia do Criador...beijos em sua alma totalmente poetica, tenha uma linda tarde e um final de semana cercado de paz e amor...

Pena disse...

Estimada Amiga:
Um sensual poema de amor feito de imagens linguísticas lindíssimas.
Uma entrega desejada a alguém que é desejada, sem ferir ou magoar.
Uma forma peculiar. Normal.
Excelente poema decorado por si e pela sua genialidade de poetisa.
Gostei de ler.
Bj de amizade sincera

pena

Betho Sides disse...

Muito bom! Paulinha...Beijos

Landinho disse...

Que forro mais arretado. Um beijo minha amiga.

Nanda Assis. disse...

que nosso final de semana seja cheio disso tudo que vc escreveu rsrs... se assim for, se4rá uma delícia!!
bjosss...

sergio EM FÉRIAS disse...

Se está no mesmo compasso, melhor ainda....felicidades amiga. bj e tudo de bom

Bandys disse...

Paula,
Essa união de corpos, cheiros e sabores é o encontro do prazer.

Beijos

Adri /Dri /Drika disse...

Que delicia...

Milady disse...

E viva a Sala de Reboco!!!! ;-)
Paula, senti o calor de um forró acoxadinho, bem pertinho, passinho miudinho, sem conseguir descolar... hmmmmm... que delícia!!!!!!
E vc ainda fala da Layla com os poemas quentes dela, né?! mas vc não fica muito atrás não... rsrsrsrs

beijos

Paula Calixto disse...

Dois pra lá, dois pra cá... Numa sincronicidade par.

Beijocas.

Pedro disse...

Ê noite eterna...

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Querida Paula:
Fiz dois posts com obras do Carlo Rochas como desenhista e pintor. Vá prestigiá-lo:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
Um beijo da Rê
E leia a minha resenha sobre "Fale com ela", se quiser

Pipinha disse...

Olá Paula, vim espreitar e gostei do que li, e por isso deixo aqui a minha marquinha com muito carinho.
Beijinhos e bom fim-de-semana.

Colombina disse...

Que lindo Paula! Só fico imaginando quem será o inspirador disso hehehe

Beeeijos

Vanessa Pinho disse...

Adoro teus textos.
Viajo quando venho aqui.

Beijão.

Grace Olsson disse...

Paula, deveríamos colocarna vida MAIS COR E SENSUALIDADE DE FORMA SINGELA.
Belo poema.
Bjs e dias felizes

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Não tinha lido direito o seu poema e estava perdendo tanta beleza.
O post que fiz é especialmente dedicado às mulheres. É sobre o novo sex symbol de Hollywood e, portanto, do mundo.
Apareça por aqui:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
Um beijo,

O Sibarita disse...

Paula minha fia! kkk Que sensual essa poesia, por demais, viu? Aiaiaia... kkk

Sei não... Esse seu coração e essa sua vontade... kkkk

Ta mil seu poema que aguça! Humm... kkk

Oi desculpe a demora em vir meu modem pifou e somente ontem chegou outro. Ai fiquei sem entrar na net esses dias.

A próposito o Sibarita ta fazendo dois anos e vc não pode faltar é claro na festa que ja começou. A primeira parte esta postada a segunda vem ai... kkkkkk

Ei conheça e se ligue na SIBARITA WEB TV http://worldtv.com/sibarita_web_tv olhe o endereço, espero que gostes.

bjs
O Sibarita

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Amei o poema!
Bem típico deste nordese que eu amo.
beijo e luz

Pedro Ivo disse...

Apesar de eu não dançar Forró, tenho de adimitir que é uma dança boa de se tirar uma casquinha! Beijos doce Paulinha.

J. ROBERTO BALESTRA disse...

Lindíssima... mas tenho de confessar: não pude deixar de reparar o formato do poema... altamente feminino... Obra de arte, hem? BEijão, PAula.

Everson disse...

Ei meu anjo da poeisa, passando pra tedesejar uma linda semana de muito amor e paz...e some não....beijos

mika disse...

nossa , estou sem ar... rs muito bom bjs mika*