quinta-feira, 24 de julho de 2008


Olhos as imagens passando, passando
Lembro de mim
Sonhando
Caminhando
Sorrindo
E com você dentro de mim

Ao ouvir a música
A música que diz o que eu sinto
A incompreensão desse sentir
Do tanto que eu gostaria de ouvir
De dizer
Mas eu queria a reciprocidade desse sentir

Choro, só posso chorar e escrever
Por não te ter

Quando escuto a tua voz
Meu corpo reage
O coração é quem responde
As palavras não se articulam
Já que me falta voz

Que música linda
Que poema lindo
Que sentimento estranho
Dolorido, sofrido

As lágrimas que banham meu rosto
E descem pelo meus seios
Não inundam você em mim
Elas só me mostram que ainda não te esqueci
Que nunca o terei

Mas não posso dizer

Te amo
Igual a música
Igual ao poema
Porque não sei se isso é amor
Porque não tenho você


Só tenho a tua ausência

19 comentários:

Layla Lauar disse...

mas é na ausência que o amor se faz mais presente dentro da gente...eu acho!

Só quem ama..compõe um poema assim como o seu... de pura emoção!

beijos querida..(obrigada..você é um doce de pessoa).

Pedro Ivo disse...

Amor é um problema mesmo, quando se ama e se está distante, até o cheirinho nos magoa.

Zek disse...

Ahhh moça não chora não....
O amor da gente é como um grão.
Uma semente de ilusão.

nessas memorias, imagens e selinhos perdidos, passados e ganhos... fazemos de nossa poesia a agua de nosso banho.

Bjs e teu selinho foi mais do que merecido...

álisson da hora disse...

maravilhosa a nova foto...maravilhosos os versos, embora a temática não me seja lá muito cara.

beijos

RPA disse...

é de fato, nos identificamos tanto com a música que elas sempre dizem algo sobre nós...as lágrimas caem para lavar a alma, e a use para limpar renovar, abandonar o passado, nossa vida se baseia no hoje, ontem passou não volta mais...
bjim

Betho Sides disse...

O texto é lindo Paula e sempre temos uma música que nos diz algo, mas ausência tem que ser resolvida, para não ficar sentindo um corpo inexistente. Beijos e bom final de Semana

lugirão disse...

Paula, dias não vinha aqui, nunca tenho tempo de visitar todos o que gostaria, fazer o que?
Adorei seu post anterior, gosto de fazer lista possíveis, tem gente que faz umas listas que nunca vão poder realizar, e tem mais é que sonhar e tentar realizar esses sonhos.

É impressão minha ou você mudou a cara do blog? eu tenho visto tanta coisa nova, que posso estar enganada,rs, essa cor é linda.

beijos

Everson disse...

Quanta inspiração ao amor, quanta dor, quanta incerteza, recordaçoes, apelos, anseios, é a descriçaõ do perigoso sentimento que a gente faz questão de entrar nele já sabendo que vai sofrer, é um vicio, um magnetismo inexplicavel que acaba sendo expresso em tudo que a gente escreve, alias, escrevemos mais sobre o amor do que vivenciamos ele, porque será? beijos querida e uma linda tarde pra ti, alem é claro de um excelente final de semana...

Camila disse...

Detesto quando a ausencia se faz presente!
"Porque não tenho você
Só tenho a sua ausência"
Beijo
=)

Pena disse...

Linda Amiga:
Um delicioso poema de amor sensível e profundo.
As palavras são concebidas com Arte e significação poética muito terna e bela.

Quando diz:
"Mas não posso dizer Ti amo
Igual a música
Igual ao poema
Porque não sei se isso é amor
Porque não tenho você
Só tenho a sua ausência".

Sensacional de pureza e beleza.
Extraordinário.

Bj amigos de estima, consideração e respeito
Com admiração

pena

Edson Marques disse...

Ter a ausência e a consciência dela, como você tem, é saudável... rs!





Abraços, flores, estrelas..

Pedro disse...

Por que não inventam logo uma fórmula para transformar ausência em presença?

Izi disse...

Oi miguxinha, o amor... a ausência qdo o sentimento ainda se faz presente dá uma imensa saudade, as vezes buscamos nessa saudade um motivo a mais para não deixar esquecer.

Feliz por te receber e compartilho com vc as palavras q dediquei ao Everson...uma pessoa de alma linda, coração sensível...q bom q vc gostou, ele me dedicou uma música no tempestade e abri o bloquinho de notas pensei nele...e coloquei o q estava sentindo no momento.

beijos e lindo fds prá ti, minha mais nova miguxinha....Izi

Anônimo disse...

Olá,

Passando para conferir seus belos poemas e desejar um lindo final de semana e muita paz. Voltarei outras vezes.

Smack!

Edimar Suely
jesusminharocha.blig.ig.com.br

vilminha disse...

Oi querida amiga. muito bem escrito, mas também triste. Uma ausência que doí, que corroí, não sei se pode ser Amor, não sei se chamaria de Amor, sei lá é o meu jeito de ver. Pra mim o "Amor é algo que transborda felicidade por saber que existe o sentimento no coração e a ausência se existe a certeza de que se é correspondida, e que é amor então tudo é belo e só sorriso". Amiga acho que entendi as suas indagações pois amar não é sofrer. Beijos, um bom final de semana. A Lari já chegou, pra alegrar seu coração?

Tatah Marley's Confissões disse...

'As lágrimas que banham meu rosto
E descem pelo meus seios
Não inundam você em mim
Elas só me mostram que ainda não te esqueci
Que nunca o terei'

trecho perfeito! *-*
adorei teu blog, e lendo teu perfil, vi que tu é de recife.. o primo que eu mas gosto mora aí sabia?
Dai acho que vo pela primeira vez visitar este lugar que há tempos tenho vontade graças a essa descoberta (sim, descobri esse meu primo esse ano \õ/).

gostei mesmo.. posso linkar?

Tatah Marley's Confissões disse...

e desculpe por nao ter 18 anos e ter me metido aqui!
SHUAHSIAISHAHSHAIHSUIAHSIA
;*

lottery disse...

It could give you more facts.

Nanda Assis. disse...

vc, apaixonada assim da até uma sensação de que vale realmente a pena sofrer, pq esse sentimento é lindíssimo.
bjosss...