quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Quem dera, quem dera Por uma fração de segundos Fazer parte dos teus pensamentos Pensamentos desejosos Ardentes, quentes Onde juntos pudéssemos bailar Ao som de uma música, de várias No embalo dos corpos sedentos Com música própria Com sons saindo das entranhas Cheiros específicos de corpos Que se querem e se desejam Ah! quem dera Pudesse eu valsar em teus pensamentos Ao som do mar Com o ambiente cheirando a maresia E em teus braços sentir a ti Encontrar a mim Corpos suados, sedentos Desejosos Dançar, dançar Aos som dos nossos corpos Quem dera.......
Estarei indo nessa quinta-feira para Pesqueira. Participar do Círculo de Leituras Palestras
  • Literatura é coisa de cinema
  • Jornalismo e literatura
  • A renovação da literatura brasileira no tempo dos blogs

20 comentários:

Pedro disse...

Ahhhh, eu quero também!

Pedro disse...

Dançar, se tiver a companhia certa, é um prazer insubstituível. Quantos aos presentes, aceitarei-os de bom grado! =]

» NaY « disse...

Puxa, eu não sabia que havia algo tão bom e de apoio à arte da literatura aqui pertinho, em Pesqueira... É muito bom saber! =) Obrigada pelo comentário deixado no meu blog. Gostei muito desse seu espaço e do que encontrei por aqui. Sempre que possível retornarei!

Xerus pra ti
=***

Daniel disse...

Quem me dera ouvir esses versos de alguém... Bjus e lindo poema!

http://so-pensando.blogspot.com

Codinome Beija-Flor disse...

Ah! Quem dera, quem dera..
Lindo.
Bjos

vilminha disse...

oi querida. Eu quero ir também, pena que é muito longe, depois conta como foi. fico aqui esperando noticias. E que poesia linda esta sua, está cada vez mais inspirada, mais suave, mais sonhadora, mais embalada no sentimento. Uma ótima quinta-feira bem proveitosa, com muita paz no coração e muito amor. beijos

Layla Lauar disse...

tomara possa..dançar com seu amor, todos os rítmos..valsa, merengue, rumba, bolero, funk, rock,samba-canção...com os pés deslizando pelo chão e a cabeça flutuando nas nuvens.

beijos querida.

Nanda Assis. disse...

bom passeio cultural!!
bjosss...

Layla Lauar disse...

ah amiga..depis veja como deixei bonito o blog do José Viana..fiquei tão orgulhosa da minha obra...

+ bjs

edson marques disse...

Paula,

belíssimos temas das palestras.

Esperamos detalhes.


Há dias que o pintor tem mesmo queimar os móveis da sala para aquecer a modelo..


Abraços, flores, estrelas..

Cila disse...

Oi...obrigado pela visita ao meu canto, muito gosto em ter-te por lá!
Gostei imenso deste espaço, junta duas das minhas grandes paixões, a escrita e a fotografia!
Beijo

Iana disse...

Oiê... nem me pergunte.. mas vim parar aqui parar através do blog do amigo, da amiga dos amigos que são meus amigos e que são seus amigos... Aí... aí... ai, que confusão... só sei que aqui cheguei... :)

Trazendo flores frescas e perfumes dos mais variados...
Vim conhecer seu blog e ler seus texto... e adorei viu..

Agora que já cheguei vou indo.. beijos doces e até qualquer hora

Iana!!!

sergio disse...

Quem dera, mas acredite que isso é possível. Devemos ser sonhadores para que o dia possibilite tais acontecimentos. Abraço e bj querida amiga

Everson Russo disse...

Engraçado o que o amor nos faz, a gente troca uma eternidade por um segundo de quem se ama, troca todo o jardim ja plantado e perfumado em flores e colorido,por um raminho cheio de espinhos da incerteza de quem se ama, cantaria no tom da pessoa amada, escreveria só pra ela, roubaria a lua o sol, mas quando a gente cai na real, voltamos aquela nossa sintonia, seu poema de hoje tem um paralelo subliminar ao meu...rs...rs...o seu, quem me dera, o meu, as horas nao passam, e em teus braços sentir a ti, teu corpo no meu adormecer...rs...rs...coisas do momento de consciencia totalmente alterada, voce acredita que muitas vezes termino de escrever alguma coisa, as vezes até com a musica pronta, e penso assim, "Nossa, que maravilha...que lindo..." dai, quando a gente desce de novo a Terra, me vem a cabeça..."credo,de onde eu tirei essa coisa esquisita?", rs,,rs,,doido isso né, mas tambem tem o caminho contrario...rs...mas como disse o Prof, e eu deixei no blog dele em comentarios, no final o que vale é que NADA VENCE O AMOR VERDADEIRO...xii, mais uma novela em comentarios...rs...sorry....beijos querida,otima tarde, cheia de paz, amor e carinho....

anonimo tambem disse...

Alô,
.......

......vc está em Recife ou em Pesqueira?
......
Chegou agora?
...,
Até domingo
......
Divirta-se

Bandys disse...

Paula,
Acreditar sempre...pro amor nada é impossível.
Linda poesia.
beijos

Landinho disse...

Não esqueça de passar as informações do Círculo de Leituras.

Betho Sides disse...

Faço minhas as palavras do Landinho...Paula Até a volta Beijos

lane disse...

nossa,seu poema lindo e o everson me deixaram parada,simplesmente maravilhosos!!!quem dera sermos sempre sonhos e quimeras...bjss,vc é especial!

Grace Olsson disse...

boa sorte, Paula.
Bjs e dias felizes.
http://www.eueorenascerdascinzas.blogspot.com/