domingo, 10 de agosto de 2008

foto Paula Barros - Recife
Fonte do sentir Não acendeu a fonte As luzes não piscaram Observo tudo do escuro Só a luz dos meus olhos faíscam Aguardo o ressurgir da fonte Para o meu poço voltar a brilhar Jorrar emoções do sentir

21 comentários:

Beatriz disse...

É pena que eu não possa acompanhar postagem por postagem os blogs de que tanto gosto, como este teu, amiga! Quando venho, deixo que minha alma passeie pelos poemas e textos que a tua alma faz aqui postar, e mesmo estando com os olhos encantados de ternura e o coração inundado de beleza, faltam-me as palavras certas para comentar. Por isso, sinto-me como uma 'ladra' apoderando-me dos versos ou frases que vão de mansinho se aninhar dentro de mim e que, muitas vezes, confesso, gostaria eu de ter escrito, tal a identificação com os sentimentos e as emoções que ficaram registradas.

Prazeroso estar aqui no teu refúgio, minha linda, prazer este que fica redobrado pela 'overdose' de poesia que me faz sair daqui como se flutuasse num mundo onde a verdade dos sentimentos não pudesse nunca ser camuflada...

Estou deixando flores e estrelas enfeitando o teu sonhar, um beijo no coração, e o desejo de uma semana ensolarada de alegrias e deliciosas surpresas.

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Paulinha, bela foto e poema...Simplesmente adorei!
Beijinhos de carinho,
Fernandinhq

edson marques disse...

E a faísca dos teus olhos deixa toda fonte luminosa...


Abraços, flores, estrelas!

sergio disse...

A fonte está no interior de cada um e vc tem uma especial e sabes disso. Paula, to meio sem tempo para "meus posts" mas pegarei suas fotos com certeza. Abraço bj e ótima semana amiga real!

vilminha disse...

oi querida tu tens a fonte do ser, do ter, do ver, do sentir bem enraizado em você. Você é luz raio, estrela e lua. Amiga você é divina. Beijos e uma segunda-feira com muita paz no coração

Everson Russo disse...

Lindo,quero encontrar essa fonte tambem, me fazer sentir o que já senti,sonhar tudo que ja sonhei,ver o arco iris de novo, como seria bom outra vez fazer um pedido de amor a fonte do sentir...beijos minha linda poetisa, tenha uma excelente semana de muitas bençaos de Deus...

João Videira Santos disse...

...jorrar de emoções no cristalino das palavras. Gostei.

Layla Lauar disse...

a fonte pode ter ficado escura..mas seus sentimentos jorraram poeticos e lindamente, como sempre.

beijos

Camila disse...

Quero logo que minha fonte volte a jorrar tbm!
=/
Beijaum
=**

Pedro disse...

Belas palavras e ótima foto!

olivia carromeu disse...

A fonte traz e leva os sonhos, e sem elas, perguntamos e ai?!

elane rebello disse...

ainda bem q vc nao perdeu sua luminosidade,nao precisa a fonte jorrar, ela só está esperando vc, se envolve e sentir a beleza da vida!
bj , professora das letras,lindo post!!!

Zek disse...

Acender a fonte.... fonte de sentir, com apenas um toque há de sentir...

Lindo, simples....

Bjs

J. ROBERTO BALESTRA disse...

PAulinha, então só posso tomar paródia numa parte das palavras do Autor-MOr GUimarães Rosa pra lhe aconselhar: é devagar que o escuro é claro... Beijão

álisson da hora disse...

fonte, fontes...

Marcelo Martins disse...

Meus olhos tem buscado a luz que antes via na fonte que jorrava em mim.
Sei que ela volta um dia...
A luz, a fonte e o sentir.


Beijos

Bandys disse...

Paula,
Seu poço sempre esta brilhando de emoções e sua fonte jorrando luz.

beijos

Dois Rios disse...

fonte/amor

luzes/vida

poço/solidão

amor/fonte/luz/brilho/vida

beijo,
inês

Daniel disse...

É chato quando o sentimento do outro da "acende" como o nosso. òtimo poema. Bjus e boa semana.

http://so-pensando.blogspot.com

Ricardo Rayol disse...

e o espelho da fonte reflete o brilho intenso.

Dr. Fácil disse...

Excelente! Nem tenho o que falar. Muito bom mesmo. Beijos Guria!