domingo, 29 de junho de 2008














pôr-do-sol em Niterói-RJ - foto Paula Barros




Grita
O grito contido
Silencioso
Ardente, fogoso, gostoso

Chama
A chama que queima
Incendeia

Desperta
O corpo adormecido
Que em tuas mãos quer acordar

Acalma
A calma que já não mais existe

Com tua língua
Apaga o fogo
Que devasta cada parte
Deste corpo
Que não é mais meu
É teu

Acalma
O desejo
Com tuas mãos
Com tudo que é teu

Cala o grito
Com a tua boca ardente
A mesma boca
Que queima todo o corpo

20 comentários:

Layla Lauar disse...

Poxa amiga...que quente!!! está ardendo até hoje??? Mas ficou muito bonito esse seu fogaréu todo...gostei bastante.

(conserte esse verso: "Chama
A chama que queima
Incendei" faltou o a.)

beijos e que essa paixão pegue fogo por muito tempo, mas nos dois, claro.

Paulo R Diesel disse...

A beleza dos versos que formam o poema faz gritar, chamar, despertar, acalmar e calar.
Muito bom, Paula.

Bj.

Pedro Ivo disse...

Eu não gosto do sol, prefiro a noite e os dias frios. Se bem que: Dias frios aqui são verdadeiros milagres!

Beijos.

Mariana disse...

Oi Paula
O sol é maravilhoso! Aquece, ilumina.. Que a chama do sol te envolva nesse fogo da paixão!
Um semana iluminada pra vc!

Nanda Assis. disse...

como eu sou um girassol... amei o por-do-sol, coisa mais linda de Deus!
e o poema é pra recitar pro homem amado enquanto se comtempla este lindo fim de tarde, bjs.

Bandys disse...

Paula,
lindo poema.
"Com tua língua
Apaga o fogo
Que devasta cada parte
Deste corpo
Que não é mais meu
É teu"

Uma entrega total.

Beijos

PS: Ri muito do seu comentário... Até Sergio brincou...
Mas não é bem assim.
RSSS

Deusa Odoyá disse...

Oi minha nova e estimada amiga.
um poema de entregas e volúpias.Lindo e como cenário esse pôr-do-sol, fica ainda mais quente.
Beijos amiga e fique na paz.
adorei seu blog.
Te aguardo no meu cantinho.

Regina Coeli.

MONICAVOX disse...

querida Paula, um grito que vem do fundo de sua alma desejosa do encontro.Lindo e sensual na medida.Parabéns,linda imagem, ilustra muito bem o poema!bjus e tenha uma ótima segunda feira felizzz,walk on forever,monicavox

F. Reoli disse...

Vejo que a sensualidade aumentou a temperatura por aí... e por aqui! ;)
Beijos

Everson disse...

Lindo,acalma a calma que ná nao mais existe, isso é uma releitura do nosso interior, aquela inquietude que todos temos em relação a vida, ao amor, aos sonhos, aquela paz que procuramos e nao encontramos, não sei se por buscar em lugares errados, em amores errados, mas que sempre nos leva as loucuras...beijos minha adoravel poetisa, uma otima semana pra ti...

Everson disse...

Engraçado que o que mais me encanta, é que voce me faz voltar, de tanto dizer que me queria aqui comentando, acaba tendo overdose das minha loucuras,,,rs,,,bom, voce escreve muito, sinto que sempre direcionado pro amor tambem,correto? pois é, e eu tambem, vez ou outra acontece algo mais leve,sereno, e na maioria das vezes o que a gente escreve é o que a gente quer ser,ainda não somos,ainda não chegamos lá,muitas vezes ao nos expressar muito,ao contar muito,nos escondemos tambem,fugimos da realidade,sumimos do mundo,isso é o amor,ao menos o que penso dele,quanto aos meus comentarios,talvez o que voce mais goste é que eu escrevo com o coração,e assim como qualquer pessoa que lê alguma coisa de outro,faça uma analise propia,muitas vezes o que escrevo não tem nada a ver com o que a pessoa leu sente,mas o gostoso é isso,aquilo que é meu ou seu,que voce se perdeu numa madrugada pra escrever e sentiu assim,outra pessoa se viu naquilo e sentiu diferentemente de voce,isso é bom,e talvez voce ja deve ter percebido,muitas vezes eu me perco nos comentarios que voce tanto gosta...rs...rs...esse sou eu....beijos e uma linda tarde....obrigado pelo carinho de sempre.

Zek disse...

Intensidade ... a forma como todo desejo deve ser vivido, sentido e compartilhado !!

Muito bem expresso em suas palavras!!

PS: indicação merecida, teu blog realmente é um oasis.

Bjs

Vanderson Freizer disse...

Seu blog é muito bom... contem otimos textos e imagens... parabens e uma boa semana.

Poeta Mauro Rocha disse...

PRECISA CHAMAR O BOMBEIRO OU JÁ ESTÃO APAGANDO O FOGO,RSSSRS. Muito bonito seu texto, mas não me contive em brincar.

Um abraço!!

MAURO ROCHA

olivia carromeu disse...

Quer coisa melhor do que viver?
Isso é a vida, poeta e perfeita!!!!

Landinho disse...

Ok, vc venceu. Mas só vou deixar obrigatório o nome para evitar anonimos.

camila disse...

Caracaaaaaaa que lindo!
Tanto o poema quanto as imagens maravilhosas!
Uma fusão linda!
Beijo
=)

Daniel disse...

Noooossssssssssaaaaaaa a coisa tá quente por aqui hein rsrs. Lindo poema, parabéns! Olha, não se se você já viu lá no meu blog que eu e outros amigos blogueiros temos um blog de poesia. Serve como um receptáculo, sem pretenção de ser alvo de muitos comentários. Dá uma passada lá, vê se te agrada, e caso seja positiva a sua impressão, manda um e-mail pra mim pra que eu possa te mandar o convite de acesso ao blog. Bjus e boa semana.

http://poetasreunidos.blogspot.com

http://so-pensando.blogspot.com

so.pensando@hotmail.com

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Que poema lindo, Paula, em pelna sintonia com as fotos. Lindo de viver, como diria a Bandeiras!
Fiz um post para o nosso vampiro o "Ravnos", que tanto me pediu, sobre Cidadão Kane. Apareça por lá:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo,

O Sibarita disse...

Rapazzzzzzzz... kkk Que zorra é essa meu Deus? Aiaiaiaia... O coro come e ninguém vê, faça fé! kkkk

É isso, os desejos carnais aflorados em belo poema! Valha-me Deus! kkkkk

bjs
O Sibarita