sábado, 20 de setembro de 2008

Toda vez que penso em você
Sinto borbulhar palavras dentro de mim
Que escorrem pelos dedos
Paralelamente lágrimas insossas
(sem sal das tantas já choradas)
Transbordam dos olhos
Ao vê-lo
Os fios descobertos das veias
 Eletrizam todo corpo
Fazendo escorrer pelos poros
E pelas coxas....... o desejo

18 comentários:

Layla Lauar disse...

Pois... as minhas lágrimas não são isossas...têm mais sal do água nelas, nem me correm mais pelas faces.

mas Ô paixão essa sua!!..eu já estou quase "curada" da minha... não tenho vocação para Penépole, não nasci para tecer esperas...

beijos querida...

Layla Lauar disse...

desculpa ..quis dizer insossas

Alisson da Hora disse...

desejo...ui...

Milady disse...

hmmmm desejo... saudade... que dupla... dá poesia... dá música... dá nó...

beijão

anderson eduardo disse...

Deve ser amor hein,,,,, gostei.. tenha um sabado cheio de paz

José Augusto Sampaio disse...

amei seu poema.....é bom amar..mesmo que doa!

Paulo R Diesel disse...

Que química!!
Que desejo!!

Beijo Paula

Maria Dias disse...

Paixão e desejo, um não anda sem o outro.Um pertence ao outro.Nesta poesia te vejo a flor da pele...

Paula...Tenho uma nova poesia no Avesso.Te espero lá.

Beijinho

Vinícius Aguiar disse...

A mais maravilhosa mistura que pode existir: Sentimento e desejo!
Lindo!

Fábio Mayer disse...

Sei que você gosta, por isso estou avisando que têm fotos novas lá em casa... estou retratando um pedacinho da minha terra, o Paraná!

Bandys disse...

PAULA,
LINDO E SIMPLES.
TO VOLTANDO DEVAGARZINHO,
BEIJOS
ELIANE, ELY, BANDYS, LI, ETC......]RSRS, SÃO MUITOS APELIDOS.

O Sibarita disse...

Rapazzzzzz... kkk Não brinque não! É isso mesmo é fia? Hummm...kkkk

Que poema porreta, simples, belo e caceteiro! kkkkkkkkkkkk

bjs
O Sibarita

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Paulinha, belo poema onde os sentires mais íntimos vem á fôr da pele... Bom fim de semana,
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

sanfilipo disse...

podia pensar assim em mim.

Everson Russo disse...

o DESEJO ESCORRER PELOS POROS E PELAS COXAS, É UMA QUIMICA TREMENDA, TIPO MÃOS SUADAS, TREMEDEIRA, FRIOZINHO NA BARRIGA, AI MEU DEUS, SERÁ QUE ISSO AINCA EXISTE? RS...BEIJOS PRA TI MINHA QUERIDA, TENHA UM LINDO FINAL DE SABADO E UM DOMINGO DE PAZ...

Daniel disse...

Que mensagem sublinearmente interessantíssima e tentadora... rsrs. Atualizei O Arroto. Bjus e bfs.

http://so-pensando.blogspot.com

http://o-arrotoooo.blogspot.com

Poemar disse...

Gostei muito, Paula! Um poema energizado e eletrizante.

Um abraço pra ti!

Jardineiro de Plantão disse...

É lá...isto é de mulher.

Abraço