sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Ainda confundo as minhas próprias definições. Acordei, um dia desses, com a certeza que confundia o que era certo e errado quanto a um amor que senti. Talvez tenha confundido até se era amor. Mas achando que podia ter sido um tipo de amor, pensava assim:
Errado: Pensava ter dado errado porque não consegui estar com ele. Não toquei. Não beijei. Nunca vi o rosto. Errado por não ter tido conquistado como eu queria. Mas o certo era que eu conquistei mais do que eu pensei. Fui esperada, procurada. Fiz o amor possível. Senti muitas emoções. Descobri sonhos. Através dele descobri que todos os sonhos que fiz no início da vida tinham sidos realizados. Voltei a um lugar que tanto amo. Fiz coisas que nunca fiz. E até tenha mais coisas que nem lembro agora. Errado Passei a minha vida toda esperando o príncipe encantado. Aquele que viria num cavalo branco, me daria um beijo, e me acordaria. Me levando com ele para um castelo. Certo Encontrei o príncipe encantado. Me levou a cidade que mais amo. Me deu poderes. Me fez sonhar. Me fez rever minha vida em questões de horas. Descobrir a minha força. A minha garra. Ele beijou a minha alma. Acordou a mulher que estava adormecida. Hoje chego a conclusão que: “se chorei ou se sorri o importante é que emoções vivi” O importante e certo é que me redescobri mulher.

30 comentários:

Alisson da Hora disse...

é sempre importante se redescobrir...saber pesar os prós e o contras, saber-se olhar no espelho...

beijão!

tossan disse...

O importante é que a nossa emoção sobreviva. PCP

Viver é melhor que sonhar. Belchior

Virtual é só virtual. Tem vida lá fora.

Colibri disse...

Querida amiga,

Fico feliz por esses sentimenos e essas conclusões...

Com efeito, o passado é o passado e não pode ser alterado quando gostaríamos de ter feito melhor... mas podemos alterar e moldar o futuro...

Beijinhos grandes
Colibri

------
As minhas últimas rapidinhas nos blogs…
Serás tu mesmo uma sereia? (Blog Colibrir as Emoções)
Regresso em vôo de carga militar... (Blog Traços de Angola)
Macros do outro mundo (parte 1) (Blog Corais dos Recifes)

Layla Lauar disse...

a tendência da gente é sempre valorizar mais os momentos ruins do que os bons..quando o certo seria o contrário, pois com certeza nos sentiríamos mais felizes...eu tenho tentado agir assim...

beijos querida...um lindo sábado!

(e...obrigada de ♥ por suas palavras gentis lá no ressaca)

vilminha disse...

Oi Paula. Que bom você despertar e se redescobrir e pelo que percebo e você deve ter percebido seu coração esta enamorado e o que é melhor também esta enamorado de si mesma. Beijos e um ótimo final de semana.

Grace Olsson disse...

Paulinha, eu sempre fiz assim:
quando euq euria esquecer alguém, me apegava aos momentos ruins vividos a dois...kkkk
Mas no mais, tudovale a pena, pricnesa
beijos e dias felizes

anderson eduardo disse...

Pois é, o importante é que emoções voce viveu... viva e curta bastante.... abração e tudo de bom

Jardineiro de Plantão disse...

Recordações são saudades, saudades são desenganos,

0 viver em si, já é um acto de felicidade.

"Hoje chego a conclusão que: “se chorei ou se sorri o importante é que emoções vivi”
O importante e certo é que me redescobri mulher. "


Lhe auguro as maiores venturas da vida.

Felicitações pelo post.

Carlos

yehuda disse...

sem rosto sem corpo
sem lenço sem documento
sem sapatos sem meias
sem roupa e adornos
pouco importa
o desejo o transporta
a beijos e caricias
da mulher
o prazer do gozo
o sem transparência
a alma e no corpo
dela
e ali permanece
eterno

Olhos de Mel disse...

Oie Paulinha! Muitas vezes também tenho essas dúvidas, mas como bem disse no final, o importante é que emoções viveu. Só assim aprendemos as lições que a vida nos dá.
Belo post! Bom fim de semana! Beijos

benechaves disse...

Pois é, amiga, é sempre importante viver de emoções e retidões.

Um beijo vivido...

Glayce Santos disse...

Olá!

É, quantas vezes não acordamos nos questionando se é real ou surreal... verdade ou mentira? Faz parte do lindo objetivo de todos nó: viver!

E eu gostei tanto do texto do sonho, que até citei seu nome numa postagem...

Beijos

Ótimo dia!

Marcella disse...

Também tenho minhas dúvidas quanto a um certo amor, que também não sei se foi amor, se valeu a pena, ou nao. Todos têm, creio eu. Mas enfim, temos que aprender a lidar com isso, né? :)

beeijos!

Daniel disse...

Temos sempre que estar nos redescobrindo! Essa música do Roberto já diz tudo! Eros escreveu mais um conto erótico no Ménage. Bjus e bfs.

http://textoaatres.blogspot.com

http://so-pensando.blogspot.com

edson marques disse...

Belíssimas palavras!

E que a tua redescoberta se eternize em si mesma, todo dia!


Abraços, flores, estrelas..

Luiz Caio disse...

Oi Paula! Boa tarde!
Estou passando rapidinho, para te dizer que tem um selo para você lá no blog...

DEPOIS EU VOLTO PARA DEIXAR UM COMENTÁRIO TÁ?

BOM FINAL DE SEMANA!
BEIJOS.

Quase Trinta disse...

Oi linda, nesses negócios do coração fica dificil mesmo saber o q é certo ou errado...
Mas a conclusão a qual vc chegou que é importante... o q realmente importa são as emoções que ficaram.

bjs

Bandys disse...

Paula,

Hoje chego a conclusão que: “se chorei ou se sorri o importante é que emoções vivi”
O importante e certo é que me redescobri mulher.

Precisa dizer alguma coisa??
beijos

Sol da meia noite disse...

O certo e o errado confundem-nos.
Discerni-los faz-nos crescer.

Belíssimo texto!


Abracinho
:-)))

Nanda Assis disse...

vc me fez pensar sabe?

mas a sua conclusão foi ótima.

bjosss...

Iarinha disse...

Recanto
de
Encanto.

;)

Everson e Izi disse...

Nossa que lindo, é muito bom nessa vida a gente sentir emoções, sentir aquele apertozinho no peito, aquela velha tremedeira, eu to precisando, mas a cada dia que passa sinto o equilibrio bem mais distante...então minha amiga, aproveite o sonhos antes de acordar....beijos e um lindo domingo pra ti...

Leonardo Hoffman disse...

Acerto
que vai contra o assento
e em direção à vida.


Gostei muito do texto.
Beijo

Iarinha disse...

Fico feliz por ter gostado de meu espaço.
Você é muito bem-vinda.
=D
Obrigada pela dica meu bem.

Beijos

Márcia(clarinha) disse...

Cada ação uma emoção, cada emoção um marco na lembrança, tudo vale a pena quando se vive.

lindo seja seu dia flor
beijos

Luciana disse...

Olá!

Obrigada pela visita e a tradução da música é muito bonita mesmo.

Bjs

Luciana

Everson e Izi disse...

Alo minha querida, passando pra desejar a ti uma otima noite e uma semana de amor,paz e muita poesia pro coração...beijos carinhosos....

Garota Misteriosa disse...

Nossa...aplausos de pé pelo seu texto...

Olha á tempos atrás fiz a mesmas perguntas a mim mesma, e descobri que nunca amei, nunca me apaixonei só gostei demasiadamente, não procuro um principe, procuro um homem, é um homem que me faça mulher.

Bjinhos

O Sibarita disse...

Belíssimo texto!

Mas, há de se perguntar será que deu errado mesmo?

Ainda, que como você mesma diz nunca tenham se visto pessoalmente?

Não creio! Ao meu ver, as pessoas tem que ter postura quando se quer alguma coisa e o amor, a paixão não foge a essa regra.

Precisamos objetivar sempre o que queremos se não corremos o risco de passar uma imagem an passant...

Se amamos, se queremos não podemos atirar para todos os lados e achar que de um desses lados encontraremos o algo completante...

Para ser feliz no amor é necessário acreditarmos em nós mesmos!

-Raappazz...
-É, ai tá russo!
-Sei não, viu?
-Será?
-E eu sei lá! kkkkkk

bjs
O Sibarita

Deusa Odoyá disse...

Olá paulinha.
Belo texto.
Concordo plenamente com o Sibarita.
beijos amiga.
Regina Coeli.