domingo, 12 de outubro de 2008

O dia desperta
Espreguiça seus raios no horizonte
O sol levanta-se irradiando energia
 Poderoso
Corro, registro o momento
Nasce mais um dia
Estou viva
Ainda acordada
Esperta
O vento muda
Alisa minha pele
Com seus dedos frios
Vem trazendo nuvens pesadas
Que encobrem o sol
Sei que o sol está lá
Ele ainda brilha
Por trás das nuvens
Mesmo que eu não veja
 Faz frio
Escrevo na varanda
Desafiando o tempo
 Enfrentando os arrepios
Ouvindo os bem-te-vis
Deixando as letras saírem de mim
Enquanto observo o sol
Lutando contra as nuvens negras



 (Os sentimentos ruins em nossas vidas são feito as nuvens. Encobrem, escurecem, mas passam. E voltamos a brilhar, a aquecer e sermos aquecidos......)

30 comentários:

Layla Lauar disse...

é isso amiga... gostei do texto otimista...tudo passa mesmo, então o importante é curtir muito os momentos felizes e ter paciência nos momentos tristes, pois é uma questão de tempo para que se tornem lembranças apenas.

beijos um domingo feliz e iluminado!

Vivian disse...

...a vida é feita de momentos.

alguns bons, outros nem tanto.

mas todos eles tem uma razão de ser.

bons, quando estamos colhendo
frutos da bem querença.

ruis, quando estamos lapidando
o espírito e deles sairmos melhor.

em todos eles, com nuvens ou com sol, não devemos esquecer que Deus
caminha conosco, como nosso fiel
guardador...

bjs, lindeza!

yehuda disse...

Paula acorda
o dia desperta
lindo como ela
e o sol experto
sorri pra ela
nuvens, vento
bailam pra ela,
bela, bela
escreve belo poema
bate fotos
menos belos
que ela

anderson eduardo disse...

Nesta batalha do sol com as nuvens, quem ganha sempre somos nos, que ficamos com uma linda paisagem.... abração, lindo poema, linda imagem, tenha um dia lindo

M. Nilza disse...

Oi, menina!

saudades. Lindo seu poema! Com concordo que tudo passa.
Beijos

Alisson da Hora disse...

prefiro a noite.

Alisson da Hora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Beatriz disse...

"Deixando as letras saírem de mim
Enquanto observo o sol lutando contra as nuvens negras."

Muitas vezes fico assim também, deixando as letras saírem de mim... mas dói quando as nuvens negras se sobressaem na luta com o sol.

Te deixo um sorriso, meu anjo, enfeitando teu domingo e um beijo no coração.

Paula disse...

muito bonito, sensibilidade à flor da pele. Arrepios.Muito bonito.

Paula del Vecchio

*paula.delvecchio@hotmail.com

Nanda Assis disse...

então devemos agir como o0 céu, que mesmo coberto de nuvens negras e tempestivas ele faz um espetáculo de beleza. e qndo elas passam ele prova que nada pode apagar o brilho de lindos raios de sol ou da lua que nós tanto amamos.

acredita que sonhei com vc. acordei agora e vim correndo entrar aqui rsrs.

bjosss...

Bandys disse...

Paula,
Enfrentando os arrepios
Ouvindo os bem-te-vis
Deixando as letras saírem de mim
Enquanto observo o sol lutando contra as nuvens negras

Lindo, lindo!

Um domingo de sol pra voce,
beijos

JAZZ-MIM disse...

adoro seu blog e suas ideias! se passar por belo horizonte, grita!
bom final de semana! feliz dia das crianças!!!!

J. Neto disse...

Bom domingo pra você! :)

"Sofi@" disse...

É diferente esse teu acordar, mas não é por isso que deixa de ser interessante, e é mesmo ao acordar que te apetece escrever e pensar na vida.
Gostei do texto <3
Beijo



"Sofi@"

tossan disse...

Mesmo que o sol não apareça para nós, ele está sempre lá. Bj

GUILHERME PIÃO disse...

Após dias, acordei e o sol apareceu....sera psicologico ???
Abraços

Everson e Izi disse...

Muitas vezes as nuvens cinzas insistem em colorir o nosso ceu encoberto e deixar tudo com cara de tempestade...mas temos,mesmo assim que agradecer a cada dia ganho...beijos e uma linda semana...

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

É assim mesmo, querida Paula... tudo é transitório.
Talvez por ser assim a gente suporte tanta tristeza, tanto abandono, tanto desamor...
Talvez por ser assim a gente aprenda, não sem dificuldade, a valorizar os momentos felizes, o canto do bem-te-vi, o arrepio de frio, o calor do abraço amigo...
Talvez...
beijo e luz

Lilith disse...

Nossa...sabe que toda vez que o dia fica nublado (eu não gosto disso), eu fico tentando me concentrar nisso que vc falou, pra poder não me irritar com essa constante neblina de são paulo!

Ficou de uma paz profunda esse poema.
Parabéns

Bj imenso

Maria Tarot disse...

Muito positivismo!

Poemar disse...

Querida Paula,

Adorei a expressão intimista do teu texto, bem como todas as figuras de linguagem utilizadas e, mais ainda, o desfecho otimista dele.

***Abraços e, uma bela semana pra ti!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Bonito texto e foto, Paula.
Feliz dia das crianças. Também estou feliz, porque hj voltei a escrever sobre filmes, o que eu fazia e não estava conseguindo mais.
Obrigada pela visita, só vi agora, mas valeu, e bom final de domingo para você.
Um beijo,
Renata

vilminha disse...

Oi amiga. São os momentos bons que nos fazem suportar os menos bons e no final os momentos melhores veem sempre depois dos menos bons, acredite. Beijos

Bárbara disse...

a luz vence sempre, por mais fragil que seja...enquanto houver esperança...

Quase Trinta disse...

O importante é saber que o sol está lá... por trás das nuvens e uma hora ou outra vai conseguir passar por elas e fazer com que tudo brilhe.
Momentos dificeis existem e sempre existiram, temos nessas horas que tentar colocar a cabeça no lugar, respirar e saber que tudo é passageiro. E que sairemos de todos momentos ruins mais fortes e brilhantes...

adoro-te viu?

beijos

Caroline disse...

e o sol nunca desiste, sabe que é muito mais forte, maior e duradouro.

deveríamos seguir esse exemplo!

um beijo!

O Sibarita disse...

Ah fia, nuvem negra? Elas existem para nos alertar e depois como vc mesma diz se pica , abre o gáz e um novo céu azul desponta com todo vigor!

bjs
O Sibarita

Bill Stein Husenbar disse...

Um belo poema juntamente com uma magnifica foto.

Esplêndida combinação

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Jardineiro de Plantão disse...

Algumas coisas são transitórias, como as nuvens, outras se renovam... O sol se prazenteia todos os dias... e se esconde... como na vida... as ilusões, se podem tornar realidades, desafiando o tempo.

"Sei que o sol está lá
Ele ainda brilha
Por trás das nuvens
Mesmo que eu não veja"

Sol da meia noite disse...

O sol está sempre lá...!
Tal como o bom da vida está sempre em nós...
Precisamos de lutar com as nuvens, afastá-las... tal como o sol o faz.

Beijinho *