domingo, 30 de novembro de 2008

O beijo que guardei
 
Guardei um beijo para você.
Vários beijos.
De todos os tipos.
A validade não expirou.
Ele não era perecível.
Não se estragou.
Guardei por tanto tempo.
Nem vou dizer
O tanto de meses, dias, horas, minutos, segundos
Suspiros, lágrimas, palavras em poemas
 Noites mal dormidas
Amanhecer de tesão
Guardei com muito carinho
Desejos
Esperanças
Sonhos
Fantasias
Guardei por muitas luas
Vários dias amanhecendo
Lindos pôres do sol
Flores se abrindo
O beijo que guardei
Dei a quem tanto queria
Vivia a pedir um beijo
Sonhava com os lábios meus
 Nos lábios dele
Enquanto dava o beijo
Que não era meu, era seu
Que eu guardei
Os olhos choravam
Pensando na sua boca que nunca beijei

33 comentários:

Codinome Beija-Flor disse...

Estou procuranda qui "Guardadas" as palavras certas pra dizer algo diante a beleza das tuas palavras.
Bjo

FRAN "O Samurai" disse...

Oi Paula!

Belo poema!

Muitas vezes nos guardamos e ficamos esperando pessoas em nossa vida. Sonhamos por momentos e muitos deles não acontecem...

O importante é guardar "esse beijo" e aproveitar nossa vida da melhor forma possível, pois o tempo não pára!

Curta sua vida intensamente , pois um dia "esse beijo" que guardou, chegará a hora de dá-lo a verdadeira pessoa que o merece. O tempo é justo... Mas enquanto isso, aproveite!

Beijos.

Poemar disse...

Ihhh! Paula, não é que eu ando a fazer o mesmo: guardando beijos.


Uma boa semana!


Beijos!:-)

Vivian disse...

...ah
Paulinha lindaaaaaaa!!

o importante é que beijastes,
e beijar é tãããooo bom!!!!

rssss


muahhhhhhhhhhhhhhh


ps)...vc deve estar pensando:
mas esta Vivian é tão pratica,
que até parece fria diante
dos meus poemas.
mas não é nada disso, minha flor.
é que aprendi ao longo da vida,
que:
'se não tenho tudo que quero,
quero então tudo que tenho',
e assim continuo feliz.

Juliana Lira disse...

Eita que coisa mais linda!!!

Foto poema e principalmente o sentimento,olhe guarde bem guardadinho esse beijo que um dia ,um dia o sol vai nascer e nesse dia lindo um novo poema vai surgir.

Mil beijos para vc

Jardineiro de Plantão disse...

Lindas as suas palavras... um dia ainda vai dar esse beijo que tem guardado e dar vida aos sonhos e fantasias.

Que tenha uma belíssima semana...

E porque não ...um beijo. :-))

Sol da meia noite disse...

Sempre vamos guardando o melhor de nós...
Vem o dia em que guardar já não fará mais sentido... será chegado o tempo de dar...

Abracinho...
:-)))

Diego! disse...

Mas...quando se guarda um beijo assim....não acaba com o tempo vindo a tristeza?
Ando questionando tudo...até beijos guardados.

Até...

tossan disse...

Que bonitinho Vc e a Vivian, fico muito contente porque adoro as duas, muito.
Tua poesia hoje está saciada! Bom!
Te enviei a tua foto do bondinho sem a placa. Vc viu? Bj

Daniel disse...

Ah o beijo que guardamos para a pessoa amada... Lindo poema, aliás, como sempre! Tem novidades lá no Blues na Veia, passa lá e diz o que achou. Bjus e boa semana.

http://so-pensando.blogspot.com

http://blues-na-veia.blogspot.com

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo poema.

Otima semana para vc.

bjs.

Gilbamar disse...

Nada cativa mais do que um beijo, e se o guardamos para alguém especial cuja indiferença é manifesta, que ele não se perca nos lábios úmidos mas seja dado com o mesmo amor a quem nos ama e nos fará esquecer quem desdenhou de nosso beijo.

Meu fraterno abraço amigo poetisa.

Bandys disse...

Paula,
Lindo, amei...


beijos

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Paula!

Fico pensando se a intenção é algo para valorizarmos ou repudiarmos.

Enquanto penso, continuo lendo e descubro que se você deu a quem tanto queria o beijo que guardou, então cumpriu-se mais um ciclo de intenções.

Isso me lembrou uma música do Almir Sater. Segue uma estrofe:

"Intenções, orações, aflições, vamos repartir
Pensando bem, quantos sonhos deixamos pra tras
Outros porém, nós tornamos reais".

Um abraço!!!

Camila F. disse...

Paulinhaaaaaa
Como é possível querer alguem que nunca sentimos perto? Imaginar beijos sem nunca ter visto a boca desejada de perto?
Bem amiga... eu não sei!
Mas sinto tudo isso!
Belissimo poemaaaaa!
Beijão

Luiz Caio disse...

Oi Paula! Como vai?
O beijo que era seu. Dei à outra pessoa, com lagrimas nos olhos... Pensando em você que nunca beijei!

LINDO!

TENHA UMA ÓTIMA SEMANA!
BEIJOS.

Violeta disse...

a vid aé um desencontro...
o teu poema lembrou-me o cinam paraíso, Um bom filme para rever sempre, mais ainda nestes dias de chuva e frio...

Izi e Everson Russo disse...

Quantas historias são contadas num beijo? anseios, esperanças, desejos, amores, dore, despedidas, até logo, adeus, um beijo representa tudo, e um beijo guardado representa bem mais, ele é especial, é nominal e intransferivel, é exatamente pra alguem, ai que saudades de um beijo cheio de paixão....beijos pra ti, linda tarde e uma semana de paz...

Sedokao Morutaru disse...

Nem sei quem é você, e nem você sabe quem sou. Mas gostei daqui, voltarei mais vezes.

vou te linkar;)

Lilith disse...

Aff... que coisa mais linda que ficou esse poema! tava inspirada heim fia!

Beijar é tudibom né?!

Bj imenso

Anônimo disse...

oi
o tempo guarda tantas coisas....
será que guarda um beijo?


ivan lins já disse por aí
um beijo

Poeta Mauro Rocha disse...

O amor também é platônico, mas o poema é belissimo!!

Um abraço!!

Marcelo Martins disse...

Tenho tantos beijos guardados, e tantos que já dei...
Beijar é ato de entrega, não é volúpia, é fusão...

Dois Rios disse...

Paula,

Você até pode beijar muitos que queiram mas o beijo guardado só será dado a (esse) alguém que você queira.

Beijo,
Inês

Déia Arakaki disse...

Oi Paula .. primeiramente muito obrigada pela visitinha em meu blog viu!!
Á... no decorrer de nossa vida , gostamos de tanta gente que as vezes não gosta da gente..
E as vezes guardamos beijos que ansiamos tanto em dar..
Mais o tempo é sempre o Senhor da Razao..
E uma hora quando menos se espera lá esta ele o "Amor" ..
E .. é entao que podemos não so com o corpo mais com a alma dar aquele beijo que por muitas vezes guardamos muito dentro de nós .

Viva a vida com tudo que ela te oferece querida.
e seje muito muito feliz

beijos

Olavo disse...

Lindo poema..
o que falar de um beijo guardado??nada..não tem palavras para representar bem..
bela imagem escolhida tambem
beijão

Léo Mandoki, Jr. disse...

...qnd eu tinha 20 anos..tive um grande amor....dps sai do Brasil e ela saiu do Rio...só nos vimos 3 vzs dps disso...lendo esse seu poema....pensei «como eu queria que ela me tivesse escrito esse mesmo poema escrito por vc»
coisas da vida né??

caurosa disse...

Olá querida Paula Barros, o beijo, o toque mágico das bocas dos que se gostam. O maior ato de carinho que o divino Deus nos proporcionou. Eu adoro essa cidade maravilhosa retratada ai em baixo, pena que ela está violenta e maltratada. Esperamos por dias melhores. Muita alegria, paz e inspiração em sua vida.

Forte abraço

caurosa.wordpress.com

Raíza Rocha disse...

Esperar-te era a sua vigília de castidade.
Ela esperava em silêncio ruidoso,
acompanhada de uma solidão recatada.
Enquanto demorava demais,
se apoderava daquela vastidão adestrada de estar só.
Todos os dias, alimentava-se de si mesma e,
desejava a vida mais cheia de encontros.
Por temer perder os passos que já dera,dia e noite, não deixava apagar-se a vela.

Juliana disse...

Esse poema me lembrou uma musica que eu adoro, que fala mais ou menos isso
"querido amor, não vá em bora, eu guardei sorrisos e beijos para você"

Adorei

;**

Véu de Maya disse...

tocante o teu poema...uma noite feliz pra ti e tb amor feliz...

Deusa Odoyá disse...

Olá amiga paulinha.
Guardes realmente esse beijo, para seu grande amor.
Um beijo esperado, adocicado e com muito fulgor.
Que maravilha...
Uma semana com muita paz, amor e luz.
Da sua amiga.

Regimna Coeli.
Obrigado por suas visitas ao meu cantinho.

Amarísio Araújo disse...

Lindo o poema,Paula.
O bom é que há ainda muitos beijos
guardados em sua boca,aguardando
aquela boca que você ainda não beijou...
Um abraço.