quinta-feira, 19 de março de 2009

 Um pouco de denguinho
Um chamego, um colinho
 Queria seus braços me abraçando
 Minha cabeça em seu peito repousando
Imagino você forte
Nesse meu momento descrente
Suas palavras Em meus ouvidos
Suas mãos em minhas mãos
Uma brincadeira
Um sorriso
Uma prece
Uma cantoria
Você embaralha meus dias
Me faz ficar sorrindo
Diante de uma tela fria
Faz a noite virar dia
As palavras tem magia
Conselho tem serventia
Você pensa que não
Mas seus conselhos viram canção
Você sabe ser menino
Ser adulto e brincalhão
 Escreve feito gente grande
É grande no sentir
Vem sempre brincando
Fala sério quando preciso ouvir
 E sabe ser homem.....
 

45 comentários:

Paulo Palavra disse...

chamego é bom, né?

Dois Rios disse...

A vida está sempre dando voltas, querida Paula. Não para nunca. E as oportunidades estão em cada olhar, em cada palavra, em cada toque. Basta estarmos propensos a "senti-las".

Beijo,
Inês

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA PAULINHA ADORO-TE MENINA... O TEU POEMA TOCOU O MEU CORAÇÃO AMIGA... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Nanda Assis disse...

ai paula, preciosidades do coração é aqui mesmo que se encontra. coisinha mais linda, afinidades é muito bom qndo temos, qndo nos apaixonamos assim ai que delicia isso.

bjossss...

LOURO disse...

Querida amiga Paula!

Simplesmente belo este teu poema!!!
Gostei!!! Parabéns...

Beijinhos de carinho e amizade,

Lourenço

glória disse...

"vem meu menino vadio, vem sem mentir pra'você", vem sendo o homem que põe brasa em nossos corpos e nos eleva de ternuras com seus abraços. ainda bem que a vida te trouxe essa outra leva de intensidade permeada de ombros, de afagos e palavras-colo. teus texto me banham de delicadeza. bjs

yehuda disse...

excelente poema, lirico e bem humorado, lúdico e bem pensado,

Everson Russo disse...

Essa é a visão mais poetica do amor, ou do encontro com ele, colinhdo, cabeça no peito, maõs dadas, palavras faladas no ouvido, um violão, uma canção, poesia, paz, com certeza pés na areia em frente ao mar...nossa, tantas viagens seu poema leva, fico aqui pensando como será na exata hora em que escreve tudo isso? qual seria a visão, aquele desenho feito somente pelo coração e pela alma....beijos e uma otima tarde....

rui disse...

olá Paula..um final de tarde feliz para Si.........
Vim lhe agradecer a sua visita ao meu blog...e dizer-lhe que enquanto aqui estive..li algumas coisas que tem aqui publicadas...e gostei muito....este poema queria lhe dizer uma coisinha......Você sabe ser menino
Ser adulto e brincalhão
Escreve feito gente grande
É grande no sentir
Vem sempre brincando
Fala sério quando preciso ouvir
E sabe ser homem.....
....

em segundos revi.me ai nesse espaco
desculpe-me dizer isto....
se alguem que me conhece le-se isto
ia tambem dizer o mesmo.....

estive aqui feliz.....por tudo o que aqui li...... vou voltar
tenho a certeza....
fique bem um beijo
Rui

Olhos de mel disse...

Querida amiga, quem não gosta desse chameguinho? Bela prosa poética! Cheia de denguinho e amor...
Beijos

Daniel Savio disse...

Hum, interessante...

Fique com Deus, menina Paula.
Um abraço.

mangapinto disse...

Amiga,que homem feliz deve ser este. Que fantástico! o arco-íris sempre encanta a todos nós.

abraços - Mangapinto

furanzao disse...

Chamego, colo e carinho é tudo de bommmmm..... bjos p ti amiga.....adoreiiii, bjossss

Uma aprendiz disse...

Que delicia!

E viva o amor.

Fico feliz por você, Paulo.

beijos

Oui C'est Moi disse...

Será? Ainda estou tão descrente. Adorei o teu poema. :)

lugirão disse...

Paula, ao ler fiquei tão carente....

beijos

Avassaladora disse...

Paula, esse "faz a noite virar dia", é bom demais!
Coisa boa é o amor!
A gente sofre, mas sob seu efeito, ficamos no mundo da lua...rsrs

Difícil é despencar de lá!

Mas se formos ter medo da queda, nunca andaremos nas nuvens


Beijos e carinhos!...rsrsrs

Ana Lu disse...

Ihh, nada como um chamego bom..
*_*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula
lindissimo,
,
vou dengar
um chameguinho, tá ???
,
jino, deixo,
,
*

Amarísio Araújo disse...

Paula,

Aí estão bons ingredientes para um amor...e de alguém que nos faz sorrir dá para desejar logo,logo,
sem muito pensar,um chamego,um colo.
Doce e suave a sua poesia,pronta para ser sussurrada e fazer aquele efeito...

Uma linda noite pra você.
Beijos carinhosos.

Jardineiro de Plantão disse...

Belíssimo momento de inspiração, poema lindo, sem complexos demonstrativos... Atestando as evidencias da doce compensação, num lirismo extrovertido de muito bom poemar (isto existe, se não existe passou a existir).
Bom de saborear, qual doce impregnado de alegria.

Muito bom voltar a ler seus escritos, seus poemas, seus ideais.

Abraços

Eurico disse...

Bom, o aconchego. Mas Paulinha, quero uma imagem pro cabeçalho do Eu-lírico. Algo que tenha a ver com o Blogue.
Abraçamigo e fraterno.

Bandys disse...

Paula,

Amo receber e dar carinho.

E um colinho é tudibão...

Lindo poema
beijos

TristãoeIsolda disse...

Há sempre uma magia, que faz a noite virar dia.

Abraço

Pelos caminhos da vida. disse...

'FELIZ DIA DO BLOGUEIRO'

BEIJOOO

emilie d. disse...

Lindo poema...
fiquei aqui pensando se seria uma canção....

*** Cris *** disse...

Olá,td bem?
Lindo post! Aproveite essas oportunidades que a vida oferece,mesmo que no início não parece nada legal.
Gostei daqui, um abraço!

Elcio Tuiribepi disse...

OLá Paula, hoje resolvi colocar os coments em dia, pois fim de semana vai ser brabeira...
Vi no seu coments que sua mãe já escreveu três livros...puxa! Que legal, com certeza motivo de orgulho para os filhos. Mas sobre o que ela escreve? Poemas também? Ou outro tipo de leitura, coisa assim mais normal...rsrs
Acho que isso ajuda a passar o tempo, preencher a vida...
Parabéns pelos poemas...e sorte para seu amigo aí abaixo...
Bom final de semana...um abraço na alma...

Olavo disse...

Parabens pelo dia do blogueiro..
Tem selo para vc lá no blog
Beijão

Maria Dias disse...

Oi Paula!Este poema quer dizer q a fila andou?rs...Legal!

Ah vc me perguntou no Avesso quando volto a escrever de forma mais profunda(poesias?)hummm...Sabe, estou num momento de ouvir músicas ,ir ao cinema,fazer ginástica! Estas cosas sabe? Quando escrevo de mim sou muito sincera e existem pessoas q nao merecem me ver de forma tão transparente.Isso só ia servir para fortalecer o ego.Ainda não é a hora de voltar a escrever coisas lá de dentro pra vcs(prefiro escrever sobre o q estou ouvindo e vendo!)mas vou ver se tenho poemas antigos para postar por lá!Beijinhos

Maria

Tatiana disse...

Lindíssimo post!
Coisas que só um bem querer nos faz sentir!
Deixo aqui um abraço carinhoso
e meu desejo de que tenhas um belo final de semana!

Cadinho RoCo disse...

As oportunidades existem sempre.
Cadinho RoCo

Cecília disse...

Vim desejar um
Feliz dia do Blogueiro!!!

Depois volto com mais calma!
Beijão!
Ótimo final de semana!!!

Vivian disse...

...Paulinha linda,
hj vim falar de nós.

...20 de Março dia dos blogueiros!!!

pois e não é que inventaram
um dia para nós os blogueiros
sem cura?!!
rss

algumas pessoas criam seus blogs
apenas para passar o tempo.
outras com a idéia de mostrar
seu trabalho, outras ainda,
para encontrar amigos, fazer
amigos e até encontrar amores,
por que não?

não importa a maneira,
importa sim que estamos
aqui a cada dia trocando
energias, emocionando-se,
e fazendo emocionar por
meios de um simples ecrã
que toma vida quando
colocamos nosso
coração em contato com os
amigos muitas vezes sem rosto,
mas que conhecemos a alma,
esta que, ao contrário das
plásticas ilusórias, não tem
poder de mascarar-se, e que
portanto, no decorrer dos posts
e suas qualidades, deixam-se ver
como realmente é, que espírito
habita este ser, quantas afinidades
podemos encontrar com ele por aqui
num simples teclar, ou toque de
mouse.

este é o poder dos blogs.
o poder da internet unindo
pessoas por um fio.
uma fina rede de fios,
permitindo que teias invisiveis,
levem à cada coração sintonizado,
as melhores e mais doces emoções.

feliz dia à todos nós,
blogueiros sem cura.
rsss

Cotovia disse...

...não sei porquê, mas tudo o que escreves transborda de carinho e ternura.

Bonito

Jeanne disse...

Linda descrição de uma amor que todos gostariam de estar sentindo, vivendo...
O amor é tudo isto, é o que dá cores à vida.
Beijos

Vanna disse...

É bom essas voltas q a vida dá. Amei o texto, já vivi uma experiência assim.
Bjs, lindo fim d semana.

Mario Neves disse...

Amiga Paula! Amor é dengo, chamego, xodó é tudo. Está nos gestos, nos sentimentos, nas temperaturas, em fotos coloridas e também nas preto e branco, Está nas estações do ano, tanto nas calidas, temperadas ou frias. Amor é aroma de hortela, é um arrepio na espinha, um friozinho na barriga. Amor é tudo, um tudo que não pode ser dito, um tudo que nunca foi escrito ou explicado porque o amor é um mistério que se sente sem definir.E quem é que deseja explicar o amor? Todos querem apenas amar.Bem Aventurados os que amam. Amiga hoje é o dia do blogueiro, quero saudá-la pela data. Elevo a minha taça para um brinde por você e seu blog. Parabéns! Tenha uma semana mágica digna de um romance inesquecível. Saudações Poeticas - Mario Neves.

Simples Assim... disse...

Lendo seu post, logo na primeira estrofe, vc me fez pensar numa coisa. Há pessoas que simplesmente não têm momentos descrentes. E o motivo é óbvio: natureza. Nessas pessoas crer em alguma coisa é inevitável, decorrência do instinto de sobrevivência. A gente pode ficar aparentemente seca durante um verão sem chuvas, as folhas caem, as flores murcham, a casca enruga, mas lá dentro há vida, há água o suficiente para manter a essência que fica ali, só aguardando o momento de renascer em um temporal de renovação.

Sabe querida? Não me canso de falar sobre a doçura que há em suas palavras. Foi inevitável sorrir quando li: "Você pensa que não... Mas seus conselhos viram canção". Carícia em forma de palavras.

Bom estar aqui, bom mesmo. Bjs !!!

Mai disse...

Eita!

Coisa boa se as oportunidades que demoram a aparecer, deixassem-nos sempre assim de ladinho um do outro...

E quem merece,merecerá sempre não uma, mas todas as oportunidades que precisar ter.
Beijos, amiga.
Fica bem.
E parece que estás,mesmo...


(miau!!!)



Carinho,

Mai

Lobodomar disse...

Paula, boa noite.

Eu ainda não conhecia seu blog. E por enquanto li somente esse poema aqui, sem título. Mas achei-o tão melodioso e lírico, que virei fã.

Voltarei depois para ler mais de sua arte.

Grande abraço, Poetisa!

tossan disse...

ah...se o Mandoki comentar isto..rss...Eu gostei. Bj

Codinome Beija-Flor disse...

Hmmmmmmmmmmmmm
Coisa boa...
Hmmmmmmmmmm
Hmmmmmmmmmm
bjos

Vict9r disse...

É isso que dá piada a vida, ela tar sempre as voltas. Embora por vezes possamos sair magoados, mal sempre apena arriscar

abraço

O Sibarita disse...

Zorra! Apaixonanta, inquietante, chamante.... Belo poema!

Paula, colocou o coração na ponta dos teclados e fez poema retado!

Moça, aiaiaiaia.. demais!

bjs
O Sibarita