quinta-feira, 23 de abril de 2009

Brasília é uma cidade com gente feito a gente. Cemitério Campo da Esperança
Templo da Boa Vontade
Brasília pelo meu olhar, seguindo roteiro turístico e sentindo. Olhem a cor do céu, as nuvens, sintam o sol queimando a pele, o vento frio aliviando o sol, a cor do solo. Peçam informação, peguem o ônibus, o metrô, andem muito, venham comigo. Brasília não é políticos corruptos. Muitos dos corruptos vão de nossos estados, segundo me fizeram refletir. Ela é uma cidade de gente dos diversos estados, gente guerreira, que trabalha muito. Pessoas acolhedoras
Praça do Relógio em Taguatinga - cidade satélite
Itapuã, não sei se cidade ou bairro, em construção. "O Jardineiro" - Escultura de Assânio Vasconcelos no Parque da Cidade
Ginásio de Esportes
Catedral
Interior da Catedral
Interior da Catedral
Interior da Igreja Dom Bosco
Catedral Militar de Nossa Senhora Rainha da Paz
Vista do lago Paranoá. Palácio do Planalto
Supremo Tribunal Federal
Museu da Cidade Presidente Juscelino Kubitschek
Ponte Costa e Silva
Memorial dos Povos Indígenas
Congresso Nacional
Congresso Nacional - foto tirada da Torre de Televisão
Torre de Televisão Entrada do Pontão Lago Sul
Centro de Convenções
Zoológico
Memorial JK
Os Candangos - Monumento aos construtores de Brasília
Autor: Bruno Giorgi
Palácio da Justiça
Prédios residenciais
Palácio Itamarati
Ponte JK vista da Ermida de Dom Bosco
Ponte JK
Um parte da área dos Ministérios
Hotel Nacional
Banco do Brasil

Pensamentos meus

Assuta um pouco andar sem saber os caminhos. Tanta gente. barulho de carros. Avenidas larga. É preciso parar, olhar o céu azul, respirar. (13.04.09, - dia que cheguei)

Não importa o local que você está, importa o quanto de tempo você decide dedicar a você. Ao seu prazer. (15.04.09)

Brasília, mais um sonho realizado, mesmo que incompleto.

Chego em Brasília com penas arrancadas, asa quebrada, um sonho desfeito. Mas com muitos pés para andar, por dentro de mim, pela cidade. Se não posso voar, ando, ando, ando.....quando vejo estou voando de novo.

Qualquer erro podem avisar. Depois colocarei mais fotos, um outro olhar.

28 comentários:

Pedro Ivo disse...

Olá minha paixão irresistivel, seu poster me deu saudades de Brasília e de viagens em geral. Se um dia eu voltar a cidade reta com bastante tempo, eu irei tirar um para conhecer Glayce. Beijos meu anjo do nordeste.

Rodolfo de Sá Cavalcanti disse...

Brasilia não me entusiama. Além do péssimo clima, não gosto da sua arquitetura fria, além de abrigar os maiores bandidos que elegemos nos últimos tempos: nossos Deputados e alguns Senadores. De toda forma, parabens pelas fotos.

abs

Everson Russo disse...

Nossa,em materia de exibir e tirar fotos voce dá um show, lindas,maravilhosas,eu que nem conheço já estou adorando Brasilia..rs..rs..a foto do zoo entao já me deixou radiante,adoro os selvagens, eu acho lindo demais esse seu lado de correr atras e realizar os sonhos, ve los palpaveis e nunca desistir, queria eu ser assim tambem, nao consigo, sempre coloco algo que impossibilite na frente...lindo demais, parabens...beijos e um otimo final de semana...

Fábio Mayer disse...

Lindas fotos!

A arquitetura de Brasilia tem uma harmonia com a paisagem natural impressionante, apesar de, eu sempre digo, ser bela mas disfuncional (não são prédios bons para quem vive e trabalha neles).

De qualquer modo, suas fotos são sensacionais, e as da catedral, maravilhosas. Parabéns!

glória disse...

Paula, gosto de imaginar que percorro esses caminhar através de teus olhos. espero que o clima possa favorecer o recrudescimento de cada asa partida, de cada sonho tangido pois teus sentimentos são de férteis. bjs

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola!! Fez boa viajem?? Recebi seu recado e quero retribuir o abraço, obrigado pela atenção e espero que em uma outra oportunidade eu tenha mais tempo para conversar e passear pela cidade, desculpe qualqer coisa e fico feliz com esse olhar (seu e somente seu)de Brasilia.

Um grande abraço e tenha um ótimo fim de semana.

Fabricante de Sonhos disse...

Olá!
Encontrei teu blog ao acaso e gostei de tudo que vi por aqui!
Um cantinho inteligente e muito acolhedor!
Parabéns, viu?

Voltarei!

Ótimo final de semana e um grande beijo meu...

Fabricante...

rouxinol de Bernardim disse...

blog sensacional! visitar Brasilia gratuitamente e de forma tão eloquente é maravilhoso!

Ciceronado por você vale a pena!

Blue disse...

Andei e ando passeando contigo por Brasília, belas fotos. Viajar, viajar e viajar, a que saudades me dá! Só apenas uma correção, se me permites dizer: "...Brasília não é políticos corruptos...". Melhor seria dizer: Brasília não é somente de políticos corruptos. E até daria pra dizer mais: como em qualquer lugar, Brasília é de gente como a gente, pessoas boas, pessoas más, como em qualquer lugar! Beijos e to pegando carona contigo...

Paulo Palavra disse...

Boas fotos!!!
muito boas mesmo. Parabéns!

Prof. Sergio Ricardo disse...

Mais uma das, tantas, viagens maravilhosas que fazes e compartilha conosco... demais mesmo Paulinha. bj e ótimo final de semana

Luiz Caio disse...

Oi Paula! Como vai?

Lindo, lindo... Excelente trabalho!
Fotos maravilhosas, e uma contagiante transmissão dos sentimentos que te envolveram durante essa (aparentemente) suave e doce viagem!

PARABENS QUERIDA!

TENHA UM ÓTIMO FINAL DE SEMANA!

BEIJOS.

Tatiana disse...

Adorei as suas fotos!

Desejo para você um belo fim de semana
Um beijo e muito carinho

Pedro disse...

Sempre que eu vejo o Memorial JK eu lembro do símbolo do Bradesco. hahaha

Avassaladora disse...

Paula, que belas fotos!
Apesar de conhece Brasília, sempre me enconto com sua arquitetura. E suas fotos tem um brilho especial...
Quase fui a Brasilia esses dias que vc estava lá... Tenho dois irmãos que moram lá... Era a chance de te conhecer. Mas não deu certo, devo ir agora em maio...
Mas quem sabe não vou a Recife...rs

Viajei junto com vc, sempre aqui acompanhando suas aventuraS...RS

Beijos e tenha um lindo final de semana!

Beatriz disse...

Chego em Brasília com penas arrancadas, asa quebrada, um sonho desfeito. Mas com muitos pés para andar, por dentro de mim, pela cidade. Se não posso voar, ando, ando, ando.....quando vejo estou voando de novo.
Tua postagem, minha linda, levou-me a recordar uma época em que estive em Brasília, mas ao contrário de ti não cheguei com penas arrancadas, asa quebrada, um sonho desfeito, mas foi assim que eu saí de lá... um sonho desfeito que me faz apenas caminhar, pois as asas ainda não me permitem voar.

Escolheste com esmero o ângulo das tuas fotos. Estão belíssimas!

Que possas voar sempre, meu anjo, cada vez mais alto, e à medida que fores voando que tuas asas adquiram o lindo dourado de um nascer-do-sol.

Fica meu beijo e meu carinho no teu coração.

Beatriz disse...

"Chego em Brasília com penas arrancadas, asa quebrada, um sonho desfeito. Mas com muitos pés para andar, por dentro de mim, pela cidade. Se não posso voar, ando, ando, ando.....quando vejo estou voando de novo."

Tua postagem, minha linda, levou-me a recordar uma época em que estive em Brasília, mas ao contrário de ti não cheguei com penas arrancadas, asa quebrada, um sonho desfeito, mas foi assim que eu saí de lá... um sonho desfeito que me faz apenas caminhar, pois as asas ainda não me permitem voar.

Escolheste com esmero o ângulo das tuas fotos. Estão belíssimas!

Que possas voar sempre, meu anjo, cada vez mais alto, e à medida que fores voando que tuas asas adquiram o lindo dourado de um nascer-do-sol.

Fica meu beijo e meu carinho no teu coração.

lugirão disse...

Paula,

Belas fotos.

Bom fim de semana.

gamella disse...

eram férias?

edson marques disse...

Paula,


Por que você sumiu por tanto tempo???


Não consigo te amar menos do que te amei...


Flores!

Nanda Assis disse...

meu querido anjo de asa quebrada, queria tanto ter sentido felicidade nas suas palavras, pena, vc viajando curtindo e se sentindo triste. o que eu faço???

bjossss...

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula, primeiro quero falar sobre as fotos, muito bonitas todas elas, mas fico com a escultura do " O Jardineiro"...muito linda...
Quanto a sua forma de comentar...ser imparcial e não dizer nada além de você mesma...
Ah...se você não é assim, para que mudar...controla a cachoeira...rsrs
Mas se tem algo que me emociona são essas coisas também, canções, poemas, pessoas...e por falar em pessoas...Kd a tal vovó da carona, senti falta de gente nessas suas fotos...mostra a galera de Brasíla pra gente...bom fim de semana...um abraço na alma e obrigado pelas palavras sempre de incentivo lá no Verseiro...valeuuuu...

Pena disse...

Fabulosa Amiga:
O que nos revela não é um sonho, é pura beleza e encanto numa cidade maravilhosa do seu lindo Brasil.
Fantástico!
Beijinhos sonhadores e repletos de amizade pura.
Sempre a admirá-la e ao seu enorme génio, ternura e encanto.

pena

Linda!!!!!!!!

C.S. disse...

Olá Paula
Também tem acompanho há algum tempo e não havia comentado...
Suas fotos estão muito bonitas, engraçado sempre achei que por Brasília ser habitada, na sua maioria, por políticos, que era uma cidade de mentira...no entanto olha ela aí...é de verdade!!!

Sobre o comentário que vc deixou no meu canto...
Eu cresci com uma ditadora, em forma de avó paterna,que dizia que existe tempo para tudo, para brincar , para rir, para chorar, sinceramente até achava que ela deveria marcar numa agenda o dia de fazer amor...
Como eu sou uma transgressora nata, nunca respeitei esse tempo, sembre brinquei quando tive vontade, sempre ri de dar gargalhada quando bem me apetecia e quando me deu vontade fiz amor na hora que meu corpo pediu.
Porque? porque viver com respeitando o tic tac do relógio? "quem sabe faz a hora não espera acontecer", sempre vivi com esse lema, mas até eu esperei acontecer demasiadas vezes, e fui acumulando vida dentro de mim, e agora...esse é o meu tempo...a vida sai sem eu nem dar conta...
Sempre me disseram "Caroll se você não muda o seu jeito acaba sozinha", a resposta..."se tiver de ser, que assim seja".
O meu tempo é esse, a minha hora é agora, e quem não consegue me acompanhar, temos pena, mas fica para atrás, o meu carro só segue para frente, e a estrada só fica atrás de mim, e eu corro a 200km/h.
Não existe tempo para amar, não existe tempo para viver, amanhã posso não ter tempo, posso estar encurralada dentro de um caixão, e o meu epitáfio vai ser "ela deu um tempo, até ficar sem ele...", na na na não, o meu epitáfio eu já escrevi, porque o tempo corre tão rápido como o meu coração bate.

Um abraço

Carolline Souza

Codinome Beija-Flor disse...

Ver Brasilia por seus olhos é bem difenrente do que vemos na televisão.
Que bom que voltou.
Bj

Daniel Savio disse...

Fala sério, um sonho quebrado da lugar para outro sonho que pode vingar...

Pense assim senhorita Paula.

Fique com Deus, menina.
Um abraço.

Dona Sra. Urtigão disse...

Jornalista, voce, Paula, nos informando sobre belos lugares a visitar e se não for possível conhecer ao vivo, pelo menos conheço por suas palavras e fotos. Bravo!

Memória de Elefante disse...

Nada, mas nada acontece por acaso...!Ali já estava o Elefante certamente silencioso a segurar tuas asas cansadas para um novo voo...

Ando entre um tempo e outro,fazendo uma viagem por aqui e estou descobrindo maravilhas!

BEIJO E ÓTIMA TARDE!