quarta-feira, 15 de abril de 2009

Os encontros. Muitas andanças, mas contarei outro dia. Hoje vou tentar resumir o encontro com três, com três, pensaram rápido? Três jornalistas. Um não tem blog. Conversamos, falei mais de mim. Ele queria entender algumas coisas. Uma pessoa que tornou-se especial, porque é especial. Depois, fui a apresentação da Orquestra Sinfônica de Brasília, no Teatro Municipal. Fui, assim no singular, deu para captar a mensagem, não é mesmo? Um belíssimo espetáculo. Na mesma noite, o segundo encontro, duplo. Dois blogueiros, que são jornalistas e amigos. Um foi me buscar no Teatro, vejam que chique. O segundo estava num bar, comemorando o aniversário da irmã. Foi ótimo porque conheci irmã, irmão, cunhado, amigos. Faltou a mãe e o pai, queria tanto conhecer. Um encontro descontraído, muito, muito bom. Faltou a foto da lua, na beira do lago. A conversa estava tão boa que esquecemos. A irmã dele perguntou como conheci os blogs, e na retrospectiva, cai sempre na mesma história. Resultado fui ficando nervosa, a mão suando frio. Pedi uma dose. Ainda ouvi, e ela diz que não bebe. Bebo de vez em quando, só não tomo cerveja e chopp. Uma dose, fiquei tonta e pernas bambas. Melhor que tremendo. Um tem 23 e o outro 24 anos. Minha filha conhece eles pelos nomes, o filhote virtual e o genro virtual. Minha filha diz: quer dizer que ganhei um irmão e um namorado, e eles sabem disso? Sabem, e continuaram rindo. Sou fã deles. Um carinho que pude sentir ao vivo, a cores, e a tremedeira (minha claro). Todos os três abraçam super gostoso. Sempre tem muito a ser dito, cada um tem uma história entrelaçada com a minha história. Com o meu caminhar, e com essa vontade de conhecê-los. Paulo Palavra (filhote) http://emsetratandodisso.blogspot.com/ Diego Amorim (genro) http://www.leravida.com/

28 comentários:

Pó das estrelas disse...

Grande aventura Paula. novos amigos, ou velhos amigos.

bj

Paulo Palavra disse...

o teatro é Nacional, Paula.
Teatro Nacional Cláudio Santoro.

paula barros disse...

Obrigada, filhote. rsrsr

PreDatado disse...

Nem tudo é ruim neste perigoso mundo virtual de encontros e desencontros. Ainda há momentos que nos deixam arrepiados. Mas daquele nervosinho mais ou menos bacana.

Blue disse...

Legal, mostra que podemos ter encontros, que podem começar na espera virtual e terminar numa mesa de um bar ou restaurante, dando início a uma amizade muito bonita. Beijo

Menina do Rio disse...

Bons momentos, Paula!

Um beijo

Sam disse...

A vida é um tecer de ruas, avenidas, esquinas e vielas.

Um emaranhado de encontros e em cada uma delas, em cada um deles, uma surpresa.

Beijos meus e muito carinho

Vict9r disse...

São destinos que se cruzam....E tudo começa com um simples OI

Engraçado né!?.....momentos magicos ou digamos antes insolitos ;)


bjs
fica bem

Eurico disse...

Brasília esconde segredos no nome. Tem brasa e tem ilha. Divirta-se, Paulinha!

Abraçamigo e fraterno.

Helena Paixão disse...

É assim mesmo a vida, feita de encontros e desencontros, coincidências, novos conhecimentos que arrastam mais conhecimentos...
Bonita a vida, não é?

Bjinhos

Bandys disse...

Paula,
Momentos bons e inesqueciveis.
Beijos

Deusa Odoyá disse...

Olá minha amiga Paula.
Desculpe a minha ausência, estive acamada.
Estou retornando com força total.
Adorei seu texto.
A vida sempre nos surpreende com coisas boas.
E nosso seu caso foi ótimo.
Uma semana de muita paz, amor e luz.
Que Deus possa sempre iluminar ses caminhos.
Parabéns...
Beijinhos doces de uma nova amiga.

Regina Coeli.

Avassaladora disse...

Paula, que gostoso essa energia que vc passa, e que bom essa interatividade entre pessoas desse mundo virtual... Que bom um pouco de vida real!!!
Seria mais fácil, se tudo pudesse terminar assim...rs
Teatro, barzinho, um chopp...
Fico muito feliz por vc!!!


Beijos em seu coração!

Pelos caminhos da vida. disse...

Boa noite.

beijooo.

Maria disse...

Bom mesmo é estares entusiasmada com a viagem a Brasília?
Desfruta o mais que puderes...

Beijos

Leo Mandoki, Jr. disse...

ahahahahah....fiquei aqui rindo!! será que qnd vc vier aqui em portugal, em leiria, tbm vai ficar assim nervosa e de mão suando qnd me vir? se ficar..não se preocupe eu te sirvo uma dose! será que tbm serei candidato a filho ou a genro? (ou a outra categoria qq..ahahahaha!) se diverte guria! ...entre no blog dos seus amigos...pensei q iria encontrar post de reportagens..mas encontrei uma espécie de diário...

Elcio Tuiribepi disse...

Bom dia Paula, puxa vida, imaginano o quanto enriquecedor esteja sendo esta sua experiência, viajar sozinha e se encontrar consigo mesma e também com várias pessoas interessantes, até suadeira e tremedeira deu...rsrs...que legal, isso é um bom sinal, emoção, coisa boa de sentir. Assim que eu estiver com mais tempo dou uma olhada no blog deles ok...as provas por aqui estão pipocando...deixa eu ir...
Bom tudo aí...aproveite ao máximo...um abraço na alma

Amarísio Araújo disse...

Paula,

A andarilha merece um encontro assim.E sinto,daqui,o encantamento dos envolvidos neste encontro,nobres e doces almas.

Que a aventura continue feliz.
Beijos carinhosos.

Grace Olsson disse...

aventura maravilhosa, nao é mesmo Paula????Coisas boas essa net nos dar..bjs e dias felzies, princesa

Pelos caminhos da vida. disse...

Abraços significam amor para alguém
com quem realmente nos importamos.....
para nossos avós ou nossos vizinhos,
ou até mesmo para um ursinho amigo......
Um abraço é algo espantoso...
é a forma perfeita de mostrar
o amor que sentimos,
mas que palavras não podem dizer.
É engraçado como um simples abraço
faz-nos sentir bem...
em qualquer lugar ou língua...
É sempre compreendido...
E abraços não precisam de equipamentos,
pilhas ou baterias especiais...
É só abrir os braços e o coração...

Guarde este abraço

beijooo.

Everson Russo disse...

Eu gosto de ler sua intensidade, quando vai,vai fundo nos minimos detalhes, mas o singular do teatro poderia ser plural não?Não é possivel isso,acho interessante essa de conhecer novos ares e novas ideias, conhecer os blogueiros, que de tantos sonhos e loucuras são perfeitamente reais, quanto a lua foi pecado nao imortalizar a imagem...um grande beijo pra ti e uma linda quinta feira....

•.¸¸.ஐA Borboleta apaixonada pela Rosa disse...

Que delícia de encontro, Paula!
Você é jornalista?
Eu estou quase me formando em jornalismo por aqui...


Beijos e borboleteios

Wagner Marques disse...

Fiquei só imaginando seu rosto receoso!

Cαmilα ♥ disse...

Ai adoroooooooooooo conhecer pessoas novas!
Ainda mais quando são especiais.

BeijOs Paulinhaaaa

JC disse...

Bons momentos. É sempre bom enontrarmos e estarmos entre amigos. Sem eles a vida não faz sentido.
Beijinhos

Simples Assim... disse...

Pra mim, é bem natural que nasça entre pessoas que nunca se viram um afeto verdadeiro. O que faz nascer o carinho, a amizade e talvez até o amor não é o corpo, o som da voz, ou o olhar. A amizade vai se construindo aos poucos com a troca de idéias, o compartilhar de momentos peculiares, a sintonia. E quando paramos pra pensar? Já está formado e fortalecido o laço. Acontece que é inegavelmente bom ver a materilização, bem na sua frente, do ser tantas vezes imaginado. É mesmo pra bambear as pernas. Pelo visto, a andarilha voltará cheia de novas histórias. Bjs !!!

Nanda Assis disse...

deve ser muito bom conhecer as pessoas pessoalmente, e sentir seus abraços, vc é de fato uma pessoa de sorte e feliz.
bjosss...

Daniel Savio disse...

Que bom que a sua viagem esteja sendo boa...

Ham, como assim namorado e filhote?!

Hua, kkk, ha, ha, estou implicando contigo, o que importa e ser feliz, concorda senhorita?

Fique com Deus, menina Paula.
Um abraço.