sexta-feira, 3 de abril de 2009

Sinto falta de você
Minha fonte inspiradora
Que faz meu corpo respirar e transpirar
Sinto falta das suas loucuras
Despertando as minhas
Da sua imaginação
Borbulhando em meu corpo
Das suas fantasias
Me alimentando
Sinto falta
Da sua sede de amar
Da sua fome de prazer
 Do seu olhar apreciador
Das suas palavras de desejo
Sinto falta
De desenhar o meu corpo
 Com os meus dedos pincéis
De ouvir tocar aquela música na alma
 De sentir meus olhos derramarem brilhos
 Ao lhe ver
Sinto falta
Do meu corpo vivo
Das carnes trêmulas
Do coração palpitante
Do andar leve
De me perder em mim
Sinto falta de mim
Quando não vejo você

43 comentários:

Jardineiro de Plantão disse...

Sabe o significado de embasbacado... pois é como fico ao ler alguma da sua poesia...

Sinto falta
Do meu corpo vivo
Das carnes trêmulas
Do coração palpitante
Do andar leve
De me perder em mim

E embasbacado por aqui fico... tão longe e ao mesmo tempo tão perto.

Não sei se mando um abracito, um abração ou um XiCoração, por via das dúvidas mando os três.

Carlos

Avassaladora disse...

Paula, quando me deparo com um poema assim, também fico embasbacada!
O Carlos tem razão.

Vc faz ressuscitar tantos sentimentos que estão trancadinhos aqui no peito...

""Sinto falta de mim/Quando não vejo voce."
É o sentimento mais doído....

Um beijo no coração!

byfranzao disse...

Bom dia, amore!
Adorei o poema como sempre, como todos os outros...
Só não gosto de sentir saudade, depois de um acidente, percebi que a saudade é algo a ser desprezada....

Everson Russo disse...

Lindo demais esse sentir falta, é um apelo ao amor, um culto, um sentir que dói lá no fundo e ao mesmo tempo carrega aquela esperança de ter de novo tudo aquilo que ja sentiu um dia, nem preciso dizer que é exatamente assim que me sinto quando escrevo, e tenho escrito sempre, e sempre me sentindo assim, tem hoas que dá uma saudade não sei do que, de onde, lugares que a gente nunca viu, que pairam em nossos imaginarios...coisa de maluco mesmo...rs..rs...de madrugadas, dos estado de consciencia alterado, lembra dele? faz tempos que nao falamos nele, mas está sempre presente, e o mais lindo ainda da sua poesia, foi tanto falar e chegar no finalzinho fechar com chave de ourto, "sinto falta de mim quando nao vejo voce", é exatamente ai que está o ponto...lindo, lindo, lindo...muitos beijos em seu coração e um maravilhoso final de semana...

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

realmente Paula, vc é maravilhosa com as letrinhas, vc nos faz olhar
para dentro de nossa alma,
parabéns!!!
lindo!!!

bjs e ótima sexta!!!
espero que reviva esses sentimentos!!
lane

Zek disse...

Que linda declaração de " saudade", coisa de quem ama ... coisa de quem espera... coisa de quem vive.

Porque quem vive ama, quem vive espera ... e sente saudade durante a espera!!

Beijos!!

yehuda disse...

falta é passageira
pega minha foto
a cola no seu corpo
acaricie seu dorso
sentirá o tremor
a emoção através do tato
feche os olhos
e deixe o prazer te envolver
e depois se deite
com a minha foto
na profundez do colo
aproveite e se deleite

FRAN "O Samurai" disse...

Oi amiga!

Romantismo, desejo, saudade... Coisas que andam sempre juntas. Belas palavras. Sentir falta da pessoa amada é como esquecer da gente mesmo e deixar a mente viajar em lembranças do último encontro.

Você é cheia de romantismo, gosto disso nas pessoas.

Beijos.

L&L-Arte de pensar e expressar disse...

gostei de seu blog parabens quando der visite o meu www.palavrasarteblablabla.blogspot.com

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Esse desencontro que a falta faz, ficou lindo nas suas palavras...

Lindo!

=]

Maravilhosa sexta

Rebeca

-

Tatiana disse...

Essa falta tão sentida... fez brotar palavras belíssimas assim!

Um belo final de semana para você e para todas as pessoas que estão em seu coração!

Um beijo carinhoso

rui disse...

muito boa tarde Paula....
quero-lhe dar os parabens por este magnifico trabalho.......
nem sei se nao será o melhor dos melhores que voce aqui tem colocado
sentir a falta de alguem .....
acredito que sinta ...e sabe porque?........porque se nao senti-se nao ia poder escrever este belo poema..............
Paula..já coloquei o seu selo...
muito obrigada pelo seu carinho
espero que o texto seja do seu agrado.......... há nao posso esquecer.....fiquei feliz ao ler que sua Filha cursou o mesmo que Eu ando a tirar....ela já exerce
Eu já pratico..mas nao conclui..
bom fim de semana para Si e para a sua Familia..........
um beijo
Rui

Daniel Savio disse...

Eita amor...

E obrigado por me visitar, está bem?

Fique com Deus, menin Paula.
Um abraço.

Francisco disse...

Estava sentindo falta de ler um post assim!
Parabéns pelo blog.
Abss!!

Dona Sra. Urtigão disse...

Leio e releio. E mais uma vez, nada a dizer, sòmente ler.

Déia Arakaki disse...

Oi Paula..
Nossa mais que falta tão sentida!!
Percebe-se que seus escritos são com toda sua alma e seu coraçao.
Bem..
Quanto ao que voce comentou lá em meu blog so posso lhe dizer o seguinte:
Deus tem várias maneiras de nos dizer "Continue Tocando".
Derrepente é o sinal é uma palavra vinda de um amigo.
Um situação que indiretamente nos dá a resposta do que procuramos.
Uma musica que toca ..
Deus tem várias maneiras de nos responder ao coração.
Preste atenção e voce saberá a sua resposta querida!!
Beijokas

Betho Sides disse...

Eu também estava sentindo falta de você meu anjo...Muitas saudades!
Continuas escrevendo maravilhosamente...Puxa que bom voltar a ler Palinha Barros.
Forte abraço e grande beijo lindinha.

Márcio Ahimsa disse...

Paula, querida, que bom que gostastes do que leu em meu blog. Bom, estou esperando tua volta de portas e sorriso abertos.

Tambémq gostei muito do que li por aqui.

Beijos,querida.

PreDatado disse...

No entanto, apesar da ausência, vejo que a musa inspiradadora não a abandonou.

Vilminha disse...

oi amiga, ador ver poesias suas esta então você estava mais que inspirada "Sinto falta de mim
Quando não vejo você" UAU! demais diz muito em tão poucas palavras, não vou nem dissecar frase pois ela é tão poetica que deve ficar neste romantismo que ela encerra em seu proprio significado. Estou aqui aplaudindo de pé, Parabens. Bijos e um ótimo final de semana.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Lindo, falar de amor desta maneira é lindo!
Bom final de semana.
beijos

Eurico disse...

Dizem que o corpo fala, e esse poema tem corpo.
Abraçamigo.

T O D O S E U disse...

Hummmmmmm.... isso será amor...sentimento de falta, é saudade... lindérrimo seu post amiga. bjs e otimofinal de semana

Etelvina de Oliveira disse...

Lindo, Paula.
Amei!

Eu também me sinto assim: um reflexo do nada quando a luz dos olhos dele não estão sobre mim.

Ai, ai.

beijos

Ana Lu disse...

Ai Paula, sua capacidade de escrever esses poemas e passar pra gente todo o sentimento deles é incrível
;D

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem selinho la pra vc amiga.

Fim de semana de luz.

beijooo

In pressões disse...

Lindo Paula!

Peter Pan disse...

Estimada Amiga:
É uma verdadeira e autêntica Divindade de fascínio.
Beijinhos.
Encanta.
Parabéns sinceros e sentidos pela sua imensa significação poética linda. Fabulosa.
Bem-Haja!
Fascinado e com cordialidade amiga e de imenso respeito que nutro por si

p.p./Pena

Eduardo Miguel disse...

Olá Paula!!! é mesmo assim a vida aprendemos uns com os outros em um caminho do compartilhar e assim de novo aprender e mais uma vez então descobrir que a vida é bem mais do que só aquilo que visualisamos ...
Obrigado pelas sempre e frequentes visitas pelos coments e pelo carinho com que nos trata a mim e meu trabalho adoro passar por aqui e ler teus pensamentos em verso e presa suas fotos em um tour virtual seus fragmentos de vida a nos completar e permitir sempre um pouco além... beijos em seu coração e o meu sempre obrigado.

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula, realmente música, assim como a mania de escrever, fazem parte da minha vida intensamente, o artesanato acabou ficando um pouco de lado...rsrs.. mas, quando estou em férias, me dedico um pouco a ele.
Lembro do poema que você fez e quanto ao Ednardo, um tempo atrás pesquisei na net para saber por onde ele andava e descobri que está apenas se apresentando regionalmente. Imã é muito bonita, eu tinha um CD, mas perdi pela lei usocapião(é assim que escreve)...meu irmão se apoderou...rsrs
Bom fim de semana Paula...um abraço na alma e parabéns por mais um lindo poema, feito de saudade...
Valeuuu...fuiiii

Philip Rangel disse...

Oii Paulinha como vc esta???tava doente mas to de volta.....

muito lindo mesmo seu poema.....saudade...humm tanta saudade das pessoas especiais ne.....

bjao

Amarísio Araújo disse...

Paula,

Só posso dizer que me emocionei muito com o que você diz aqui nestes versos tão cheios de amor.
E você fechou com chave de ouro a sua poesia ao dizer "Sinto falta de mim quando não vejo você".
Quando amamos muito,saímos de nós para nos transfundir na pessoa amada.
Parabéns por mais esta linda poesia.

Um ótimo final de semana pra você.
Abraços carinhosos.

Sam disse...

Olá moça!

Vim aqui conhecer sua casa, se me permite entrar!

A conheço pelos comentários pintados com sempre belas palavras em muitos cantinhos, como flores em jardim de muitas casas.

Me encantei com tudo... e suas fotos, tão lindas!

Tomei a liberdade de plantar suas flores lá no jardim de minha casa.

Meu beijo pra vc!

mundo azul disse...

_________________________________

Belo e intenso o seu poema!


Beijos de luz e o meu carinho...

__________________________________

Blue disse...

Como é bom sentir a falta.
De alguém, de alguma coisa.
Belo poema, parabéns. Quem ama sempre sente falta! Bjs.

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Paula!

Linda poesia!!

Não há mais nada a ser dito.

Um abraço!!!

Luiz Caio disse...

Oi Paula! Como vai?

Abrir o coração e falar sobre os verdadeiros sentimentos que nos invadem, já é um grande passo rumo a realização de um desejo!
Também sinto essa falta...

A FALTA DE ALGUÉM!

TENHA UMA LINDA TARDE, E UMA ÓTIMA SEMANA!

BEIJOS.

Opuntia disse...

São fortes os versos finais.
Belo poema.

Bjos

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

Teus versos são de uma beleza e de um sentimento incríveis, Paula.
É sempre um deleite ler teus escritos...

Beijos e borboleteios

Afonso disse...

Tão lindo o poema! :D
Beijinho*

Sol da meia noite disse...

Sentir falta...
E tantos são os momentos em que sentimos essa falta...
Em que a vida se resume à falta que se sente.
Em que nos sentimos incompletos, como se algo tivesse sido arrancado de nós...

Amiga, uma boa semana.
Um carinhoso beijinho *

Luciene de Morais disse...

Paula!
Faz tempo que estou meio of. Você continua ótima.
Eu adorei isso...
"Sinto falta de mim, quando não vejo você"!
Sou romântica assim, também

O Sibarita disse...

Pois é! Há de se perguntar e quem não sente?

Sente sim!

bjs
O Sibarita