sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Foi escrito em julho de 2008...hoje  tenho as fotos.
Chega de mansinho
Me chama
Eu vou

Conversa comigo
Conta as novidades
Mostra cada lugar
Todas as belezas

Pega minhas mãos com carinho
Me conduz
Leva mais adiante
Com o olhar maroto
Sorriso no canto dos lábios

Me abraça
Mostra tudo
Todos os cantos e encantos
A magia
Me faz sonhar
Sorrir, delirar

Aponta a lua
O céu, o mar
Me deixa vendo estrelas
Sentindo o cheiro
O toque....do ar
Me faz suspirar

Passeia por entre ruelas
Ruas de paralelepípedos
Becos e esquinas
Praias
Por todos os caminhos
Me leva

Diz eu gosto de...
Eu acho bonito...
Eu desejo....
Corre
Com tuas mãos nas minhas
Faz o coração acelerar
Ficar sem fôlego
Sentir o sangue correr nas veias

Me leva com você
Bem juntinho
Vamos juntos
No pensamento

Me mostra tudo
Olha nos meus olhos
Sorrindo
Diz baixinho
Tudo o que eu quero ouvir
Grita no silêncio
Gosto de ....estar aqui
Isso é uma maravilha
É tudo........


PARATI

21 comentários:

Daniel Savio disse...

Poesia, mas não sei se ele deve te mostrar o lugares, mas te mostrar que você pode ser feliz com ele...

Fique com Deus, menina Paula.
Um abraço.

Blue disse...

Viu como as palavras podem ser sempre atuais?

Lindo poemas. Os versos apenas estavam a esperar as fotos.

Ficou lindo.

Beijos

Elcio Tuiribepi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula, Parati é realmente um lugar especial, pois além de suas belezas naturais existe também uma aura boa que encanta a quem dela se permite aproveitar...
O poema lá foi feito antes do outro, gostei muito também, acho que estou descobrindo um outro formato em minha escrita e tem sido legal compartilhar e ver as opiniões dos blogueiros nesta minha... porque não dizer, nova forma de escrever...é isso...
No seu poema ficou a impressão de um momento muito bacana, super especial...um abraço na alma...bjo

Mai disse...

Ah! Paulinha, andei tanto nessas ruas, sem rumo,sem hora, sem mim...
Parati é muito bela. Preservada.
Há mistérios nas noites mas, sobretudo a vida marinha, é fantástica. A arquitetura nos desloca no tempo, né.
Teu texto me fez isto como se tivesses deslocado de um outro tempo este poema que encontrou, em Parati, o cenário ideal.

Você foi precisa em foto e texto.
Abraços, amiga.
Lembranças a Lara.

Maldita Futebol Clube disse...

Oim, paula ...agora aquelas suas fotos cariocas são olí´picasa...que chique! pinta lá opelo MFC, acho que gostará d a série "Em algum lugar do passado" beijão,leandro

Lídia Borges disse...

Lugares e olhares...

Muito bonito!

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

sou louca pra morar em Parati,nao sei por que...
ótimo fds!!bj na alma

Mimi disse...

muito lindas as suas fotos de Parati
eu gostaruia de morar la

Memória de Elefante disse...

PARA(TI)
Uma boa noite, após esta visão de fotos encantadoras ...

Beijo

(Carlos Soares) disse...

Parece que viaja muito.Ah, como eu queria. belas imagens e texto.Ótimo final de semana pra você.beijos

Chuvinha disse...

Historicamente a atualmente nos faz sonhar...

Amarísio Araújo disse...

Paula,

Eu só vou dizer que gosto de estar aqui e sentir o que você fala nos seus versos maravilhosos.

Linda e eterna poesia,lindas fotos!

Andei lendo tudo por aqui que eu ainda não tinha lido nos últimos dias.
Obrigado pelas suas sensíveis e belas palavras sobre Minas.Pena que você não passou por Viçosa.Esteve perto.
Confesso que estou com saudade do abraço que não dei.

Uma linda noite de sexta e um maravilhoso final de semana pra você.
Beijos.

entremares disse...

Muito bonito o local... e as palavras, já vi onde se inspiram.

Transmitem paz, serenidade. E isso é muito bom.

Um óptimo fim de semana para ti.
Rolando

Sol da meia noite disse...

Doce poesia... um sentir feliz.
E as fotos... uma maravilha.

Deixo beijinhos * *

:-)

Lucí disse...

Olá..

que lugarzinho encantador.. o conjunto da poesia com as imagens, deu uma aquecidinha no coração, um sossego...

bjinhos linda, bom final de semana!

Memória de Elefante disse...

Paula!

Eu aqui trabalhando... fugi, vim só te desejar Bom Dia!!!

Beijo

Everson Russo disse...

Engraçado, ou interessante como somos,,,rs,,rs,,,mais uma vez a sintonia, agora no sentido da busca no passado...rs..rs...andei fuçando, e é essa feia palavra mesmo, o bau do Livro e postei hoje, e uns dois tres dias atras, tambem algumas coisas antigas, as de hoje são de 98 mais ou menos, são canções que fiz, e as duas respondem a sua pergunta daquele dia no shopping, apesar de roqueiro são baladinhas leves, mas vou comentar seu post e depois volto lá...Quando chega de mansinho, chama, a gente vai,,,ai meu Deus, isso é perigoso, isso começa assim, lugares, belezas, pega nas mãos, abraça, e a gente vai se envolvendo, assim como na leitura do seu belo poema, e vai se imaginando naquilo, naquela historia, naquele coraçao, naquele mundo, naquele amor e pronto, olha o coraçao se perdendo por essas ruelas da vida, depois vamos correr atras das madrugadas pra refeltir, pra escrever e pra degustar a solidão...xiii, hoje to pra baixo,,,não vai prestar o comentario...rs..rs..im so sorry....e voltando ao que voce me disse, na realidade o odio dito em "Junho" foi apenas um paralelo entre o amor e o odio, aquela coisa meio que, ou me ama ou me odeia, que tudo que a gente vive, quando tá muito gostoso, muito bom, meio que como o passeio do seu poema, um dia acaba...é assim que sinto as coisas, as sensações são boas mas tem data de validade....muitos beijos, otimo final de semana, lindo sabado pra ti...

myra disse...

quanto é maravilhos viajar...e estas linhas, e estas imagens, que belza, querida amiga, um beijo grande grande,

Hannah Sá disse...

Obrigada, sou sim dos Sá Barreto.. xDD Conheces alguém da família? (se bem que ela é tão espalhada que tem até na Bahia se não me engano... xD)

Fosses a Parati para o evento de fotografia?

O Sibarita disse...

Em sendo assim... Tá beleza, essa lua que conduz reluz sobre o mar de Jauá...kkkkkkkk

Eita moça viajante, um dia ainda chego lá, faça fé! kkkkkkkkk

Bjs
O Sibarita