sábado, 28 de janeiro de 2012

Série: Entrelace de lembranças



Uma palavra, apenas uma palavra pode ser suficiente para beijar os olhos, descer macio pela emoção, e trazer a infância de volta.  Gasoso, foi suficiente para fazer rir os olhos, e estes mesmos olhos ficarem marejados. Bombom de gasosa, infância, o bar da esquina, a mãozinha cheia de bombons, a língua toda ferida da acidez do bombom, sentir ele, o bombom, abrindo frestas ao ser chupado. Uma palavra e o gosto bom do bombom, da infância, abrindo frestas nas lembranças, trazendo em borbulha a infância.

E porque o passado a ser visitado, ou o passado que nos visita em lembranças, é  um passado revivido em emoções. Lembranças provocadas por um retrato, por um cheiro de fruta, de comida, de perfume, cheiro de terra molhada, de uma situação vivenciada, por um texto lido, algo simples pode fazer o passado passear por a gente. Uma palavra apenas - gasoso.


11 comentários:

Everson Russo disse...

Uma palavra colocada com carinho, pode trazer uma lágrima de emoção, pode virar uma canção, uma poesia, pode ser amor pra vida toda...beijos querida...bom sábado pra ti.

Maria Dias disse...

A língua ferida pela acidez do Bombom...Fiquei curiosa do sabor deste bombom(seriam de cupuaçu?Limão?tamarindo?...rs...Lembrei das balas de tamarindo da minha infância q me deixava a língua assim...
As frestas das lembranças q trazem borbulhas(q bonito)...
E o cheiro de terra molhada foi meu perfume preferido da infância...Uma infância encantada e cheia de jardins secretos.

Beijinho

Maria

myra disse...

sim, é bastante estranho, mas qdo eu estava no Mexico, em Veracruz, porto,là tem um café que me lembrava a minha infancia, mas apenas o cheiro!café com leite, eu nao tomava, somente cheirava...e qdo me sentia triste, tomava o carro de Xalapa onde eu vivia, e ia cheirar a minha infancia em Bucarest:)))
beijos minha querida Paula

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula

O corpo do robo lá foi feito com uma embalagem da natura...rs...uma tampa de desodorante e as pernas com uam resistencia de chuveiro se não me engano...rs
Ao ler sobre o bombom de gasosa lembrei dos meus tempos de Ki-suco com agua mineral gasosa para ficar parecido com refri...rs
Infãncia é smepre bom lembrar...faz bem pra alma...é feito jogar confete dentro da gente...acho que é o passado que nos visita...bons tempos...
Um abraço na alma

Bjo...bom fim de semana

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Palavras entram pelo ouvido e repousam no coração. Lindo. beijos

Paulo Francisco disse...

Gostei do texto e do bombom rs.
Gosto de recordar coisa boa.
Um beijo grande

Felippe disse...

Que arte menina!!!

Lembrei das artes de quando era criança!!!

EDER RIBEIRO disse...

Que bom Paula que um bombom possa trazer lembrança tão boas. Reparto com a Maria Dias (no blog da Myra, tb foi assim) o meu pensamento. A terra molhada me traz lembrança da infância, tanto é que qdo está chovendo e se estiver em ambiente fechado digo: cheiro de chuva, estava chovendo. Bjos.

mfc disse...

Tudo é passível de nos reavivar memórias e de nos fazer vivenciar de novo momentos que julgávamos esquecidos.

Beijos.

O Sibarita disse...

Fia, relembrar é viver, então, neste seu texto contém toda a sua alegria... maravilha!


O Sibarita

Fabiola Farias disse...

Este texto foi o suficiente pra me apaixonar pelo blog.
Descreveu com tanta fidelidade as sensações da minha infância...não tive como não me emocionar...