sexta-feira, 13 de janeiro de 2012



série: sons da madrugada


Chego em casa, olho a sua foto. Evito fazer isso para que minhas lembranças não tenham um rosto. Olho a foto detalhadamente, me detenho em seus olhos, eles sorriem. Me incomoda olhar o seu rosto e seus olhos. Como será o seu olhar? É madrugada, hoje a madrugada não está silenciosa, em algum lugar tem uma festa, toca uma música que chega aos ouvidos, aos sentidos. Os galos cantam. Sua foto está guardada, não vou olhar mais para ela, pelo menos nesta madrugada.

Olhei a sua foto porque me deu uma saudade estúpida de você. Saudade? Como posso sentir saudade de você se nunca lhe conheci? Sempre chamo de saudade isso que é para ser vontade. Vontade que você estivesse comigo na festa. Por que na festa? Não sei se você gosta de festa? É madrugada, ao som dos galos e de uma vontade barulhenta, adormeci a foto no arquivo. Deitei os pensamentos na página em branco. Lembro da lágrima que escorreu quando lembrei de você na festa, ouvindo alguma música. Que música? Não sei. Lembrar de você surge com música ou sem música. A melodia é a vontade que me embala. E inquieta. Vontade que não adormece. Vontade que não se guarda em gaveta, nem em arquivo.

8 comentários:

mfc disse...

Essa vontade de conhecer... de idealizar... de procurar sentir...é a vontade de simplesmente amar!
E é uma vontade linda!

EDER RIBEIRO disse...

realizar esse amor platônico é muito mais do que satisfazer as vontades. Bjos

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula...

Lá no Verseiro voce fala de emoção...por coincidencia acabei de ler novamente o escrito do Eder e depois caio aqui para retribuir a sua visita, o seu compartilhar...o texto do èder fala sobre a simplicidade das pequenas coisas, dos pequenos gestos..e é assim a vida

Gostei da frase "deitei os pensamentos na página em branco"...é como se as idéias não tivessem tomado lugar no papel...tivesse adiado a escrita que estava na ponta dos dedos...eu nas minhas escritas vivo mudando tudo...demoro a escrever...rs...não tenho a facilidade que muitos tem...sou um operário das palavras...suor...muito suor...rs

Um abraço na alma...bom fim de semana pra voces ai...

Bjo

Evanir disse...

Eu só tenho a agradecer por você existir em minha vida
e compartilhar comigo sua sincera amizade.
Te agradeço por essa aliança tão linda num laço chamado amizade.
Eu te prometo fazer tudo para continuar merecendo essa dadiva divina.
Te prometo dividir contigo todo tempo
que me for possivel.
Nem vou falar que Deus te abençoe,
pois voce já é abençoada e iluminada em todos os sentidos.
Deus abençoe por cada visita ...
Um Final De Semana Na Paz E Na Luz.
Evanir...
Saudades machuca arrebenta a alma na verdade doença sem remédio.

myra disse...

minha queridissssima Paula, cada vez que venho aqui, suas palavras me emocionam...sabe acho que temos muita semelhança de sentimentos...obvio nao de idade :)
beijos

O Sibarita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Sibarita disse...

Oba! Tem fotos quardadas? Empatamos! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

É, também olho, reolho e aquela saudade retada de conhecer, engraçado, ouvindo um blues, um reggae, um samba reggae.

Aliás, assista esse video no Youtube, a música é "See You" de Lazzo Matumbi em parceria se não me engano do Zé Corró e cantada por Lazzo. kkkkkkkkkkkkkkkk

http://www.youtube.com/watch?v=eWj5w5X7YFg&feature=related

O Sibarita

Luiz Caio disse...

Oi Paula, passei aqui para matar a saudade!rsrs

BEIJOS