sábado, 16 de fevereiro de 2013






Preciso acreditar que fui

Mesmo indo, fiquei

E tendo ido, levei

Levei comigo lembranças

Saudades, vontades

Fui, tão carregada de mim

De mim ontem

De mim amanhã

De mim hoje

Preenchida de você





10 comentários:

myra disse...

voce ou eu escreveu estas palavras???:)))))
minha IRMA!!!!!
beijosssssssssssssssssssssss

vieira calado disse...

Olá, como está?
Há recordações que sempre nos acompanham!

Beijinho|

EDER RIBEIRO disse...

Lindo poema e mais lindo o comentário da Myra. Vcs duas, são duas pessoas q amo. Bjos.

Paula Barros disse...

Pois é Myra, temos sentimentos parecidos. Sei bem disto. É bom quando algo que escrevemos toca o outro.
Beijos, tenho um carinho enorme por você.

Paula Barros disse...

Estou bem Vieira Calado. E vc?
Pois é, recordações que não esquecemos fácil, e outras que nem queremos e nem podemos esquecer, fazem parte da história.
beijinhos

Paula Barros disse...

Também achei lindo o comentário de Myra, Eder. Me emocionou.
Obrigada por nos amar.
beijo

Maria disse...

Com o olhar posto no futuro, vamos sempre!
Muito bonito, Paula.

Beijos.

Paula Barros disse...

Oi, Maria, olhar para o futuro sempre ajuda na caminhada.
beijo

myra disse...

e assim, querida Paula!!!

O Sibarita disse...

Então tá! kkkkk Belexa preenchida de lá ele, se é aqui na Bahia iriam pensar que vc estava grávida, ou seja, prenchida, aqui é grávida, viu? kkkkkkkkkkkkk

Mas sei, não é o seu caso...

O Sibarita