terça-feira, 28 de maio de 2013





Leio meus autores preferidos, alguns vivos. Bem vivos. Destes que conseguem com a forma de escrever me transportar para a paisagem descrita no texto. Histórias que tem cheiro, tem gosto e que o paladar, o tato e o olfato ficam aguçados. São histórias bem contadas que mexem com o imaginário. As sensações do corpo são reais. São histórias que me fazem viva. Os meus autores preferidos estão distantes. Não posso vê-los, tocá-los, nem conversar. 

Toca o telefone. Ignoro. Estou lendo um dos meus autores preferido. Olhei o nome no visor, o telefone além de tocar, vibra. Eu não vibro com o nome do visor. Pensei, o nosso tempo já passou. Não quero beijá-lo – beija muito ruim, não quero dançar – dança muito ruim, não quero mais fazer carinho em suas costas – minha cota de tentativas já foi superada. Fico com os meus autores preferidos. No plural. São plurais minhas sensações.

Pensar nos meus autores preferidos não me desgasta. Vivo com cada um o que cada um tem de melhor. No cenário que crio. Olho a foto de um deles, contorno o rosto com o mouse, como se pudesse contornar com os dedos. Não sinto a pele. Mas do que me adianta alguém que me liga e que não quero sentir a pele? E que quando fiz carinho nas costas, no ritmo de algumas músicas que ouvia, como se meus dedos bailassem, era em outro que pensava. Pensava num dos meus autores preferido.

3 comentários:

EDER RIBEIRO disse...

Paula, por falar em autores preferidos, vc fez me lembrar de um que eu tenho uma paixão louca, qdo entro nas suas histórias é como se eu tivesse em outro mundo, criado por ele. Eu me deixo de ser para ser todas as personangem que ele cria. A interação é tão intensa q nada me tira da história. Quem é o autor? José Saramago. Por isso sei mto dessa sensação. Intenso o seu texto. Bjos.

myra disse...

e tem razao...ler e reler, em vez de lembrar e lembra...
bijos inha queridissima paula!

O Sibarita disse...

Ômeudeu! kkkkkk

Quem sabe um dia quando eu souber escrever alguma coisa, eu possa ser um desses seus autores preferidos, né não?

Mas, saiba que vc é a minha preferida pela singeleza do coração, do que escreve, do que fotografa, do... aiaiaiaia! kkkkk

O Sibarita