quarta-feira, 14 de agosto de 2013





Felicidade, muitos já deram a sua  própria definição.  Também tenho as minhas. Mas não sei explicar este sentimento de felicidade, de bem-estar, que alguém pode me causar, que ele me causa, só por lançar ao mundo pensamentos escritos. Os pensamentos falados não escuto. Não, não sou surda, apenas por questões de distância não posso escutar. E quando me propus a escutar, fechei os olhos, e me perdi nas minhas próprias vozes. Fechei os olhos para escutar, mas deixei de ver. A imagem era nítida, mas eu me perdia observando detalhes. Sim, eu já disse que observo detalhes e perco o sentido e a imagem e a vivência do todo. E naquele momento observar os detalhes dificultava escutar. Então fechei os olhos, e fui sendo embalada pelos pensamentos falados, lembro que o sentimento de bem-estar era tão gostoso, tão gostoso, que fugi de mim e devo ter ido para algum lugar lá dentro de mim, bem lá dentro, onde vidas, momentos, tristezas, alegrias e agradecimentos se fundem. Poucas lembranças ficaram do que escutei naquele momento, o que escutei, começou a circular no meu sangue e se fundiu comigo, com minha vida. O que escutei foi importante. Por fechar os olhos deixei de ver, mas o que elegi para ver se faz voz até hoje. Se faz lembranças e sentimentos a circularem por mim.




7 comentários:

:.tossan© disse...

"O importante é que a nossa emoção sobreviva".Lindo texto! Beijo
Escute A Mordaça de Paulo Cesar Pinheiro:
http://youtu.be/ri8R8_IiICg

eder ribeiro disse...

"mas o que elegi para ver se faz voz até hoje".
Lindo demais e bom de ser lido. Adorei a frase acima. Bjos.

myra disse...

beleza de text...e ,sim, :faz voz..." amo voce e o que escreve, gostaria de escrever assim...
beijos

Ricardo- águialivre disse...

Bom dia

É sempre salutar ouvis as nossas próprias emoções...Gostei muito do texto

Tenha um dia feliz
******************************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Paula Barros
Maravilhoso texto.. deliciei-me, ao ler

beijinho
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Paulo Francisco disse...

Gostei!
Outro beijo

O Sibarita disse...

Fia, muito bom se entregar ao pensamento e ir lá dentro do nosso finito canto e dele sair na leveza da brisa.

Maravilha! kkkkk

O Sibarita