quinta-feira, 13 de dezembro de 2007







Desnuda-se
Paira na superfície
Afunda lentamente
Borbulha
Efervescência de pensamentos
Sentimento que move
Transforma-se!



4 comentários:

Erika disse...

Isso poderia ser eu esses dias.

Linda foto, querida.

Beijos

www.oncoto.erikamurari.com.br

poetaeusou . . . disse...

*
em efervescente lava,
desaguando na imagin�ria foz,
*
xi
*

Edson Marques disse...

Paula,

que linda foto!

Moldura do poema, ou vice-versa!


Você talvez me conheça apenas como poeta-filósofo, com cheiro de amêndoas doces...

Mas também sou um poeta-pedreiro, que às vezes pega em argamassa, martelos e pincéis...


Publiquei a foto de um dos meus projetos loucos, hoje.


Abraços, flores, estrelas.

paula barros disse...

beijos erika, poetaeusou e edson, obrigada pela palavras doces.