segunda-feira, 14 de janeiro de 2008




Quanto mais a saudade aumenta 
Retorcendo a boca do estômago
Quanto menos entenda
Revirando as dobras da mente 
Quanto mais goste 
A ponto do coração bater descompassado 
Mesmo tudo sendo estranho 
Inexplicável 
Envolto em mistérios 
Faço o inventário dos pontos positivos
Fico maravilhada 
Este foi o caminho mais curto 
Para chegar a mim 
Ir ao encontro da espiritualidade 
A dor nunca entendi
O amor me conduziu
A esses encontros




3 comentários:

Beija-Flor disse...

Só o amor permite tamanha beleza.
Só o amor nos transforma assim.
A Saudade é assim também em mim, mas ainda quero minhas borboletas no estômago.
Bjos

Layla Lauar disse...

Se seu amor inspira versos tão bonitos, certeza que vale a pena ser vivido (sentido).

beijos querida

Chuvinha disse...

Sempre existem pontos positivos na dor. Ou aprendemos a superar ou aprendemos a conviver. Tenha uma boa semana!