domingo, 25 de maio de 2008









Acordo
Não queria dizer nada
Nem ouvir nada
Queria sentir
Mas para não dizer nada
Preciso dizer
Queria estar ao seu lado
Me sentir feliz e em paz
Segurar as suas mãos
Sentir meu corpo vibrando
Caminhar na beira da praia
Sentir a areia roçando meus pés
A água fria me arrepiando
O sol me queimando
O sal me ardendo
Queria estar em teus braços
Sentir o teu afago
O teu cheiro se misturando ao meu
Não queria dizer nada
Só ouvir meu coração batendo acelerado
Ouvir sua respiração se confundindo com a minha
Queria apenas sentir você
E me sentir



16 comentários:

MONICAVOX disse...

querida Paula,romântico demais ,adorei!tudo o que toda mulher quer e sente ao lado de quem ama...perfeito!que seu domingo seja ótimo,com muito sol e amor no coração!
walk on forever,monicavox

wilson rezende disse...

Passando para desejar um ótimo domingo é dizer que estou em novo endereço:

http://wilsonrezende.blogspot.com/

jobofevi disse...

Bom dia querida, UM belo poema romântico. Um grande abraço. gostaria sim.

Professor Sergio disse...

O poema romântico está demais. Ótimo domingo amiga. Abraço e um beijo

Everson disse...

O forte querer que instiga,define,decide,atrai,queria tudo sem ter nada, tudo que a gente quer nessa vida é sentir,sentir de novo aquele friozinho na barriga do amor primeiro,é sentir aquele medo outraz vez, o mesmo medo que alimentou o amor foi o mesmo que o viu partir, é estranho não sentir de novo, não ver tudo outra vez se na vida nada acontece inedito e sim uma reprise de algum lugar do passado,e sabia que o poeta não tem que ficar se explicando? não fiz pra aquela pessoa, ou fiz pra outra, o poeta escreve pra todo mundo e não escreve pra ninguem, ele tem o direito até ao erro de portugues, licença poetica, então minha querida, quando voce escreveu, escreveu pra todo mundo, e pra todo mundo que quiser, e que sentir, e tambem não escreveu pra ninguem, pra ninguem que não quiser ler ou sentir, entendeu? não? rs, nem eu, é aquele velho estado alterado...rs....beijos na alma e um domingo cheio de paz, amor, e o forte querer.

Pedro disse...

É uma pena quando a gente não pode sentir o outro como gostaria.

O Sibarita disse...

Ô não foi não? Hummm... não foi? Ah bom... kkkk

Dona menina, a poesia tá o ouro, poeticamente falando (Xiii... kkk nem poeta sou!kkk)o coração de poeta vai onde a emoção do sentimento, da paixão aflora, desembarca em desejos... é isso a sua poesia!

-Tá vendo mão? Eu não lhe disse? Você não acreditou e agora? kkk
-Tô, mas, acho que ela não viu que estou livre, leve e solta...
-Ô tá? Mas, não é a sua que ela quer! kkk
-Não é não? Então, tá! rsrsrs Oi você quer que eu abro o bico e eu não quero dizer nada... Eu quero é sentir! rsrsrs
-Oxente, ô quer? kkkk Como não? Você foi jogada (a mão) para escanteio, já era, se lenhou! kkkk
-Me lenhei? Você que pensa... Sou osso duro de roer, quando menos ela esperar oi eu na mão dela! rsrsrs.
-Sua convencida,(a mão) não tire seu cavalinho da chuva não, fique ai com esperança! kkk
-Não adianta, tô com ela e não abro, é melhor você arranjar outra mão para pegar seu abará, seu acarajé, sua muqueca de peixe... Sabe deu uma coisa Sibarita? Fique ai com sua lorota, não como nada dessa gaiva, vou é me picar, vou abrir o gás. Fuiiii... tchau, viu fiu? rrsrsrssrsr
-Ai Deus, o que fiz a essa mão? Vá embora não, sou gente boa! kkkkkkk
Quer dizer a moça faz a poesia dela e eu pago pato, pode? kkkkkkkk
-Tanto pode que você vai ficar sem mim, agora, eu quero ver você com dois cotocos o que vai fazer! rsrsrs
-Vixeee, assim, bato biela! kkk Me ajude ai fia! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

bjs
O Sibarita

Bandys disse...

Paula
Bela poesia. Linda foto.
Mas o Sibarita é demais ne?
Adoro ele.
beijos

J disse...

hey david, here is that site i was talking about where i made the extra cash this summer, it's pretty cool... anyway,
check it out ..

Izi disse...

olá, vim te conhecer através do Everson.
Belo o poema, qdo amamos queremos estar com a pessoa amada todo instante.
Mil beijos e ótima tarde de domingo prá vc.

Izi disse...

Primeira vez q te visito e não coloquei meu blog...rsrsrs
ah! fiz o comentário anterior.
http://sweet.d.zip.net
bjusss

Layla Lauar disse...

Que bonito querida, incrível como você descreve emoções; ainda bem resolveu postar mais cedo. Eu também, hoje, adiantei as minhas horas, escrevi, rápido, um sonho, antes que ele se diluísse no passar das outras horas.

Um lindo final de domingo

beijos mil

Chuvinha disse...

" Sentir" é mais importante que falar ou fazer. Fazemos atos mecânicos e dizemos frases prontas. O que sentimos é nosso.

Edson Marques disse...

Concordo com você, Paula: às vezes, para não dizermos nada, temos que dizer algo.

Ou, até mesmo, tudo!

Teus comentários deixados no blog MUDE são encantadores.

Abraços, flores, estrelas.

Edson Marques disse...

Concordo com você, Paula: às vezes, para não dizermos nada, temos que dizer algo.

Ou, até mesmo, tudo!

Teus comentários deixados no blog MUDE são encantadores.

Abraços, flores, estrelas.

Paula Calixto disse...

Lindo, lindo, lindo!!!

Tudo aqui: o poema, a imagem e o novo layout.

(((;

Beijos.