domingo, 1 de junho de 2008



AS JANELAS
(o olhar - de dentro para fora, de fora para dentro)



De todas as certezas
Que não tenho

De todas as convicções
Questionadas

De todas as verdades
Que tenho dúvidas

De todos momentos vividos
E não vividos

De todas as dúvidas
Medos e receios
Alegrias e tristezas

Fantasias e ilusões

Sonhos e realidades

Algo ainda me faz ter certeza

A janela aberta um dia
Fez com que eu me visse
Há muitos anos 
Por essa janela me vi


Encontrei passeando no calçadão
A minha própria força
Todos sonhos já realizados

De todos os questionamentos
Do dito e não dito
Da confusão de sentimentos
Do desencontro das palavras

Tenho uma certeza

Essa janela que me vi
Continua aberta
Ainda olho para mim

De todos os entendimentos
Não entendidos
Das palavras que incentivaram
Ou feriram
Das imagens dos meus sonhos
Outra janela abri
Por ela vejo a mim
Vejo meus novos sonhos

Não adiantou fechar a janela
Nem tirar as minhas imagens

Mesmo triste com algumas coisas
Alegre por muitas
Agradeço


As minhas janelas estão abertas
Novos sonhos foram despertos
Minha força interior foi descoberta
Agora tenho duas janelas
A que olho para dentro
A que olho para fora
Ou muitas.........





18 comentários:

Rêê disse...

olá paula. desculpa a ausencia aqui neste seu lindo espaço.
me mantive meia afastada disso tudo.!
lindo post.
amei
"De todas as certezas
Que não tenho"
beijos carinhosos

Anônimo disse...

ainda bem que voce tem outras janelas, que elas se abram. Que fiquem sempre abertas. Ache só a porta certa para subir.E suba. Suba com convicção, com certezas, sem precipitações, sem armas. Encontre sua janela Paula, é o que desejo. Do fundo do coração

Ricardo Rayol disse...

Permaneço eu no beiral, daquela janela antiga, de empoeiradas vidraças.

loverr disse...

oláá queriida paula. resolvi postar em meu blog. sim. dominog a noite me causa desespero. saudade insuportavel. principalmente quando eu o vejo durante a semna de longe bem de longe.
beijos uqerida. o sofrimento amenizoui. mas num se foi ainda;

Layla Lauar disse...

Você disse que ainda não terminou de escrever..mas como estou com problemas no meu computador, aproveito enquanto ele funciona, para lhe desejar que a cada janela aberta, se abra também a sua frente horizontes cada vez mais belos.

beijos e uma semana iluminada de otimismo e sonhos realizados.

Edson Marques disse...

As tuas janelas estão abertas.
Sempre.
E as tuas paredes, também.
São translúcidas e amorosas.
São poéticas.
Ventiladas.
Ventilantes.


Abraços, flores, estrelas..

MONICAVOX disse...

querida Paula,que essas janelas continuem abertas para a vida entrar e as novas possibilidades também.bjus e que sua semana comece assim, feliz e cheia de esperança,walk on forever,monicavox

Pedro disse...

Temos de deixar as janelas sempre abertas para o que vem de fora. Renova a alma.

lugirão disse...

Todos os dias abro novas janelas e algumas me trazem surpresas boas e outras nem tanto....
Li o seu post anterior, sou ex-fumante e concordo com o título do seu post, eu sou a prova disso, pois não me via sem o cigarro, que era meu maior companheiro,por pior que essa afirmação possa parecer, e por isso que só consegue parar quem deseja muito, mas muito mesmo mesmo, eu estou há 5 anos sem fumo, pretendo continuar sem.....

F. Reoli disse...

Olhares... janelas que vêem janelas. Lá de fora o sol varre o mundo da sombra, aqui dentro. E eu te deixo um beijo!

Poeta Mauro Rocha disse...

Janelas abertas, sonhos a voar...

MAURO ROCHA

BEIJOS

Milady - A que veio adicionar Luxo, Poder e Glória no cafofo disse...

Ei Paula, que beleza... Vc certamente tem muitas e muitas janelas... E que legal que vc ajuda a abrir um monte delas em mim com suas palavras e suas imagens!!!

Beijos

Bandys disse...

As minhas janelas estão abertas
Novos sonhos foram despertos
Minha força interior foi descoberta
Agora tenho duas janelas
Ou muitas........
.

Você tem um mundo...
Beijos

sergio disse...

O importante é que o passado floresceu em vc, que pôde entrar em contato consigo mesma. Abraço Paula....

Betho Sides disse...

Seus olhos sempre foram as suas duas janelas meu anjo...Janelas de sua alma, de seus desejos, de seus amores, de seus temores, de seu coração! Uma boa semana minha querida Paulinha barros!

Nadja Reis disse...

Lindo texto!Parabéns!Ah,e obrigada pela visita ao ''La vie en rose''! Volte sempre que desejar! bjoss

Chuvinha disse...

As janelas nos permitem ver o lá fora e permite que os de fora nos vejam.

MIKA (crocha.zip.net "loucura por inercia" disse...

Meu Deus que lindo, quando vc terminar nossa... Ficará mais fantástico do que esta parabéns.
Bj Mika