quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Alô? Tudo bem? Estou hospitalizado.... (coração) bum, pausa, bum, pausa, bum........ (pensamento) ainda bem que está falando... (lágrimas nos olhos, engasgo) Não posso fazer nada. Nossa! Nada. Estou presa num mundo distante. Onde amizade, carinho, afeição, ternura, admiração......só podem chegar no máximo a um alô. Quantos nem um alô será dado? Nem notícias terei. (inquietação). Dizemos que a vida é passageira, que tudo é efêmero, no mundo virtual tenho essa certeza todos os dias. A rapidez com que as pessoas entram e saem das nossas vidas é impressionante. Um exercício de desapego diário. Deixar vir e deixar ir. Se permitir viver alguns momentos. Mesmo que dê ansiedade, angústia, medos, receios. Sou tomada por um sentimento de vazio. De impotência. Estou a escrever. Não posso fazer mais nada. Me angustio por todos que tenho contato e que em situação semelhante não saberei notícias. Faço parte de um mundo separado por uma senha. Um mundo que a família muitas vezes desconhece, não tem acesso. Não tem a senha, não sabe da importância para a pessoa, desconhece a dimensão desse mundo virtual, os contatos, as amizades, os namoros. Fico presa na cadeira e no emaranhado de sentimentos e pensamentos desconexos. Que eu possa no próximo alô ouvir a sua voz......(a não possibilidade me assusta, basta o celular desligado, fora de área, não saber notícias....). E ter a certeza que estais bem. Volta logo amigo!
1- (final da tarde) Escutei a voz. Ainda hospitalizado, e ficará por mais alguns dias. Meu coração continua apreensivo. 2- Já pensaram em deixar a senha do blog com alguém da família ou amigo e pedir para nesses casos nos avisar?

31 comentários:

Camila disse...

Pior que nunca havia pensado nisso, viu?!
E olha que quase aconteceu comigo... eu iria sumir sem avisar!

Espero que seu amigo esteja melhor e que saia logo do hospital.

Beijos

O Profeta disse...

Espero que o teu amigo se restabeleça rápidamente...


Doce beijo

Everson e Izi disse...

É complicado,nunca tinha pensando nessa possibilidade de deixar a senha com alguem pra avisar numa possivel falta. Mas infelizmente o ir e vir da vida está na natureza humana, nomade nos sentimentos, muitas vezes penso eu que é sofrer por antecedencia, mas sempre me sinto assim tambem, quando conheço alguem ao inves de aproveitar intensamente o momento, viver aquilo como cada segundo jamais se repetirá, eu já fico fazendo planos pra ausencia, me questionando, será que é de verdade dessa vez? será que vai durar? quanto tempo isso durará? Isso é intensamente ruim e depressivo, inclusive, não sei se percebeu isso, voce como minha tradutora de sentimentos, (digo isso porque suas traduçoes do que escrevo me deixam muitas vezes refletindo um algo a mais, to tipo, poxa, era isso que eu sentia a nao me dava conta), escrevi, essa sim uma musiquinha já pronta chamada "Junho", que fala da agonia de viver o medo de perder, se não se lembra, ela deve estar mais facil de achar no Recanto das Letras que no Livro, mas está por lá tambem, e eu a escrevi num desses momentos de medo intenso de perder o que vivia.Mas voltando ao assunto, concordo contigo,o mundo virtual tambem nos dá essa sensação que a cada dia não teremos mais algum querido amigo, temos que entender a particularidade de cada um, seus problemas, claro que os blogs são e não são a vida da pessoa, não se pode te los como o principal motivo, mas a gente se acostuma e faz uma falta danada perder qualquer carinho que seja nesse mundo complicado, estive não muito legal comigo mesmo essese dias, e por pouco não postei a ultima pagina do Livro, desisti, por enquanto, sei que nada é eterno, mas tudo que vivemos faz falta um dia...como por exemplo, a sua já perdoada ausencia ontem,rs,rs,rs,e quanto ao seu amigo hospitalizado, não entendi se era uma metafora ou real, mas se for, que ele melhore logo e me desculpe pela novela de comentario de hoje, acho que to meio fora do ar, é aquela consciencia alterada que nos leva a escrever na madrugada....beijos carinhosos a ti, obrigado pela amizade e fique com Deus em um lindo dia de paz....

Maria Dias disse...

Paula...

Mais uma vez concordo com vc(gosto muito dos teus comentários no Avesso,sempre profundos).Bem, este mundo aqui(virtual) é assim mesmo,muitas vezes já pensei como vc.E se alguém q costumo trocar e-mails ou conversar resolve sumir?E se um de nós simplesmente desaparecermos do mapa?É um mundo tão fácil de chegar perto e ao mesmo tempo tão difícil de se chegar perto.É só desconectar ou se ligar no outro mundo para estar ou sumir.É Paulinha...A gente se acostuma até com as visitinhas dos outros companheiros de blogs e se eles não aparecem, começamos a pensar no q aconteceu...Mas não podemos esquecer que apesar de isto aqui ser assim frio...Existe alguém do outro lado q não é(parto do princípio q se eu não sou fria vc tb não é.q se eu me preocupo vc tb pode se preocupar).Mas e porque as pessoas são diferentes quando estão por trás desta máquina?Eu tb percebo q alguns se mantém sempre distantes...Eu não sei ser assim,gosto de saber do outro,dar uma satisfação,deixar recado(mesmo estando longe!).Mas não pensei nesta coisa de deixar senha do blog para o caso de ter q sumir sem ter planejado(achei boa idéia viu?)vai q alguém do outro lado goste da gente
mais do q imaginamos?Acho q é consideração isso né?Vou seguir os teus conselhos...

Bom q teu amigo está melhorou querida.

Beijinhos

Crika

Layla Lauar disse...

ele é meu amigo faz muito, muito tempo..estou tão aflita que nem consigo pensar em mais nada...

beijos

Patricia disse...

Vc esta certíssíma, eu tenho uma amiga que tem todas as minhas senhas, blog, orkut, msn... pq assim, se um dia precisar, ela entra pra mim.

mas, não se preocupe, ele vaii ficar bem.
Tenho certeza q sim.

Beijos!

GUILHERME PIÃO disse...

Ele vai ficar bem, desejo um breve restabelecimento.
Agora, a minha senha só se deixar com as minhas companheiras (Pituxa e Pretinha) duas cadelinhas lindas...eheheh
Abraços

Pavón disse...

Esse mundo é mesmo estranho, quase paralelo a nossa realidade de todos os dias... Acompanhamos a vida de pessoas diversas, seja por conversas no msn, seja pelo blogs que frequentamos. Sentimos falta quando alguem some sem dar noticia, quando param de escrever, quando algo de ruim acontece... sorrimos com a visita inesperada, com a conquista alcançada, com uma piada de ultima hora mesmo sem nunca termos um contato com essa pessoa. Criamos vinculos com pessoas que só seria possivel atraves deste mundo, e o corte desse vinculo nos entristece. As vezes acho que o anonimato de rostos que cria a magia deste mundo, mas o mesmo anonimato nos mata quando alguem simplesmente desaparece. Talvez o fato de darmos a senha do blog para alguem, seja perder a magia do anonimato de nossas linhas.
Isso me fez pensar aqui...

Beijos

PS.
Sobre o nariz e suas histórias, costumam dizer que só vive quem tem histórias para contar, nao é? rss

anderson eduardo disse...

Nao nunca pensei..... desejo a seu amigo melhoras.... abração e tudo de bom

Márcia(clarinha) disse...

Também estou torcendo por suas melhoras, ele vai sair dessa.[obrigada por notícias, eu não telefonei por medo de incomodá-lo]
Somos amigos faz tempo, nos falamos no telefone e por MSN, sei de suas alegrias, vontades e decepções e por isso torço para que saia logo, da ultima vez ele ficou só três dias no hospital e quase matou todos os médicos, rsss.
Essa sua idéia de compartilharmos senha e muito boa, farei isso, assim se algo me acontecer os queridos da blogosfera saberão.

lindo dia flor
beijos

José Augusto Sampaio disse...

o grande lance é o seguinte...a realidade não é nada literal como a net.
quando a gente se dá conta, já enterrou que nao deveria enterrar.
ou melhor...quando a gente se dá conta a tela é só um ícone. e a crença só depende de vc.

Luma disse...

Falei sobre isso no blogue esses dias e um outro amigo acabou por falar também, daí fomos chamados de mórbidos. Acho que de maneira geral os bloggers não se aprofundam muito nas relações virtuais. Eu sinto a energia da pessoa. Engraçado isso! Sinto saudade e no outro dia a pessoa aparece no blogue. Quando isso não acontece (raramente) fico preocupada e vou atrás. Espero que seu amigo esteja bem! Beijus

Vanessa Lima disse...

Já pensei nisso sim, só q nunca fiz...

+ vou fazer isso hoje mesmo...


Desejo muita melhora ao seu amigo, q Deus ilumine tanto ele, qto vc...

Bjos e um ótimo dia...

Landinho disse...

Vou colocar no meu testamento.

Poemar disse...

Ah, amiga! E ainda há quem ache que relação virtual é só uma fantasia, os sentimentos não são reais...
Bem entendo essa tua angústia! Sinto-a também na pele da alma.

*Beijos de mar!

*tossan disse...

Quase me acontece uma coisa parecida! É terrível! Bela narrativa Paula, epero que seja apenas ficção. Abraço

Eärwen Tulcakelumë disse...

Querida Paula

Existem amigos virtuais que são muito reais.
Acho que todos passamos por isso, acho que pensar em alguém para avisar aos amigos algo muito sensato.
Desejo a melhora do teu amigo.
Agradeço tua estada em meu mundo, onde és bem vinda.

Pérolas incandescentes de boas energias entrego em tuas mãos.

Eärwen

Jardineiro de Plantão disse...

Bem lembrado, amiga... mas por aqui todos sabem a palavra pass...

Se for verdade, o que a extraordinária, encantadora e contadora escreveu, então que seu amigo, largue logo as amarras do hospital.

Estou numa dúvida...
Não sei se mando um abraço, ou se fico com uma perna quente, sobre a mesa. Mas como terminei a janta... fico mesmo por um terno abraço à ilustre visitante, se bem que eu não goste da comida fria, mas bem quente.

Beatriz disse...

Uma postagem diferente, mas com a mesma marca de sensibilidade que sempre imprimes nos teus escritos. Esta preocupação com a ausência do amigo mostra bem a delicadeza de tua alma. Sabemos que os sentimentos e as emoções, por serem virtuais, não se tornam menos importantes. Tenho amigos feitos por aqui, que apesar de terem encerrado o blog continuam a me gratificar com os emails. Quando nos afeiçoamos a alguém, independe da presença física/virtual, para que o coração sorria ou se entristeça com os acontecimentos que nos cercam.

Amei tua postagem de hoje, amiga, aliás, amo todas (rs).

Um raio de sol brincando na tua tarde e levando um beijo para teu coração.

Paulo Palavra disse...

e ai, melhorou?

senha do blog?
só no testamento, pra deletarem tudo depois que eu me for!

Nanda Assis disse...

ha paula que triste, estimo melhoras e pessoa. e sabe que ja pensei nisso.

bjosss...

pikenatonta disse...

As melhoras para o teu amigo!
E sim, já pensei nisso, aliás, já o fiz. A minha situação clínica é instável... E bem, nunca se sabe... :(

NOCTURNO disse...

Afinal estamos apenas à distância de um click.

Basta um pequeno gesto para sermos apagados desta vida.

Apenas...um... ligeiro click... e os hologramas se desvanecem.

nem o nevoeiro se dissipa tão rápido do nosso olhar...

Beijo nocturno

Iana disse...

Amiga querida então é verdade ou ficção?

Se for verdade melhoras para esse seu amigo... esse coração maroto, que as vezes nos prega peças... ;) receba o meu forte abraço e muita fé!

Sabe eu já passei por isso algumas vezes, para pertubar meu estado de saúde também sou cardiaca Aff!!! e no início do ano tive de ir as urgências a sério se não morria e o amigo aqui queria mesmo parar :( mas "Deus" é por nós sempre!

Beijos e tudo de bom mesmo
abraços amigos da rosa
Iana!!!

Zek disse...

Tomara que seu amigo fique bom logo... e logo tudo volte ao normal !!!!!
Eu sei como doi essa sensação de impotencia, querer e não poder fazer nada!!!!!

Sol da meia noite disse...

Tanto penso na fragilidade que envolve este mundo virtual... E este teu texto ainda mais me fez pensar.
A angústia de perdermos os amigos, desconhecendo a causa dos afastamentos...

Que o teu amigo possa melhorar e a tranquilidade possa regressar ao teu coração.


Um beijinho *

Recanto de Sonhos disse...

Paula,espero que seu amigo já esteja bem.
Interessantes as suas ponderações e
a questão que você deixa ao fim.
Quantas ausências em nossas vidas se fizeram vazios!!!
Beijos carinhosos.

Deusa Odoyá disse...

Olá, Paula querida.
Tudo vai ficar bem com seu amigo.
È sempre muito ruim a sensação de perdermos um ente querido, pois amigos hoje em dia , são difíceis de ter.
Tenha fé em Deus e ele logo logo se recuperará.
Beijos amiga e dê noticias de seu amigo.
Regina Coeli.

Diário Espiritual da Vilminha disse...

amiga, Acordei um dia com esta preocupação e até comentei com o Sérgio, tipo se me acontecesse alguma coisa, (na época das dores de cabeça e aquele histórico da minha bomba relógio na cabeça) ele avisaria, estava aqui ao meu lado, mas e com os outros que não conhecemos, aqueles que têem o blog em segredo, aqueles que têem afinidades especiais com outro blogueiro, foram tantas divagações que o achei melhor não externar a minha preocupação além do sérgio e do flor.
Mas reitero o seu pedido, aos amigos virtuais, deixem alguém encarregado de dar um triste e inevitável fim.

Quase Trinta disse...

Eu fiz isso já... deixei a senha do blog, orkut pra um amigo... pra avisar e deletar meu blog se algo mais sério acontecer

*** Cris *** disse...

Olá Paula,
Sabe...agora me emcionei lendo seu post, já me vi em situação parecida e nesse momento me senti impotente,algumas vezes desesperada torcendo para que o celular não estivesse fora de área, é complicado,né? Ufa!!!
Espero que seu amigo fique bem logo.
Um grande abraço!