segunda-feira, 20 de outubro de 2008



Não consigo registrar o que vejo
Não consigo pegar o que sinto
A emoção é maior
 Não cabe em mim
Se desfaz no horizonte
 Momentos de encanto
Não palpável
Mas sentido


43 comentários:

tossan disse...

Mas vc conseguiu sim, registrou o meu amigo Sol. Bj

Alisson da Hora disse...

tá bem explicadinho...isso pra mim é um blefe bem estudado...

;)

beijo

Daniel disse...

Como diz o velho deitado, "uma imagem vale mais que mil palavras". As fotos estão lindas!

http://so-pensando.blogspot.com

Cleo disse...

Pesqueira, não conheço mas deve mesmo ser um lugar encantador. Fotos lindas.

Parabéns prá ti pelo dia do poeta.
Maravilhoso vir sempre aqui.
Beijos carinhosos.

Cleo

Vivian disse...

...obrigada minha linda,
por dividir estas maravilhas
conosco...

palavras se tornam desnecessárias
nestes horas...

muahhhhhhh

Layla Lauar disse...

lindas as fotos... e entendo o seu "sentir" em silêncio...

beijos

Pedro Ivo disse...

Você fala que as emoções não cabem em você, mas você nos cabe! Não que você seja menos que as emoções, mais sim que meu coração é grandão para caber a suas emoções. Entendeu?
Em um post bem passado, você disse para não tentarmos lhe imaginar. Porém, como bom capricorniano teimoso que sou, irei imagina-la sim, já que você não coloca uma foto sua. E depois de imaginar, irei falar no blog, você vai ver.

Beijos.

Camila disse...

Acho que não estava em minha cidade, mas você fotografou um "Belo Horizonte", heim?
Beijos querida


Ps. E sua viagem a MG?

Pavón disse...

Já vivi momentos assim em que a emoção transcende qualquer sentido comum, sendo apenas sentido na alma.

Beijos

PS.
Quem disse que um simples nariz poderia ser um enigma digno de indagações? Quem sabe um dia nao discutimos para onde o nariz aponta...rss

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Paulinha, fotos e texto, magníficos... SUBLIME!...
Beijinhos de carinho,
Fernandiha

Poeta Mauro Rocha disse...

Singelamente belo!!!

Um abraço!!

Maria Dias disse...

Vc não consegue pegar ou tocar pq vc sente.E sentir vale mais q mil palavras...

Beijinho querida!

Everson e Izi disse...

Muitas vezes é dificil descrever o sentimento, a gente sente e não sabe ou nao cosegue se expressar, daí entram, a musica, a poesia, a fotografia, o sorriso, o olhar, que muito dizem numa loucura presente...tenha uma linda terça feira,,,,beijos carinhosos....

Everson e Izi disse...

Muitas vezes é dificil descrever o sentimento, a gente sente e não sabe ou nao cosegue se expressar, daí entram, a musica, a poesia, a fotografia, o sorriso, o olhar, que muito dizem numa loucura presente...tenha uma linda terça feira,,,,beijos carinhosos....

olivia carromeu disse...

Esse sentir que é o melhor de tudo!

:)

Inside Me disse...

momentos fantásticos, únicos e maravilhosos! \o/

Paula disse...

Lindas palavras e fotos fantásticas!
Abraço

Márcia(clarinha) disse...

Oi Paulinha, vc tem notícias do amigo Iosif? Estou preocupada com ele, anda sumido e isso não é normal.
Desculpa e obrigada
beijos

Peter Pan disse...

OLhe, linda Amiga:
Com esta imagem e com as palavras que nos deixa seria um voo encantador na amizade, pureza e beleza da harmonia entre todas as pessoas no mundo.
Quando "sente" palavras deslumbrantes de genialidade admirável como estas:
"...Não consigo registrar o que vejo
Não consigo pegar o que sinto
A emoção é maior
Não cabe em mim
Se desfaz no horizonte..."

A minha emoção é ainda maior no voo que me fez por magia acontecer.
Sinto e vivo palavras idênticas harmoniosas e sensíveis.
OBRIGADO pela sua pureza amiga. Doces e ternas.
Beijinhos respeitadores e de elevada estima.
Admiro-a muito, sabe?
Comovido...

p.pan

É um anjinho divino.

Homero, O Tosco disse...

as vezes não dá para definir com certeza o que sentimos, não dá para racionalizar, só dá para sentir mesmo.Mas deu para se ter uma ideia do que sentimento que você tentou descrever.

Abraços.

vanessa lopes disse...

suas fotos lindasss
complementam a sletras e dão asas à imaginação...
bjus querida"

vanessa lopes disse...

suas fotos lindasss
complementam a sletras e dão asas à imaginação...
bjus querida"

Zek disse...

Pois eu digo que as coisas mais importantes não tocamos, não vemos.. só sentimos !!! e assim, existimos!!!

PS: eu gosto mais quando encontro fotos de paisagem, lugares sei lá me sinto mais livre quando vendo essas fotos no seu blog, coisas inexplicaveis de zek.

Quase Trinta disse...

Não dá pra palpar.. mas para fotogravar deu.. ainda bem!

NOCTURNO disse...

Um sentir tão grande e real vindo das profundezas do teu ser.

Serás também um holograma?

Beijo nocturno

Poemar disse...

Sentido e transmitido com a mesma intensidade.

*Beijos!

José Augusto Sampaio disse...

parabéns poeta..hoje é seu dia..bjus!

Olhos de mel disse...

Paulinha! As vezes ficamos tão extasiados com alguma coisa, que não conseguimos colocar em palavras... Mas você conseguiu e bem! As fotos falam por si. Lindas!
Boa semana! Beijos

Vanessa Lima disse...

Ñ poderia deixar d comentar, as fotos ficaram magnificas...

Lindas e belissimas...


1 ótima semana!!!

Sol da meia noite disse...

Quando a emoção nos invade, a alma torna-se pequena... E faz transbordar o que nela não cabe...

Belo momento em foto!


Abracinho
:-)))

caurosa disse...

Minha cara Paula, a emoção sentida e vivida está lindamente estampada em sua belas imagens fotográficas. Observei que você fotografa com alma, isto é simplesmente divino. Paz e harmonia para você, sempre.

Forte abraço.

CAUROSA - caurosa.wordpress.com

Milady disse...

Ah Paula, imposível não registrar e não pegar... escorregando nesse horizonte... mesmo que esse danadinho desse sol escape assim no horizonte, o calor que ele deixa na gente fica queimando gostoso ainda por um tempo... Impossível não ficar... Até a gente que só vê pelas fotos... Imagina, vc que viu essa escorregadinha ao vivo????

beijos querida

Cadinho RoCo disse...

Bom sinal, bom sinal de que está envolvida e por demais felicitada com algo que desafia seus sentidos. Ou estarei enganado?
Cadinho RoCo

Beatriz disse...

"Não consigo registrar o que vejo"

De certa forma, conseguiste sim, menina linda, pois nos trouxeste um momento único nessa belíssima foto. Indescritível a emoção nossa também.

Fica meu beijo numa gotinha de chuva e meu carinho numa orquídea lilás, no desejo de lindos sonhos a povoarem a tua noite.

mundo azul disse...

...sim! Por vezes é só sentir mesmo... As palavras nada conseguem dizer!


Beijos de luz...

Márcia(clarinha) disse...

Mandei e-mail Paulinha, obrigada
beijos

Tata disse...

Oi,

Nossa adorei seu blog!
Quanto a não ser palpável, basta ser olhado, já é o suficiente, já transmite o que a gente sente!
Adorei aqui, voltarei mais vezes!
bjus

anderson eduardo disse...

Que pintura de post querida... muito bom,... tenha uma boa semana

Bandys disse...

Paula,
lindo! Amei.


Me diverti com teu comentario lá, rsrs

Tim tim

beijos

F. Reoli disse...

Como já te disse, você tem um olhar ímpar em registrar belos momentos... eu entendo perfeitamente o que sente, na minha adolescência adorava ver o pôr do sol da lavanderia, na parte superior da minha casa. Eu sentava na escada e ficava alí, viajando, maravilhado e sabendo que nada do que eu dissesse ou registrasse não traduziria o tal momento. Hoje, ergueram-se dois sobrados ao lado e eu perdi a minha "vista" panorãmica...rs... mas não as sensações... beijos meus!

Lilith disse...

E na verdade, são os unicos momentos realmente ricos, que realmente podemos possuir...E que levaremos somente conosco, muitas vezes sem nem poder dividir!

Bj imenso

Harete disse...

Oi Paula! Saudades...

A procura de imagens, encontrei um blog excelente, Mandra Brasa, com um antigo comentário seu.

Tb ando num momento assim, aparentemente sem definição...

Bjos!

Jardineiro de Plantão disse...

As fotos na contra luz, estão perfeitas... muito boas mesmo, parabéns.

Também tenho momentos assim... penso mesmo que todo o ser humano, tem momentos de deslumbramento, onde se torna difícil, descrever o que sentimos em dado momento.

Muito bem conseguido o seu texto, com um remate bem expressivo.

Momentos de encanto
Não palpável
Mas sentido