sexta-feira, 31 de outubro de 2008



Não devo te tirar de onde estais
Se não tenho nada para te oferecer
Não devia nem te olhar
 Se meus olhos por te não podem brilhar
Não devia me aproximar
Para que meu cheiro
Não te atraia
Porque meu cheiro não posso te dar
Não posso deixar tocar o meu desejo
Nem permitir que apague meu fogo
 Que um outro acendeu
Se esse fogo não é seu
Não devo dar o meu corpo
Em troca do corpo teu
Você não merece queimar
Numa fogueira
Que não foi você que acendeu


26 comentários:

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Paula,

Parece que esse amor já está pra lá de virtual e real; está surreal.rs

Parece também que já tocou sua alma.

E que fogo bonito, hein!

Um beijo!!!

Pavón disse...

Dá o fogo a quem acendeu, e não a quem quer se queimar nele.... adorei isso!!

Por Homero e Xico Sá te perdoamos....hehehe!!

Beijos!

Colibri disse...

oi amiga,

Não sei se você ainda vai a tempo de se salvar... (rsrsrs), porque isso de decidir por quem nos apaixonamos é muito complicado...

Nunca vi isso funcionar ssim, mas também não conheço sua história.

Apenas recomendo que siga seu coração...

Adorei o poema. Lindíssimas palavras...

Beijinhos
Colibri
------
As minhas últimas rapidinhas nos blogs…
Quero de volta o meu grito de guerra!
Parte 7 – As casas de adobe...
Macros do outro mundo (parte 1)
Tenho novo Blog – Cair na Gandaia (Só é obrigatório rir…)

Gerlane disse...

Sinceridade extrema essa tua, amiga! Gostei!

* Hoje trabalharei até à noite, mas amanhã, tentarei comparecer, pois me parece um bom programa.

* Beijos!

paulinho damascena disse...

Lindo texto, me amarrei.
Sinceramente muito bem elaborado,
parabéns


visite o meu

http://pcsouzabv.blog.uol.com.br/

Luiz Caio disse...

Oi Paula Querida! Bom dia!
Se o amor insiste em lhe incomodar. Se por mais que você diga não, ele continua a lhe puxar pelo braço tentando te arrastar... Saiba que, assim como não adianta remar contra a maré, também não adianta lutar contra o amor!... Deixe o amor entrar, e siga com ele para onde for! Só não mergulhe de cabeça para não se machucar demais!... Algum ferimento sempre há! Mas por amor, vale a pena o risco...

PAULA, QUE VOCÊ APROVEITE A CADA MOMENTO DESTE EDIFICANTE EVENTO DO QUAL PARTICIPARÁ... QUANTO AS LEMBRANÇAS, MANDO-AS A TI, PARA QUE NÃO ME ESQUEÇA DURANTE ESSES DIAS! RSRS

TENHA UM LINDO FINAL DE SEMANA!
BEIJOS.

disse...

Otimas palavras, e concordo com você. Não se usa uma outra pessoa quando teu coração já está a queimar por alguem

Bjos

tossan disse...

Liberte-se,
alegre-se,
sorria,
brinque,
dance,
beba pouco,
ame,
cure-se
cuide-se...
Melhor que sonhar
é viver!
Beijo e bom final de semana

Adri disse...

Oiii, vim te convidar pra brincar de amigo secreto, topa??? http://desabafoaki.blogspot.com/2008/10/ao-amigo-que-perdi.html

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola!!Divirta-se!!

Homero, O Tosco disse...

Valeu, pelo comentário lá... Sempre ajuda, dá uma aliviada, mas a luta continua.
Super Ego? Acho que não... mas isso é assunto para outro dia.

A palestra do Xico Sá deve ser interessante, depois me conta como foi.

Dispensando o bombeiro e sonhando com o incendiário.

Abraços.

Everson e Izi disse...

A eterna duvida que ronda o coraçao dos poetas, querer e poder, poder e não querer, aquela incerteza que se encontra do outro lado do sol, querer quem nao quer a gente, não querer quem nos quer, é uma caminhada louca ....e o me queimar numa fogueira que nao foi voce quem acendeu é sensacional, deixa uma duvida pairando no ar....Quanto a sua pergunta no Livro, muitas vezes a gente se culpa sim de tantas coisas, podia ter feito melhor, podia ter cuidado mais, muitas vezes misturamos a ficção com a realidade, afinal, dizem que o poeta é mentiroso, dizem que ele omite, dizem tanto, mas nunca explicam tudo...rs....beijos carinhosos pra ti, um lindo final de semana, que pena que nao vai poder fazer as visitinhas, como disse e sempre direi, suas traduções me fazem falta....

Báah disse...

Meu Deus, vc vai em um evento literário, foi isso que eu entendi?
ME LEVAAAAAAAA!

aain, como eu queria ir =/

--------------------------------

ain, tão lindo o que você escreveu
acho que deveria ser proibido a gente se apaixonar por quem não se apaixona pela gente !


e Paula, valau por tá lá sempre viu!
e como vc disse as eleições acabaram e eis me aqui novamente!!

- beijos!

yehuda disse...

o fogo seu nasceu com ele
e quem foge com medo de se queimar
não sabe como é bom te amar
por você engulo chamas
incendeio mil camas
te levo nesse passeio
colado aos seus seios
sou assim:louco
sensato tarado
queimar ao seu contato
é inevitável
assim foi escrito
no meu berço
mr dê seu endereço!

Sol da meia noite disse...

Bem tocante é a sinceridade que envolve esta poesia.
Belas e grandiosas palavras de verdade!

Um beijinho *

João da Silva disse...

Que lindos e profundos seus versos, querida... adorei.
Beijos para lá de carinhosos do João

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Paulinha, adorei ler o teu poema... Além de lindo, existe um sentimento prático... Bom fim de semana... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Recanto de Sonhos disse...

E por falar em fogo,em fogueira...
escreveu Camões:

"Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói e não se sente,
é um contentamente descontente,
é dor que desatina sem doer..."

Beijos Paula.Que o tal evento torne o seu final de semana ainda mais proveitoso.

Cleo disse...

Paulinha! que fogueira. poema lindo, quente, abrasador. te cuida.
Só me prometas uma coisa: ser feliz!

Um bom evento, sucesso.
Beijos!
Cleo

Cleo disse...

Voltei.
vou deixar um mimo prá você.
beijos!

http://i418.photobucket.com/albums/pp262/Stardust_049/selos-premios/y1pxU1zrhYM1t6WGh3eJ_YVgbumAPvRFC4e.gif

O Sibarita disse...

Pronto! kkkk Cheguei com meu barco arribado num mar de levar... kkkkkk

Gostei da poesia, simples, leve e direta! Ai Deus! kkkkk

Desculpe mais uma vez a minha ausência, o dever do trabalho em viagens me faz por vêzes ficar distante dos blogs.

-E ai?
-Ai o que?
-Quem acendeu seu carvão que abane....
-Ôxe! kkk Onde isso meu irmão?
-A poesia... kkkkk
-Ô, é? Valha-me Jesus Cristo! kkkk
-Então?
-Então o que? O abano? Ah comprei um que não sou besta! kkkkk
-Ihhh... comprou, foi?
-Foi! kkkk
-Xiiiiiiiiii... então vem fogaréu por ai, né não? kkkkk
-Ora se...
-Ai meu Deus do céu! kkkkkkk

bjs
O Sibarita

caurosa disse...

Minha cara Paula Barros, o fogo do amor é que sempre, sempre aquece a alma. Para o prazer dos amantes. Paz e harmonia para você.

Forte abraço.

CAUROSA - caurosa.wordpress.com

edson marques disse...

Paula,


Então viva o óleo de amêndoas!


Já tentou clicar no link que você deixa na minha caixa de comentários?

Sai num outro site... rs!


Abraços, flores, estrelas...

Olhos de mel disse...

Doce amiga! Assim também sempre pensei. Sinceridade é mais que um dever, para conosco mesmas. Amei!
Espero que tenha gostado do evento.
Bom fim de semana! Beijos

Nanda Assis disse...

apaixonei com este poema,
principalmente com as duas ultimas estrofes.

bjosss...

Jéssica V. Amâncio disse...

adorei!!!!
'Você não merece queimar
Numa fogueira
Que não foi você que acendeu'

muito bom!!!