sexta-feira, 7 de novembro de 2008

IV Fliporto - Feira Literária Internacioal de Porto de Galinha
Na praia de Porto de Galinhas, antigo porto de escravos, nos dias 06 a 09 de novembro, dar-se-á o encontro/reencontro das etnias: escritores de Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe, debatendo temas de interesse comum com escritores brasileiros, hispano-americanos, autores portugueses e espanhóis estudiosos do pós-colonialismo, teóricos fundamentais contemporâneos dos estudos inter-étnicos e culturais. (trecho da fala do curador da Feira Antonio Campos" - abertura site - fliporto.net)
Este ano a Fliporto está homenageando a África.
A abertura teve momento deslumbrantes da apresentação da aula espetáculo de Ariano Suassuana. Apresentação de música e dança da cultura pernambucana.
Maracatu - grupo de uma favela do Recife chamada Chão de Estrelas. Com o trabalho de dança nessa comunidade atráves do Grupo Maruê Malungo muitas criança e adolescentes estão tendo oportunidade de expressão, de terem um mundo diferente do mundo das drogas, prostituição e crime.
Ariano Suassuna
Praia de Porto de Galinhas - pelo 8º ano votada a praia mais bonita do Brasil.



Prédio da Academia Pernambucana de Letras

Evidentemente vocês imaginam que um evento desse porte sempre acrecenta cultura. Trás informações. Mas os momentos mais rico para mim são os que me trazem lições de vida. Durante o dia tive a oportunidade de conversar com poetas e músicos de classes sociais, digamos, menos favorecidas. Aqueles que ainda buscam espaço. Os que vivem a vida instensamente, sofridamente e falam dela nas letras das poesias, emboladas, repentes e nas músicas.
Gente que faz batuque em qualquer lugar. Declama nas praças públicas. Imagine junto de um mar maravilhoso.
Uma senhora me disse: deixe eu contar minha vida. E falou que já esteve internada porque o marido achava que ela era louca, por ser empregada doméstica, morar numa favela, e começar a escrever e falar de poesia. Hoje está separada, escrevendo e participando de momentos assim. Ela olhava para mim emocionada e me perguntava já afirmando: A vida é um sonho, não é? Quem diria que um dia estaria aqui. Minha vida dá uma história.
É emocionante a história de vida dela. Realmente dá uma bela história. O nome artístico dela é Luci da poesia - A Sonhadora. Faz questão de frisar que sonhar é tudo.

26 comentários:

Maria Dias disse...

Oi Paula,

Nossa! Quantas coisas legais tive o prazer de ver e ler por aqui!Vc até se passou por uma paparazzo!Emocionante hein?rs...E estas crianças?Q maravilha!Sem falar nos sonhos desta senhora q foi internada como louca só pq não era uma igual...rs... Meu Deus!A vida é mesmo um sonho para quem acredita nela!Parabéns por esta bela postagem emoldurada pelos mares do Recife.

Beijos

Maria

Jardineiro de Plantão disse...

Olha aí a minha cronista preferida, colocando vivências da comunicação.

Olha, como nos coloca lá... e as fotos soberbas mesmo... a cor da água, a tranquilidade da praia.

Paula, espero que continue a gostar da estadia e da troca cultural entre povos, por mais algum tempo e nos dê mais relatos culturais...

Não sou invejoso, mas como gostaria de por aí estar, não só bebendo no panelão cultural apresentado... mas um dia eu bebo mesmo essa água de coco...

Abraços

benechaves disse...

Oi, amiga: que vc tenha uma boa passagem nesta Feira Literária Internacional.
E espero que traga conhecimentos para nós outros. Tenha um ótimo final de semana.

Beijos literários...

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Nossa Paula! Que experiência mais fantástica! E que inveja (boa, claro!)

Deve ter sido maravilhoso... Ainda hei de participar de um movimento assim.

Minha querida, obrigada pela presença, pelas palavras carinhosas, por tudo... já estou melhorzinha (rs), agora é questão de paciência e esperar que os médicos descubram o que tenho. Mas estou em boas mãos, aqui e lá em cima.
beijo e bom fim de semana

Cleo disse...

Quem não sonha não realiza. Que bela história de vida, crescimento, isso é magia sim.
Aproveita tudo que puderes aí na Feira, absorve tudo, deve mesmo ser uma maravilha estar aí nesse lugar tão lindo.
Paulinha, bela sexta prá ti.
Beijos!
Cleo

Lilith disse...

Oie !

tem sorteio do meu niver lá no Amores. Passa lá pra participar!!!

Bj imenso

Betho Sides disse...

Adoro essa praia e sinto saudades desta terra que aprendi à amar com minha avoelita...Lindas fotos Paulinha...Beijos

edson marques disse...

Paula,

Te lendo aqui, a gente vê o quanto a Vida é colorida!

E diversificada.

Abraços, flores, estrelas..

furanzao disse...

Fui direcionado a idéia de que...fotografia e cultura são sem dúvida cenários de algo a ser preservado....PS. quero viajar...

bom fds

Olavo disse...

Toda esta narrativa e fotos nos transportam sem duvida nenhuma..belo post parabéns.
bjs

Everson e Izi disse...

Conversar com poetas, deve ser muito bom isso, depois voce me diz, é muito gostoso poder alem de ler, sentir e perguntar por onde se passa tantos pensamentos...beijos pra ti, aproveita muito, e um lindo final de semana...

yehuda disse...

sonhar é bom
não há quem não sonhe
e o sonho também pode levar ao fracasso
e de fracasso em fracasso
muitos são engolidos
nunca aplaudidos
e deviam ser
por terem lutado
e nuncaa terem vencido



e parabens pelas belas fotos
lindo mar lindo pra olhar lindo pra amar
melhor só a mulher daquel lugar
a muher de Recife
não vou largar

Bandys disse...

Lindo posst!! Parabéns!!
E o cafe com volo vai ter sempre..rsrs

beijos

Bandys disse...

Volo= Bolo, rsrs
è a mão ainda...mas ja estou quase boa

beijos e um fds de paz

TRÍPTICO(POEMAS)FERNANDA disse...

Olá querida Paulinha, maravilhosas fotos da tua reportagem, que lugar lindo, ainda hei-de conhecê-lo... Continua assim Menina, vai nos dando essas maravilhas do nosso Planeta... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Vivian disse...

...aqui é o cantinho erudito
da blogsfera, e eu amo poder
estar presente nele..rss

Paulinha linda,
a vida em poesia existe em qqr
lugar e em qqr pessoa que tenha
a alma sensível.

portanto não é de se estranhar
estas maravilhas que vc narrou aqui.

e quanto a abertura do meu template, é em Ubatuba litoral norte, mais precisamente praia de Maranduba/SP, que fica a cinco minutos da minha casa onde sempre
refaço minhas energias....linda né?

muahhhhhhhhhh

Recanto de Sonhos disse...

Paula,que relato gostoso este seu.
Emociona-me essa sua sensibilidade ao
falar da arte que é feita pelas pessoas mais simples.Emocionou-me essa história da Luci da poesia,uma
poeta do povo,uma mulher que se espanta quando pensa que a sua vida dá um história.Isso é muito bonito.
Só posso agradecer-lhe pelo prazer que você me proporcionou com este post.
As fotos de Porto de Galinhas me deram saudade,vontade de novo de entrar nessas águas claras,cristalinas.
Obrigado.
Obrigado também pelas suas palavras
tão doces e gentis nos seus comentários de hoje,como de resto
nos comentários de sempre.
Que o seu fial de semana seja maravilhoso,continuando essa feira
que já é um assombro.
Beijos carinhosos.
Amarísio

Sombra do Sol disse...

Olá Paula boa noite, como sempre seu blog muito inspirador e de muito bom gosto. Passei bom tempo bebendo da água de sua sabedoria. Em tudo tiramos lições de vida, principalmente quando contada por pessoas com tamanha experiência como sua nova amiga poetisa. Estamos agora em plena estação floral, onde as lindas folhas verdes cheias de vivacidade e alegria, dão lugar a umas em tons avermelhados e castanhos. Estas segundas trazendo com elas alguma tristeza. Logo logo estaremos dando as boas-vindas a nova estação. No entanto tenho que me conformar com o céu que começa a deixar escapar as suas lágrimas. Chove. O azul da lugar ao triste cinzento. Acho que cada gota de chuva é a lágrima de alguém que olha por nós lá bem de cima e que um dia teve de partir. Mas que continua conosco. Já não tenho palavras. A tristeza de não partilhar a tanto tempo os textos que tanto amamos confunde-se com a eterna saudade. Abraços fraternos do amigo.

~*Raíssa Sant'Anna*~ disse...

Sonhos...
Eles são tudo o que eu tenho.

Grande abraço

Pedro disse...

Porto de Galinhas é uma delícia! Saudades de lá.

Mariana disse...

Bem, como diria um amigo meu "Trasmimento de pensassão" bom esse de vocês! Ah.. adorei as fotinhas.. fez-me viajar.. Amo o mar!
E vc, mocinha como está?
Beijos

Pavón disse...

Ariano Suassuna é muito bom, e projetos culturais deveriam ser muito mais promovidos nas nossas Terras Tupiniquins, temos tanta cultura que desconhecemos, uma cultura linda e maravilhosa que é jogada de lado para ser esquecida... e sem duvida, isso nao podemos deixar. Fico feliz com movimentos como esse, ainda mais com essa praia linda como cenário!! Nao conheço Porto de Galinhas, mas sem duvida que irei conhecer, tá na minha listinha...

Quanto a Luci da Poesia, a história dela é linda e me fez lembrar de uma musica do TM...

"Sonho parece verdade, quando a gente esquece de acordar / Dia parece metade, quando a gente acorda e esquece de levantar"

Beijos

Jéssica V. Amâncio disse...

ahh quanta foto linda. Ariano Suassuna é muito bom!!!! que honra.

Wilson Rezende disse...

Praias lindas, Ariano..o blog hoje está D+, parabéns Paulinha.

Fábio Mayer disse...

Taí um lugar que preciso conhecer... belas fotos, como sempre.

Nanda Assis disse...

nossa so agora vejo o qnto tempo eu passei longe daqui. mas estes dias foram de muita diversão e pouco tempo pros meu amigos queridos virtuais.

bjosss...