terça-feira, 9 de dezembro de 2008

DIA DE CORPUS CHRISTI

Feriado para alguns, para mim trabalho. Muitos já sabem, passo o dia entre trabalho e blog. Na tarde desse dia estava maravilhosamente acompanhada virtualmente. Conversando através de post de blog. Situações desse tipo penso que só acontecem comigo. A cada post respondido, ou e-mail enviado, um novo post. Com criatividade, exclusividade e rapidez impressionantes. Mexendo com emoções, imaginações, fantasias, desejos. O corpo começou a apresentar uma temperatura fora da normalidade. Em determinado momento chega um rapaz para ser atendido. Sigo em direção do mesmo. Ele já entra com a mão estendida. O tipo que sabe o que quer, decidido, olho no olho, aperto de mão forte, seguro. “Meu nome é Eros” O meu pensamento muito rápido, ainda segurando a mão do Eros: Senhor!, pedi apenas o amor, e o Senhor me manda o Deus. Esse tipo de pensamento tende a repuxar o canto dos meus lábios e soltando a mão do rapaz, disfarçava um sorriso. Ele trouxe um problema que não soube resolver. Assim como não sei resolver os problemas de amor. Foi-se o Eros. Ainda não foi dessa vez que o amor veio até mim. Espero que não tenha levado a minha esperança de encontrar o amor. Sorrindo, voltei ao blog.
 

30 comentários:

lua prateada disse...

A esperança é a última a morrer, deixa lá que em breve te aparecerá outro Eros eheheh.Está muito giro,situações que nos acontecem...
Beijinho prateado

SOL

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Paula, não percas as esperanças, outro há-de aparecer, quando menos esperares... Boa Noite! Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Eurico disse...

Bela crônica! Mesmo tirada da realidade, um jeito de contar artísticamente elaborado.
Vim te ler, Paulinha!

edson marques disse...

Que história deliciosa!

Erótica, em todos os sentidos...

Deus nos manda sinais. Mas eu fico imaginando: o Eros, aquele, como ficou?

Abraços, flores, estrelas.

tossan disse...

Quem procura não acha, ser procurada é melhor e quando isso acontecer vc é capaz de não notar e passar batida. Gostei do texto. Bj

Léo Mandoki, Jr. disse...

"Eu não procuro. Eu encontro"
Pablo Picasso.

E depois ainda falam de bulying nas escolas...Um pai e uma mãe que dão o nome ao filho de Eros...é pedir pra q o filho sofra de bulying na escola e no resto da sua vida...até em blogs.

Pelos caminhos da vida. disse...

Não perca as esperanças amiga,na hora em que vc menos esperar esse amor chegará até vc.

Boa noite.

Obrigada pela visita.

bjs.

Alisson da Hora disse...

Eros se mandou da minha vida.

beijão...

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Paulinha!

Vai ver o Eros não sabe identificar o amor, mesmo quando transfigurado nele. Talvez viva o grande paradoxo de sua existência. Vai saber!

Um beijo com carinho!!!

J. ROBERTO BALESTRA disse...

Paula, voc~e é uma grande artista com as palavras, minha blogamiga. Gosto muito dessas coisas que você escreve. Sobre o amor então, você é doutora! Mas já reparou que Deus é um "Cara" gozador? A gente tem de ter cuiddado ao pedir... porque vem em sempre Ele manda tanto mais do que pedimos, que até ficamos embasbacados com o quê fazer do resto... que, vindo do Divino, nunca é resto; é Outro. bjs

Luciene de Morais disse...

Eu penso, Paula, que você , como todos nós já encontrou o amor muitas vezes... Nossa fragilidade é não conseguir, poucos conseguem, manter uma relação de qualidade. Ou ficamos em uma de má qualidade ou desistimos.
Penso que cada um de nós tem suas próprias carências e necessidades e a satisfação delas, são sempre mediadas pelo outro. Nos satisfazemos através do outro, Mas este tem que permitir, tem que gostar, tem que ser de boa-vontade, tem que ser tão bom para ele também, pois suas necessidades também estão sendo atendidas. Essa cumplicidade, esse querer bem, esse não negar, essa ausência de jogos de poder, essa generosidade: isso é difícil.
Assim, não nos sentido atendidos, seguimos procurando. É a vida. Também desejo conseguir, um dia.

FRAN "O Samurai" disse...

Oi amiga!

Não fique triste porque seu Eros foi embora!

A vida as vezes nos pregam peças! Achamos que poderia ser e na verdade não é. Por que tudo tem que ter o dedo do "acaso"?

Quando estamos sozinhos, as vezes aparecem pessoas que com apenas um simples olhar, ou movimento corporal, nos faz sentir algo que acreditamos que é o momento.

Poderia ser que aquele momento mágico não poderia acontecer ali com aquela pessoa, mas sim, em outro lugar quando a gente menos esperar, aparecerá essa mesma pessoa, porque a vida é assim mesmo.

A vida brinca de faz de conta!

Enquanto isso brinque com ela.

beijos...

Jardineiro de Plantão disse...

Logo Eros (Cupido no panteão Romano) filho de Afrodite...minha linda não faz mesmo a coisa por menos, em grande ou nada...kkk (brincadeira minha)...

Gostei bastante do texto então algumas passagens do mesmo...

Mexendo com emoções, imaginações, fantasias, desejos. O corpo começou a apresentar uma temperatura fora da normalidade.

Mostram quanto o entusiasmo colocado nos posts e emails.

Deixe que a procurem... um dia certamente encontrará... Já que me parece discípula de Afrodite.

Com amizade, abraço ternurento.

Carla disse...

o amor anda por aí...vestido de Eros ou nem por isso, por vezes está mesmo onde menos esperamos encontrar
beijos

Déia disse...

Bom dia Paula...

Eros,Apolo,João etc , são tantos os nomes que podem surgir em nosso mundinho particular e sabe querida vou te falar uma coisa.
Ás vezes aparecem determinadas pessoas em nossa vida que pensamos assim "Puxa é agora", e na ansiedade dessa procura ,que muitas vezes não percebemos que "aquele" não é o ser certo para nossa vida e muitas vezes embarcamos em um "Relacionamento Sonho" , aquele que voce idealiza pra vc mais que na verdade não passa de um sonho so "Seu".
Ai vem as decpçoes , as frustraçoes e a gente pensa assim :
Puxa procuro tanto e não acho meu Eros porque?

Tem uma celebre frase que diz o seguinte :

Não corra atrás das Borboletas !
Cuide de seu jardim !
Com seu jardim cuidado as borboletas aparecerão naturalmente !!

Portanto amiga cuide muito bem sempre de seu coraçãozinho , o amor chega de onde menos esperamos, basta apenas estarmos abertos sinceramente a ele !!
Seu Eros vai chegar!!

Beijos e muita luz em seu dia sempre!!

TODO NOSSO disse...

o amor está esperando...muitas vezes,nos fechamos tanto q nao percebemos o qto somos especiais e
ficamos perdidos...
q lindo post..
vc vai encontrar sim,tenho certeza!!!
bjs e ótima semana!!
Lane

Ricardo Rayol disse...

não reclama ehehehehe

Amarísio Araújo disse...

Gostei da crônica,Paula.Quem sabe na próxima o Eros volta com um problema mais fácil de resolver ou,
ao invés de um problema,ele vem com uma solução.
Um lindo dia para você.
Um abraço.

Lay disse...

Ah... as vezes um olhar faz saltar o coração, faz com que ele bata na garganta, coisa estranha essa pois nãoé amor... é uma descarga de adrenalina, é a química que fica solta pelo ar envolvendo os corpos naquele ambiente...
Amor... já não tenho certeza se acredito que um dia ele virá pra mim, ainda assim isso não me assusta.
Mas adoraria também encontrar um "Eros perdido" por aí.

beijos Paula.

Fernando Aquinea disse...

Acalme-se paula, quando menos esperar vai encontrar o tal do amor, enquanto não acontece aproveite para blogar conosco e dividir mais textos lindos como este. Você tem um grande talento, meus parabens.

bjos

Inside Me disse...

ele chega, meu bem, um dia desses assim quase normais, sem vc perceber e lá estará ele te observando...
boa sorte

Camila .:εïз disse...

Eros! Adoro esse nome, mas infelizmente ainda não conheci ninguém denominado assim.
Mas Paulinha, quem sabe você recebeu uma visita do deus para ele lhe mandar um amor a sua altura?
Beijos

Izi e Everson Russo disse...

Voce descreve tão bem essas nossas viagens aos blogs,é mesmo assim, como se estivessemos conversando co as pessoas, uma troca sem fim de amizade e sentimentos que nos faz viajar, gostei da chegada do Eros por ai, pena que a exemplo do Deus Grego, é grego mesmo né? sempre confundo as mitologias, ele não trouxe o amor junto, da proxima vez que o Eros venha acompanhado do Cupido...rs...rs...ai vai....mas eu penso por assim minha amiga, tirando a brincadeira, e logo eu, não sou autoridade pra falar do amor, ele tambem foge de mim, mas ele está em algum cantinho desse universo de tocaia com a gente, uma hora ele buuuuuuuuuuu, nos pega....beijos e uma linda tarde....

furanzao disse...

Olá amiguinha! Tá mega corrido para mim ainda. Estou tentando acompanhar seu blog, porém só trabalho em minha vida. De qq forma um bjo e um ótimo final de noite pra ti....bjao

Branca disse...

Eros...rsrs bem sugestivo!!!
Gostei muito daqui...

Branca.

PreDatado disse...

Curioso é que muitas vezes estou eu a meio caminho entre a cozinha (meu segundo local preferido da casa) e o escritoriozinho (terceiro lugar preferido da casa) onde este vosso amigo escriba passa uma parte substancial do seu tempo blogando em si mesmo ou lendo o que os outros blogam, entre outra actividades computacionais, quando me aparece Afrodite. Aí não tenho outro remédio senão dirigir-me para o quarto (obviamente o primeirissimo em preferência local da casa).
Paula, acho que fomos talhados para termos os nossos deuses. E eu já tenho o meu amor. Agora torço por você.

pin gente disse...

virá seguramente outro eros.

um beijo, paula

A+☺$ disse...

Passando pra deixar uma boa noite e um bom dia.

Interessante sua história =D

Abraços

Sol da meia noite disse...

Há um tempo certo para o amor chegar.
Na hora certa chegará.

Beijinho, amiga *

O Sibarita disse...

Xiiiiiiiiii me chamam de Eros, será meu Deus do céu? kkkkkkkkk

Diaga ai moça, vá diga! kkkkkk

Bom texto!

bjs
O Sibarita