segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Um pouco de denguinho
Um chamego, um colinho
 Queria seus braços me abraçando
Minha cabeça em teu peito repousando
Imagino você forte
Nesse meu momento descrente
Suas palavras
Em meus ouvidos
Suas mãos em minhas mãos
Uma brincadeira
Um sorriso
Uma prece
Uma cantoria
Você embaralha meus dias
Me faz ficar sorrindo
Diante de uma tela fria
Faz a noite virar dia
As palavras tem magia
Conselho tem serventia
Você pensa que não
Mas seus conselhos viraram canção
Você sabe ser menino
Ser moleque, ser adulto
Escreve feito gente grande
É grande no sentir
Vem sempre brincando
 Fala sério como poucos
Sabe ser amigo
Sabe ser.....muito mais.
 

37 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Paula, belíssimo poema... Adorei Amiga!... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Mai disse...

Olá, Paula.

Já te disse outro dia, que conheço esta areia da imagem em teu lay.
Que doce brincadeira este teu poema.
Terno brincar de amar.

Gosto do que escreves, não apenas a linguagem dos teus poemas, mas as palavras que escolhes para comentares os posts dos teus amigos.

Muito bom!
Abraços.

vanessa lopes disse...

nossa escrevendo muito bem,
vc acabou de cuspir em letras o que a minha cabeça embaralhou e naum conseguiu!!!
(peguei emprestado com o devido crédito, juro!!!)

Vivian disse...

...nada como um coração repleto
de bem querer, para trazer
ao palco palavras de encantamento.

será que um dia eu conseguirei
escrever assim como você?

smacksssssssssss, lindaaaaaaa

Léo Mandoki, Jr. disse...

a generalidade dos blogs femininos são sobre duas situações da alma:
1) ou falam de amor pq saõ mulheres e garotas apaixonadas, ou
2) falam de tragédias pq são de mulheres e garotas que perderam o último amor, pensando que ele é realmente o ÚLTIMO!

Abandonei os blogs femininos pq já estava ficando diabetico com tanta melação que lia....

dps descobri vc...MULHER falando de viagens, literatura....filosofia de blogs...

e nos ultimos dias vc esta ficando assim!! água com açucar! quero a Paula Barros de volta

Maria Dias disse...

Ah o amor! É assim mesmo...rs...Nos deixa assim mesmo sorrindo a toa e vendo beleza até onde não tem!Aproveite este momento bom moça!E q bom lembrar q o passado já vai longe não?!rs...

Beijão!

Léo Mandoki, Jr. disse...

acho que vc merece um explicação...desde o 1º momento em que comecei a tomar consciencia dos comentarios da blogosfera diagnostiquei o seguinte:
1) poucos leem os posts com a atenção devida do inicio ao fim...ou seja...quem postou colocou mta energia e quem leu não soube aproveita-la.
2) os comentário são geralemnte politicamente corretos e são palavrinhas educadas pra agradar só pra ele dps receberem tbm palavrinhas educadas....e 85% da blogosfera é feita de dissimulações...
PORRA!! pra isso já basta a vida real né!! é preciso tbm fazwer teatrinho na blogosfera!!
eu sei logo quem me LÊ e quem NÃO me LÊ!!
e vc é uma que me LÊ e eu tbm te leio....
mas eu estou longe de ser um BOM RAPAZ
aliás eu sou aquele peste que ninguem quer nada com ele....e vc foi logo me escolher como amigo...agora paga!!
te prometo uma coisa:
só escrevo aquilo que realmente sinto!
e me dá nauseas água com açúcar ou melaço de Macaé...ahahahahahah

PreDatado disse...

E quem não gosta de um cafuné? E de um sorriso? E de um... saber ser?

Daniel disse...

Quem não gosta de um carinho? Bjus e boa semana.

http://so-pensando.blogspot.com

Nanda Assis disse...

ai paula, como conseguiu escrever coisa tão linda????
nossa vou mandar essa pro meu marido.
amei de verdade,
bjosss...

Codinome Beija-Flor disse...

Quanta emoção.
Lindo mesmo.
Bjo

* obrigada pelas palavras.

o que me vier à real gana disse...

Olá!

É MÚSICA

Li, voltei atrás e, ao reler, já o fiz com melodia. Verdade!, uma balada mesmo sem "bridge" nem refrão... Depois, bem, depois, como adoro hip-hop, peguei nas palavras, em liberdade abreviei umas, alonguei outras, vesti de rua essência de interior...
Claro, como não raro me acontece, já nem de uma nem de outra lembro.
Para a próxima gravo.

Bjs

FRAN "O Samurai" disse...

Oi Paula!

Hummm...

Adorei o poema. Tem uma certa magia de uma pessoa meiga que adora um carinho verdadeiro e senti-lo de verdade.

Adoro poemas pois eles mostram além da criatividade da pessoa, mostram seu lado sentimental em um nível que poucos percebem.

Escrever um poema, é falar com o coração!

Queria que as pessoas falassem mais com o coração, ao invés de usar a boca como arma! O mundo seria bem melhor!

Beijos querida! Lindo seu post.

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia Paula.

Um chamego...

Um colinho...

É tudo de bom...

Presente para vc la no blog.

bjs.

Verônica disse...

Achei tão "bonitinho"...
um aconchegante, aconcheguinho pra vc.!!!!

Inside Me disse...

como as palavras saem soltas e naturais, ficando assim prefeitas ^^ parabéns

Déia disse...

Oi Paula Bom Diaaa...

Que gostoso passar por aqui ..
Você faz transbordar sempre em seus poemas e poesias muito sentimento.
É nítido como voce derrama sentimentos e sensaçoes em tudo que voce escreve.

Admiro muito , quem com essa simplicidade passa para as pessoas que a lêm exatemente os mais puros sentimentos e sensações.

Beijos....

Fernando Aquinea disse...

Fico muito feliz pela sua curiosidade leva-la ao meu blog. Obrigado pelo elogio.

e vejo que tu escreves muito bem, voltarei para ler mais do teu blog.

bjos

Camila .:εïз disse...

Oh Paulinha... que delicia de ser ler este amor... esta felicidade!
Gosto tanto de ver ler assim!
=D
Beijo

JAZZ-MIM disse...

Mandoki ta bravo,ne! Nossa! Mas adorei sua aguinha com açucar! rsrsrsrs... Mulheres são mais sensiveis mesmo!

Rodolfo de Sá Cavalcanti disse...

Que inspiração...
Você é uma excelente poetisa Paula
Parabens!!!

E que o cara que você ama... se toque!!!

abs

Bandys disse...

Lindo poema.

È o amaorrrrr...
Beijos

PS:Eu também escuto de dia, mas os anjos da noite são mais verdadeiros!!Opinião minha!rsrsr

Izi e Everson Russo disse...

Ai esse sonho bom de amor, de colinho, abraços, um lugar pra chorar, uma mão pra afagar, um pensamento, um instante, nuvens e infinito...bom demais, lindo demais....beijos carinhosos e uma linda tarde...

Déia disse...

Oi Paulinha..

Bem a Doutrina Espírita ou como gosto de chamar "Filosofia Espirita" porque nao é exatamente uma religiao, e sim uma filosofia de vida é composta por alguns livros de Allan Kardec.
Dentre eles esse que citei em meu blog no desafio que é : "O Livro dos Espiritos"

Bom para voce entender bem basicamente esse é um livro de perguntas e respostas na qual mediuns, faziam perguntas á espiritos desencarnados e se obtinham as respostas nas quais forao transcritos nesse mesmo livro.

Á pergunta na qual escrevi aquela frase era o seguinte:

Os Espiritos , depois da morte conservao amor a pátria ?

A resposta é hiper comprida , mais como era a quinta frase do livro resume-se á aquele trecho descrito la no meu blog.

Completa ,a frase é assim:
Os espiritos de uma ordem elevada não fazem sobre a terra , geralmente , senao paradas de curta duração, tudo o que aí se faz é tao mesquinho em comparação com as grandezas do infinito , as coisas as quais os homens ligam a maior importancia são pueris aos seus olhos , que ai encontram poucos atrativos a menos que sejam chamados com o objetivo de concorrer para o progresso da humanidade.

Bem desculpa escrever um tantão assim , mais é so pra você ter uma idéia básica da frase que mencionei la no meu blog.
Rsrs nao sou muito boa para explicar rs mais espero que tenhas entendido .
Qualquer coisa estamos ai querida beijos e otima tarde.

butterfly disse...

lindoo mesmo :)

gostei...vou voltar :)
beijinhos

O Sibarita disse...

Oi Fia!

Hummm... kkk Tá dez, o que o coração dita é tão bonito que por vezes as pessoas confundem com água com açucar e que seja, e daí?

Tá! kkkk Valha-me Deus, sua menina agente escreve o que sente, o que sai pelos poros, é por isso que você é autêntica, dou o maior valor, faça fé!

Ser, está apaixonada (o) qual o problema? Ou as vezes nem se está, mas, foi aquilo que saiu, foi aquilo que o coração mandou ditar, então, toca seu barco para a lapinha e se poder me levar eu vou adorar! kkkkkkkkkkkkkkkk

-Mas, rapaz! kkk
-Eita, é vem você novamente...
-Né não! A moça escreve um treco desse tão bonito e ai...
-Ai o que? O que tenho haver?
-Calma, calma! kkk Disseram que é melaço pode? aiaiaiaaia... kkkk
-Melaço? Oxém! Eu adora e se for de uma moça então... kkkkkk
-Véio, você quer se lenhar é? kkk To falando do melaço da escrita! kkk
-Ô, é? Valha-me Deus! kkk Ah tá melaço, água com açucar é isso?
-Foi o que li!
-Ah liga não! Tá tão porreta a poesia dela e, se fosse, qual o problema? Você tá com ciúmes?
-Eu? Eu não! Eu quero é mais, quem quiser que se rete... kkkkk
-Ah bom...Pois é! Eu prefiro o melaço e a água com açucar dela, oi que bom! kkkkkkkkkkkkkk
-É? Hummm... kkkkk
-Oi meu camarada deixa de onda, viu? Moça, tô falando é da poesia, esse cara é sacana quer me colocar no esparro! Sou doido não! kkkkkk
-Xiiii... bateu fofo meu véi! kkkx
-Oi deixe eu abrir o gás que esse cara quer ver minha caveira! kkkkk
-Peraí, perai... não vá agora não! kkkkkk Tem até espiritismo aqui e ai?
-Oi me tire de problema! kkk Chame o sibarita que ele explica, agora, comigo você não vai achar nada!
-Ô maluco! kkkk Tá com medo? kkkk É um aprendizado! kkkkkk
-É? Oi esse negócio de espirito né comigo não! kkkkk
-Como não! Não foi você que me disse que o Livro dos Espíritos do Allan Kardec fez 150 anos em junho do ano passado?
-Eu? Que onde é essa? kkk
-Não foi você também que me mandou ler o Livro dos Médiuns, O Evangelho Segundo o Espíritismo todos do Allan Kardec? E fazer o Evangelho no Lar uma vez por semana sempre nos mesmos horários e local? Que os Bons Irmãos de Luz iria sempre está presente?
-Ah foi! Mas, mandei ler também, "Há Dois Mil Anos" "Renuncia" "O Consolador" "Paulo e Estevão" todos de Chico Xavier pelo Espírito Emmanuel, você leu?
-Ah li sim! Bons de verdade me tiraram muitas dúvidas! Aliás, li também: "Aruanda" "Tambores de Angola" "A Legião" escritos por Robson Pinheiro pelo Espírito Ângelo Inácio.
-É parabéns! Tô vendo que você ta fazendo a reforma íntima aos poucos! kkkkkk
-Tem que ser né? Viemos para melhorar o espirito!
-Isso! Mais ainda, trabalhar na Seara do Mestre Jesus na sua compreenção, na sua bondade, na sua esperança e acima de tudo no seu perdão!
-Tá bom véio! Chega, agora vou me picar! kkkkkk Fuiiiiiiiiiiiii

bjs
O Sibarita

Raíza Rocha disse...

que delícia!!!

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Oi Paulinha

Acho que hoje estou precisando de colo... encontrei aqui!
beijocas

Betho Sides disse...

Belo Poema amiga...Estou de volta Paulinha depois de muito ajudar(Graças a Deus!)...Abraços e beijos

Juliana disse...

Esse começo do poema me lembrou uma pessoa muito querida que chamo de denguinho!
Um chamego um colinho, como já pedi e ja recebi tanto dengo!
Boas lembranças me trouxe!
Beijos

Nocturno disse...

Esse felizardo conquistou o teu coração.

Belo poema

Beijo Nocturno

Jardineiro de Plantão disse...

Há!... mas está muito bom mesmo, que delicia, apetece mesmo um colinho.... kkkk

Não sei mais o qu dizer...

Abraços fraternos

Jardineiro de Plantão disse...

que... desculpa.

Luciene de Morais disse...

Agradeço sua visita no meu blog, Paula! E gostei da sua poesia. Fala de seus sentimentos. É o seu momento, ué! Não acho que uma mulher moderna que gosta de falar de viagem e filosofia não pode demonstrar seus momentos de sentimento. Pode e deve, quando quiser! Ah´, sobre o Léo, tenho um segredo para te contar. Acho sim, que ele é livre e forte. Acho sim, que não se permite deformar. Mas ele me parece tão doído, às vezes! E parece misturar relações novas com amores antigos. Não sei se ele se sente tão magoado, ou se mais culpado. Como um leão, forte e poderoso, mas ferido.
Claro que a imagem que fazemos uns dos outros na blogosfera é um pouco nosso, um pouco do outro, e ainda, a faceta que quis nos mostrar... Mas sabe, sinto isso que descrevi nele, e às vezes, dá até vontade de o pegar no colo e embalar! E furar o "saco de areia" que ele me parece ter nas costas. Eu sinto que ele tenha apagado seus posts anteriores. Nós estamos sempre nos descontruindo e reconstruindo, mas pode ser que para o Léo, esse seja um momento em que isso é mais forte. Gosto muiiiitooo dele.
Gostei do seu espaço. Vou linkar você para te acompanhar. Beijos.

Eurico disse...

Paulinha, minha intenção não era de te deixar vermelhinha! Muito pelo contrário, eu preciso simplificar o que digo pra não parecer que ando com um dicionário debaixo do braço. Grato pelo teu feliz e oportuno comentário. Por isso "Rua do Futuro" é dedicada a você. Na forma e no conteúdo! Pq vc vai estar no futuro!

pin gente disse...

este poema daria uma bela canção... que tal na voz de chico?


beijo
luísa

Sol da meia noite disse...

Lindo este teu jeito de pedir um carinho...
:-)

Abracinho