domingo, 14 de dezembro de 2008

Esqueci de esquecer


Um dia a gente esquece
Que lembrava tanto
Um dia a gente lembra
Que nem adiantou pensar tanto
Um dia a gente esquece
De quem a gente pensava que era importante
Se a gente sempre lembrasse
Que um dia vai esquecer
Não sofria tanto
Por lembrar
Um dia também vou esquecer
De lembrar de alguém
Hoje só sei lembrar
Esqueci de esquecer

24 comentários:

Mberenis disse...

Grrrrrrrrrreat blog!!!

Don't let the recession get you down. When was the last time you looked at government grants? With the bailout, there is more money than ever. Don't miss out.

******************************
My Award Winning Blog
*****************************

Léo Mandoki, Jr. disse...

it's the most natural mechanism of the human brain. We need forget to learn...and emotions don't work the same way everyday
kisses..

Mai disse...

Oi, Paula.

É madrugada, aqui. E vejo que, como eu, és notívaga. Fiquei pensando sobre lembrança, esquecimento, amnésia, e a angústia que invade, entre o estar com e o partir de alguém.
Ai, lembro o palhaço do Nietzsche quando ele diz que há uma vantagem em ter péssima memória. segundo ele, o desmemoriado, se diverte muito mais, porque ri, muitas vezes das mesmas coisas de sempre, que boas, nos divertem, sempre como se fosse a primeira vez.
Sabe, Paula. Tá ai uma coisa boa na amnésia...

Um beijo linda flor.

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Paula!

Só não dá para esquecer de passar por aqui, mesmo que as tarefas ocupem boa parte do tempo.

Leve como pluma!

Um abraço!!!

Luiz Caio disse...

Oi Paula!
Que bom seria se pudesse-mos ter o controle do esquecimento e da lembrança... Seria um grande bem! Talvez, não para o espirito que se alimennta também da saudade, e do desejo que às vezes temos de recordar algo e não conseguimos. Mas para a cabeça que se atormenta tanto, com certeza sería!

TENHA UM ÓTIMO INICIO DE SEMANA!
BEIJOS.

Codinome Beija-Flor disse...

Paula,
A melhor coisa é quando efetivamente a gente esquece de quem nunca lembrou da gente.
Porque a gente esquece sim.
Demora! Mas a gente esquece.
O poema é lindo.
Bjos

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Querida Paula
Finalmente encontro tempo para colocar minha leitura em dia...
Desde Eros, que não ficou porque apenas seu nome era Eros, percorrendo sobre nossas dificuldades em viver plenamente, passando pelo tempo que passa, e as folhas suas e do Tossan... é, para muitos seria somente uma folha, (mas vc reparou no vir a ser da pequenina folha ao lado?) até chegar neste poema fantástico...
Promete-me uma coisa? Se aprender a esquecer você me ensina?
Beijo e ótima semana

Camila .:εïз disse...

Ainda não sei até quando lembramos de esquecer... acho q até o dia em que queremos mesmo esquecer de vez! E não apenas não lembrar!
=D

Márcia(clarinha) disse...

Lembrar de esquecer, como - se esquecer nos faz sofrer?

lindo dia flor
beijos

Everson Russo disse...

Complexo isso, esquecer de esquecer, lembrar de esquecer, quando se tem amor no meio, esquecer é dificil, a gente fica lembrando sempre, uma gotinha de chuva rolando no vidro da janela faz a gente lembrar tanta coisa, dai voce sai da janela, liga o radio, toca aquela musica que te faz lembrar alguem, que coisa, desliga se o radio,liga a tv, não é que me aparece uma atriz que é a cara da pessoa que voce queria esquecer...rs...larguemos a tv, vamos pra rua...todos os carros, eu disse todos, passam a ter a mesma cor e a mesma marca do carro de quem se quer esquecer...já pensei no espaço, mas sei não, quantas vezes olhando o ceu a gente não fez uma poesia pra quem se ama...rs...falei essa baboseira toda pra dizer que se o amor é verdadeiro, é dificil esquecer....mudando o rumo, quando vou fazer um post, eu procuro encaixar a emoçao do texto com a imagem, nem sempre dá certo, mas o objetivo é sempre esse que te causou encantamento hoje....beijos no coração, agradeço mais uma vez e sempre o carinho...linda semana pra ti...

Raíza Rocha disse...

Pode até demorar, doer, lágrimas rolarem...mas a gente esquece. E aí, não tem santo que faça lembrar!

bjos

Quase Trinta disse...

Eu quero esquecer, mas ainda não consigo e sofro por isso.
Por enquanto estou mais para música de Roberto Carlos, "resolvi te querer por querer, desistir de tentar te esquecer, resolvi te pensar tantas vezes que eu tenha vontade sem nada a temer"
A letra é mais ou menos essa...rs

beijocas

Avassaladora disse...

É, Paula...
Eu queria um painel de controle...
com botõezinhos básico...
Como seria bom poder acioná-los na
ra que vislumbramos o perigo...!
Perigo de se sentir só...
Perigo de amar..perigo de sofrer..perigo de sentir saudade...perigo de se sentir dor... e principalmente o perigo maior...!
Não conseguir esquecer!!!
Ah, como é doido uma lembrança...!

Beijos

Vc arrasou com esse poema!

A+☺$ disse...

Ola paulo, gostei dessa parte:

Se a gente sempre lembrasse
Que um dia vai esquecer
Não sofria tanto
Por lembrar

Boa tarde para voce =D

O Sibarita disse...

Se assim é, ao final, da bela poesia confessa estar apaixonada...kkkk

Ô esqueceu a tudo e a todos e não consegue esquecer esse ai... Valha-me Deus! kkkk

-Meu véio que mulher é essa?
-E eu sei? Não é de carne e osso?
-É...
-Então?
-É muita paixão que ela tem...
-Ô, é? Xiiiiiiiii... kkkkkkkkk

bjs
O Sibarita

Amarísio Araújo disse...

Linda a sua poesia,Paula,com um jogo de palavras que me trouxe à lembrança o amor que eu nunca me lembro de ter esquecido.
Obrigado pelas suas palavras sempre gentis lá no meu recanto.
Um grande abraço.

LaLa! disse...

Poesia Linda vou copiar pro meu caderninho tah! ;D

bjos

Avassaladora disse...

Obrigada, Paula!
Suas visitas me enchem de coragem...rs
Já que me aventurei por esse mundo virtual, sem nada saber...!
Peço desculpa pela desordem do meu Blog... estou tentando construí-lo...tijolinho por tijolinho...!
É gostoso ter o incentivo de pessoas como vc!

Beijos e carinhos mil!

Alice

Olavo disse...

"Lembrar de esquecer" hummm que lembrança dificil..muito
beijão

Jardineiro de Plantão disse...

Esquecer... quando... como, eu não sei esquecer... vc sabe como esquecer?...

Abraços

Huga katia disse...

Seu blog é apaixonante!

Lucas Matos disse...

Como se eu pudesse esquecer de você, eu tentei, apaguei você do celular, e como se quisesse lembrar, escrevi seu nome na mão, e então, eu lembrei que não posso esquecer você.

Só pra lembrar.

Um abraço!!

Sol da meia noite disse...

O entrelaçar do esquecer com o lembrar...
Por vezes confundem-se, parecendo uma mesma coisa...

Um beijinho *

Zek disse...

ja disse Rodrigo Amarante " o esforço pra lembrar é vontade de esquecer" .. rsrsrsr

PS: amiga Paula, quem você tinha me recomendado a um tempo atras que poderia me ajudar com um template, to querendo mudar a caras dos meus dois blogs....
Beijos