sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Um toque de abstrato.....


foto e tema de Tossan http://klictossan.blogspot.com/


Um toque de longe
Figurado, abstrato
Tocado
Emocionado
Um toque virtual
Visível
Sentido
Nos olhos
Na alma
Um toque de carinho....

25 comentários:

Mai disse...

MANDOKI.
Não é abstrato.
Tem rosto, tem gostos, tem frio, tem cheiros, tem fala, ternura*, saudades, que nega, sentir.
Mandoki, é muito, é bravo e manso.
Como será que eu consegui perceber tudo isto, se ele escapa, que nem vejo?
É que ele, não consegue passar despercebido.

Mandoki, marca.

Paula, eu concordo com o que dizes mas, penso que por isto mesmo, cada pessoa poderá ter do Mandokim uma qualidade, a mais.

Abraços.

Ternura - só quando ele esquece o papel de bravo e rabugento que só ele sabe interpretar.

Ele é como um bom vinho.

Menina do Rio disse...

Sempre um toque...

Beijinhos

Bia disse...

Oi, moro aqui, em Sta. Cruz do Capibaribe. Obrigada pelo comentário lá no blog!

Nocturno disse...

Só pelo carinho do teu post valeu a pena retornar à tua casa.

Feliz de quem tem a tua amizade, sincera e verdadeira.

Feliz Natal
Beijo Nocturno

tossan disse...

Paula! Que foto linda rsrs!!! Gostei mais do seu poema.
Mandoki merece é um super cara! Bj

Alisson da Hora disse...

poeminha maneiro...simples, direto...

=***

Vivian disse...

...gostoso quando podemos
homenagear um amigo, né linda?

bjusss

Branca disse...

Bonita foto e poema.

Bom fim de semana pra ti,
bjo carinhoso,
Branca.

Bill Stein Husenbar disse...

Imagem perfeita.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Léo Mandoki, Jr. disse...

...é verdade mesmo...admiro mto o trabalho do Tossan...admiro sempre quem tem o domínio de uma arte qq. Eu só escrevo pq não sei fazer mais nada...se eu tivesse o talento da fotografia de Tossan não me lançaria em escritas...passaria os dias fotografando...ou se eu soubesse pintar, cantar ou tocar instrumentos musicais...mas não sei nada disso...por isso vou lutando com a minha Remington 25 tentando fazer e construir coisas que me ensinaram na escola...
tenho um conjunto restrito de pessoas que só conheço virtualmente: vc, o tossan a mai...seres humanos de espírito superior...que nos penetram na alma..as vzs estou no carro, dirigindo, e penso: o que será que o tossan esta agora fotografando; e a paula? que livro ela estará lendo? e a mai? que me conta coisas da infancia dela e eu lhe digo «não quero saber!»

Vou te dar um pouco de mim agora...só para vc:

São 11h45 da manhã aqui em Leiria. Está sol e frio. Daquele frio que faz cerrar os ossos.
Estou ouvindo música chinesa, pq estou trabalhando num texto que terá uma personagem chinesa em Londres. Levantei-me, fui até à estante e peguei num autor que gosto muito e regreeso sempre a ele: o poeta norte-americano Walt Whitman. Abro aleatoriamente o Vol.1 de Leaves of Grass (1855) e escolho as palavras que te vou dedicar:

"O meu sol tem o seu sol e roda obedientemente à sua volta,
Junta-se com os outros a um grupo numa trajectória superior,
E fazem com que neles os maiores não passem de pequenos pontos."


Veja bem se isso não é uma Serendipidade?!! a página foi aberta aleatoriamente!!

um beijo do Leonardo Mandoki, Jr.

FERNANDA & POEMAS disse...

Querida Paula, adorei o teu sentimento profundo Amiga... Um grande abraço de amizade,
Fernandinha

Everson Russo disse...

Um toque é sempre um toque, se for de carinho, acertar a alma e o coração então, daí é um toque de paz...beijos pra ti minha poetisa, obrigado pelo carinho e preocupação...lindo final de semana...

Mai disse...

Oi, Paula, como este homem disse aqui que nos conhecemos, ainda que virtualmente, gostaria de fazer um registro aberto.

UM LÉO que eu conheço:

Ele é Único.
E jamais, qualquer-quem cogite, ou mesmo ouse, querer mudar uma pessoa assim: única e linda como ele.
Porque 'a gente é, para o que nasce'...
Assim, não precisa mudar.
Léo é assim e ponto.
E ele não precisa ser diferente.
Porque ele é muito, em tudo o que é e faz.
Também é Sol, tem luz, e brilha, e ama e sente saudade e é sensível e sente dor e solta pum.
Ele ousa, e marca, justamente porque não é óbvio. Léo é um vinho raro.
Léo, é único, como eu, como tu,Paula que o homenageias agora, ou o tossan, mestre da fotografia e seu amigo.
E, sendo único, não precisa mudar, não há nada o que mudar.
Léo é assim e ponto.
Mas mesmo assim, mudamos e ele,também, porque há diversos ciclos em nossas vidas...
Mas a citação de Whitman, é perfeita, porque nosso Sol, ou nossa luz, brilha em igual grandeza.
Eu afirmo, embora sejamos únicos, nenhum de nós, é superior ou inferior. Ordem de grandeza, é referência de astros celestes, não cabe a nós, humanos.
Porque lutamos, diariamente, para encontrar doses, menos destrutivas em nossa forma de ser e estar no mundo.
De novo afirmo, eu, Mai, não sou espírito elevado. Sou um quem-igual neste sentido, com as mesmas lutas interiores.
Fazemos as mesmas coisas. Tudo está em nós. O contexto de cada ser, é que é único e singular.

Tá bem, eu confesso.
Já tive uma remington 25.
Está guardada.
Mas ainda o Léo. Ele é tão especialmente singular, tão único e diferente do óbvio que, o que ele disse, é verdade: prá me fazer reagir e agir, sem pieguices, ele de fato, me deu um grito, dizendo que não queria saber da minha infância.

Somente ele teria essa coragem-dura, prá, gritar insultos e me fazer largar, o primeiro esboço de auto-piedade na dor que se ensaiava.
Quem, a não ser o Léo, faria algo assim?
Ele é desumano ou incivilizado?
Óbvio que não.
Ele é demasiado humano, civilizado, corajoso e sensível, mas também é sim, rabugento e malcriado.
Léo sabia que eu precisaria estar forte.
Fiquei triste com ele?
Talvez. Mas apenas por intermináveis dois segundos. Porque logo percebi que ele, havia feito aquilo, porque "sensível" embora ele grite que não é, percebeu e sentiu, que eu precisaria reagir e agir diferente, eu teria que estar forte.
Realmente, somos ainda, amigos virtuais.
O que nos une?
A poesia, a escrita, a sensibilidade, o gosto pelos livros e o saber.
Mas, como penso que o dia e a alegria é hoje, não poderia deixar de escrever aqui, sobre o Léo que conheço.
Estou no Galeão, aguardando um vôo e, é tão incerto o amanhã...
Queria poder falar isso tudo, mas é tanto a dizer sobre este Léo que eu conheço, e ele reclama que sou hiperativa...
Porque, nos segundos desse tempo inexato em que o encontro, quero despejar rios de palavras, porque talvez não haja um amanhã possível...
Porque o Léo que eu conheço, gosta de ter um toque de abstrato de mistério.
Ele é um vinho raro.
Os Vinhos, também são voláteis.
Léo Mandoki, Jr. Um Ser Humano, único, como cada um de nós.
E todos, sóis, e seres humanos- errantes, tentamos, a cada dia sermos mais humanos e civilizados do que fomos ontem.

Por que duvidas tanto que alguém possa te amar?

Um beijo, Mai.

L.M Tavares disse...

Adorei o poema...
Simples e gostoso de ler...

Abraço...

Paula Calixto disse...

Tocado-toque.

Beijos, chará!

Jardineiro de Plantão disse...

Como diria um "cara" amigo Brasileiro... Poema "gostoso"...

A foto está brilhante...

Abraço

Amarísio Araújo disse...

Paula,linda a foto e mais do que lindos os seus versos de carinho que devem encher os olhos,a alma de
quem os lêem,e em especial daquele a quem você os dedicou.
Perdoe-me a ausência por esses dias e obrigado pelo carinho e a solidariedade a mim dedicados.
Um grande abraço.

Fernanda Alves disse...

Adorei o poema.
itenso.
lindo=)

Garota Misteriosa disse...

Olá...

Gostei da poesia, simples, singela e doce...tão meiga...dorei...

Obrigada pela visita lá no meu cantinho, e obrigada pelos elogios...

Volte sempre que quiser...

Abraços e FELIZ NATAL;)

Daniel disse...

Sabes conjugar como ninguém imagem e poema. Bjus e bfs.

http://so-pensando.blogspot.com

Sol da meia noite disse...

Imagem e palavras... um toque.

Beijinho *

Diogo Caceres disse...

Oi amiga, passando p/ desejar um excelente fim-de-semana, cheio de muita paz!!!
Excelente post, Deus abençoe sempre sua maneira terna de se expressar... abração!!!

J. ROBERTO BALESTRA disse...

Paula, as coias bonitas devem ser repetidas... tão só porque são bonitas. E esse soneto é belo... sintético. bjs

Nanda Assis disse...

linda imagem, e ja que vc convidou vou lá conhecer o blog do seu amigo.

bjosss...

O Sibarita disse...

É, sim diz, faço fé!

Eita Paula... kkkk

bjs
O Sibarita