sexta-feira, 16 de janeiro de 2009


 
 
 
Abriu a janela
Tinha um par de asas 
 suficiente para a imaginação voar
 A vida foi rebobinada
Regressão vendo fotos
 Andando no calçadão
Voando sobre o mar
 Uma vida em minutos
Viu os sonhos realizados
Percebeu-se dona de si
Sentiu as asas fazendo cócegas na alma
Borboleteando nos olhos
Outros sonhos
As certezas, o poder de si
Ainda voa...


39 comentários:

TODO NOSSO disse...

Adorei o blog do cavalcanti,afinal,ta td em familia,tb sou cavalcanti,kkkk
odeio tb esses emails idiotas,nem abro,kkkk,mando pouquissimos,concordo com vc!!
qto ao seu poema,maravilhoso, as asas fazendo cócegas na alma,
q lindo !!
o poder de cada um,realmente é uma certeza,somos poderosos sim!!
parabéns!!!

bj Paula, aqui ta uma chuva,ainda bem,pq tava muito calor,mas espero a hora de mudar daqui,morar perto da serra,do ar fresco!!
Sergio manda abço,está de mudança,coitado,uma correria!!!

Monday disse...

eu sempre sonhei em ter um par de asas e poder voar ...

nunca as tive para voar assim ... me deram outro par: na minha imaginação ...

jamais voltei a reclamar por meu primeiro sonho ...

Mai disse...

Oi, Paula.

Ai está uma feliz tudo.
Linda voando sobre um calçadão.
Mas dar asas à imaginação ou alçar vôos em sonhos, em artes, se pode, sem medo.
Aviões decolam e aterrisam.Mas podem cair.

Aqui não. Então voa, amiga.
Viaja e sonha.
Bem feliz.

Beijos.

Pacheco disse...

E aí paula...
isto mesmo, sempre de asas a imaginação, sua e de quem te acompanha!
Quanto á linkar meu blog, vá em frente, faço questão de estar aqui na sua lista, mas para ficar melhor ainda linkarei o seu tbm!
E boas fotos!
Eternizando o momento em um click!

Daniel disse...

A imaginação sempre nos leva a lugeres magníficos! A sua então... Você tem um e-mail. Tem poema meu na Casa do Poeta. Bjus e bfs.

http://so-pensando.blogspot.com

http://poetasreunidos.blogspot.com

Elcio Tuiribepi disse...

Borboleteando nos olhos outros sonhos...bonito isso...voemos então...um abraço na alma

Pedro disse...

É bom que algumas certezas voem, elas se vão para que a gente possa encontrar novas.

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Desculpa a pretensão, mas senti o texto pra mim!
Beijos e borboleteios

Avassaladora disse...

Ah, nossa alma...!
A minha anda borboleteando muito...rs
Voar... vaor... nas asas da imaginação...
Talvez uma fuga do mundo real!

Mil beijos!!!

Saara Senna disse...

Quem não gosta de dar "asas a imaginação" né... as vezes a nossa realidade é tão dura, que nada melhor que viajarmos em nossos pensamentos, fotos e etc...

Muito bom!
Beijos e bom fds :)

Nanda Assis disse...

lindo o poema, as vezes temos asas e não podemos voar.

bjosss...

Vivian disse...

...mas esse megócio de
borboletear é coisa
da Brunella, não é?

rssss


Paula, você é mágica com
as palavras, e eu amo
entrar aqui para me
DELICIAR nos seus posts.

peloamordedeus...
nunca feche estas portas
pra mim...
senão eu 'xóro' lágrimas de
10 pingos por vez.
rsssssss

Guilherme Bandeira disse...

Olá Paula,

Obrigado pelo elogio, se quiser posso fazer esse desenho que vc falou...basta me passar exatamente o q quer...seu blog é bem maneiro...estarei sempre por aqui tb...

beijos!

www.olhaquemaneiro.com.br

JoAnInHa disse...

Desculpa a invasão,mas gostei mto do teu blog e nao pude deixar de comentar, imagens e textos super lindos, parabens!

Beijinhos,continua =)

Cadinho RoCo disse...

São quantas as janelas quew abrimos vida afora?
Cadinho RoCo

Codinome Beija-Flor disse...

Asas da imaginação!
Asas da liberdade!
Ou, como na música "Sonho de Icaro"

"Voar, voar
Subir, subir
Ir por onde for
Descer até o céu cair
Ou mudar de cor
Anjos de gás
Asas de ilusão
E um sonho audaz
Feito um balão..."

Bjos

Fernanda disse...

Porque as vezes é preciso bater asas e VOAR...

tossan disse...

As asas fazendo cócegas na alma, tenho cócegas mas não na alma. Vou aprender ainda a voar. Bj

manzas disse...

É lindo o seu poema… Me alegrou
É um poema que nos faz sonhar
Talvez um dia levante sua alma em voo
Até mesmo sem asas… Se pode voar

Obrigada amiga pelo seu lindo e comovente comentário no meu blogue…
100 Palavras!

O abraço…

Luiz Caio disse...

QUERIDA AMIGA!
OFEREÇO-LHE, COM MUITO CARINHO! UM SELINHO EM RECONHECIMENTO AO SEU CARINHO E DEDICAÇÃO À AMIZADE.

O SELO ENCONTRA-SE NA BARRA LATERAL Á DIREITA, E CHAMA-SE (ESTE BLOG INVESTE E ACREDITA NA... PROXIMIDADE!)

VOCÊ MERECE, E MUITO, RECEBE-LO!

TENHA UM ÓTIMO FINAL DE SEMANA!
BEIJOS.

Everson Russo disse...

Quando a gente abre a janela, e olha pro horizonte, talvez nao tenhamos a noção exata do tamanho do voo que podemos realizar, em sonhos ou na realidade, o mundo é grande em sentimentos, em pensamentos, em amor e paz, nós é que as vezes por medo, ou não, nos privamos dos melhores voos de nossas vidas...beijos e um maravilhoso final de semana com um voo alto....

Eurico disse...

Não sei que imagem é essa que vcs fazem de mim. Parece até que sou um sabichão...rsrsrs Vc me conheceu e viu como sou simples e povão. Graças a Deus, pq não acredito em que acha que sabe tudo. Fica à vontade, comigo, Paulinha, óxente!

Véu de Maya disse...

apreciei bem tua postagem...foto e imagem tudo bem a preceito...bela sensibilidade que vc tem...

bjnhos

Véu de Maya

Everson Russo disse...

Tive que voltar...rs..rs..voce tem toda razão, eu tambem faço isso, cortei minhas asas, olho diferente pro horizonte hoje, sei que é distante, que é um voo ou passo ao desconhecido, falo isso porque ja sofri com o amor, ja vivi momentos indescritiveis, hoje to fechado pra balanço, tem um bom tempo isso, digo muito a quem me pergunta que nao acredito no amor, acho que o que vivi foi perto da perfeição, daqueles que achamos ser o definitivo e pra sempre, não foi, e é aquela historia, quando voce ve colorido demais é dificil acostumar com o cinza, e quando fica cinza é dificil colorir de novo, não que não queira viver de novo, tenho é medo..rs..rs..então o que faço, trilho o caminho mais dificil, fico esperando que ele caia sobre minha cabeça sem fazer esforços...rs...pode ser loucura, mas é a realidade...e voltando a sua poesia e sua pergunta, é claro que pode voar, o bom de escrever é isso, voce pode tudo, pode ir onde ainda nem imaginou, pode divagar em galaxias, pode até em sonhos encontrar a perfeição, e de repente de tanto fugir do danado, ele pode até nos encontrar numa dessas esquinas da vida....voce riu da imagem né? pois é, como digo a voce, tem que ter uma historia, achei legal aquela com o texto, lembrei de voce, do comentario de ontem se nao me engano, só não disse que a imagem era em homenagem a "minha amiga Paula", porque voce já viu né? eu brinco e depois todo mundo ia ficar preocupado, pensando porque será que é pra Paula uma imagem dessas..rs..rs..rs..e o objetivo era o que voce disse, o fim de semana..rs..rs..rs...beijos no coração....credo!!!olha a novela que escrevi..rs..rs..rs...

PreDatado disse...

E voou?

(sabe que eu voo em sonho?)

Simples Assim... disse...

Vc não foi machista. Acho que, em geral, é a mulher que acaba sofrendo mais mesmo. Num relacionamento amoroso, além de lidar com os conflitos normais que há entre duas pessoas, a mulher ainda tem que lidar com inúmeros conflitos consigo mesma, coisas que sente, que vê, que quer ou não quer, tudo muito intensamente, além disso, nós mulheres ainda temos incutidas no nosso subconsciente tantas regras de conduta, de postura, de comportamento. É querida, vc não foi machista, mas o mundo ainda é... ainda.

Por isso entendo sua preocupação e entendo quando vc diz que lembrou de vc. Pessoas como nós sentem demais e pagam um preço por ser assim. Com o tempo, fui aprendendo que esse era um fato, essa era a minha natureza, não poderia mudá-la, só me restava aprender a me proteger um pouco. Então, se é pra perder o controle de forma absoluta que pelo menos seja depois de uma certa resistência. É isso. Hoje em dia resisto aos meus instintos por um tempo porque sei que quando me entrgar é de cabeça. Isso me ajuda bastante, o tempo cuida de muitas coisas, revela outras tantas, normalmente, só resiste ao tempo a verdade. Claro que não é uma regra sem exceção. Não existem regras sem exceção. Também, a vida seria muito sem graça se existissem.

Lendo seu post, me lembrei de quando eu era menina. Eu queria ter asas. Não era pra voar pra longe, ir embora. Eu só queria tocar as nuvens. Confirmar se eram de algodão. Toda vez que estou num avião lembro disso e fico rindo feito boba... rs.

Bjin !!!

O Sibarita disse...

Oi moça! kkkk Voar é a melhor coisa da vida, ainda, que seja em pensamentos, né não? kkkkkkkk

Mas, é isso, voar... kkkkkkkk

Ta porreta!

bjs
O Sibarita

Fernando Rodrigues disse...

Voa linda, vai onde as tuas asas te levarem!

Bjito

Fernando

joão marinheiro disse...

Os sonhos, as asas da imaginação, depois o tempo que passa e nos deixa. A vida...
Beijo deste lado do mar Paula

Amarísio Araújo disse...

Paula,

Que lindo isso,ter um par de asas que faz cócegas na alma,
'borboleteia os olhos' e permite à imaginação um voo pelos sonhos.
Que o poder de voar permaneça em você para sempre!
Obrigado pelos seus comentários em meu recanto,sempre carregados de sensibilidade,sempre poéticos e
sempre trazendo alegria a minha alma.
Uma ótima noite noite,um ótimo final de semana,com muitos voos,
muitos sonhos.
Beijos.

Eurico disse...

Paula, dia 22/01/09, às 19h, na Estrada do Bongi, vai acontecer o ensaio do Almirante com Naná Vasconcelos. Vamos conferir?
Abraçamigo.

Maria Dias disse...

Paula!Amei a poesia e me vi com minhas asinhas a borboletear viu?!Acho q um dia é fato, acabamos por nos transformar em borboletas,em colibris,gaivotas e saimos a voar por aí!Mas tem que querer e querer muito!

P.S.Ah Paula...Coloquei a foto linda de Tossan e o link para tua poesia.Espero q gostem!Vou deixar lá por um tempinho...

Beijinho e q vc tenha um ótimo fim de semana!

Daniel disse...

Olá Paula, tudo bem contigo. Já lhe mandei o convite de acesso ao blog e respondi ao seu e-mail. Bjus e bfs.

http://so-pensando.blogspot.com

Maria Dias disse...

Ah Paula,

Estive no seu amigo e gostei bastante do conteúdo do blog.Tb queria te dizer q adorei a foto das flores(buganville)nao sei bem se é assim q se escreve mas gostei muito.Até pq amo flores...

Fui...

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula...pois é...entalhe também já foi um vício, hoje o vício tem formato de letra...rs...já visitei o outro blog...ficou legal...valeu...agradeço...

Quase Trinta disse...

Adorei Paula.....

É bom saber que ainda podemos alçar voos cada vez mais alto

bjs e ótimo final de semana

Aníbal Raposo disse...

Lindo este poema. Gostei igualmente do que escreveu sobre a foto da Fernanda tirada na ilha do Faial, nos Açores. Vou voltar.
Bjs do meio do mar oceano.

Jardineiro de Plantão disse...

Não sei o porquê... já deixei de me interrogar dos muitos porquês que encontro... ao ler este seu post me lembrei de uma amiga Brasileira, que um dia escreveu...


O gosto pela escrita, começava a brotar...
e numa tarde cinzenta, coloquei no papel,
o sentimento:


Quando eu crescer,
quero ser Escritora...
Vestir vestidos longos...
colocar uma rosa nos cabelos...
e escrever meus sonhos!


E ainda sem entender os sentimentos do perdão, e do pecado,
passei a sonhar com maior intensidade!

Dilma Damasceno in "No limiar das emoções"(Janeladaminharua.blogspot.com)



Porquê eu me lembrei eu deste trecho...porque o associei...? sei lá, alguma coisa encontrei no seu texto... serão borboletas esvoaçando ou será o desenho das suas emoções...

Fraterno abraço

Sol da meia noite disse...

Muito belo este voo...
Sempre existe em nós o poder de voar, poder esse que atravessa tempos...

Um beijinho *