sábado, 17 de janeiro de 2009

foto Paula Barros
A casa continua aberta ti aguardando. Entra ventos que tocam o rosto, luzes que iluminam a alma. Ventos entram, espalham papéis e emoções, ventos vão.....Toca uma música francesa. Danço levemente, com os braços faço coreografias. Eles não ti alcançam. A casa está cheia, vozes me encantam e alegram, vários cômodos/emoções. Espero você. Talvez você não vem porque já está. Emoções incomodam, sorrio, choro. Danço em mim. Sou andarilha. Nuvens se formam no horizonte, não vejo carneirinhos, vejo a forma que pensas a vida. Percebo que também tens nuvens nubladas, cheias de raios, pesadas. A neblina já encobre a casa, não se vê a porta. Mas pode entrar. Vem! Ela, a neblina, encobre meus olhos quando não ti sinto. Mas não me impede de ver o teu verde, nem escutar a tua música. Continuo a dançar contigo. O vento traz partículas com aromas do teu sentir. A casa no alto me lembra a proximidade sua com Deus. Amigo nosso em comum. Mas Deus não nos responde tudo. Por isso converso contigo e ti chamo. Você não aparece, nem me responde claramente, assim feito Deus. No silêncio de vocês, converso comigo, me escuto. Sigo a mim, sigo a ti....sou apenas uma andarilha do sentir.
Entre os meus pensamentos e devaneios alguns são seriados, hoje decidi dá nome a essa série – A andarilha. Todos dessa série vão ter esse marcador. Isso não é amor. Não leiam como se fosse. Querendo ler os outros da série é só clicar no marcador.

29 comentários:

Mai disse...

'..a casa continua aberta'.

E acolhes e segues a ti e ao outro UM...

Espera...
Mas não há passividade nem em ti menos no texto.

Gostei. Aliás tenho gostado de muita coisa que fazes.

Beijos.

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Já me despertaste para ser seguidora desta série!
Beijos e borboleteios

Pedro disse...

Música francesa? Se for Piaf, Aznavour, Sardou ou Kaas eu tô dentro.

Everson Russo disse...

A casa aberta pode ser festa, alegria, amor, paz de espirito, tentativa de sorrir e estar de bem, por outro lado da lua, a casa totalmente aberta pode ser que o amor saiu e esqueceu de trancar a porta, que mesmo que a gente tivesse a trancado, o amor não se sente bem escravo, trancado, o alto da colina, a proximidade das nuvens, a neblina entrando, estar perto de Deus, assim como fitar uma estrela, mas na minha poesia Deus responde tudo sim, nós é que não sabemos traduzir o que Ele quer, muitas vezes somos ansiosos, egoistas, queremos no exato momento, e Deus não nos quer a ansiedade e sabe a hora exata de nos abençoar, de nos apresentar o que pedimos, muito antes até de a gente pedir, todos nós somos andarilhos do sentir, estamos sempre sentindo alguma coisa, nem que seja um vazio enorme, um frio terrivel, ou solidão no meio de muitos abraços estrangeiros, e temos tambem uma percepção louca de tudo....muitos beijos em sua alma, um lindo domingo...em paz....

TODO NOSSO disse...

nossa vc e o Ev.arrebentaram,todos nós somos andarilhos do sentir,com sentir,mesmo tendo alguém, temos nossos momentos de ausencia, de solidao...
bjsss

lane

Avassaladora disse...

Essa casa sempre aberta...
Sempre esperando..
Esse não vir...!
Quando a gente tá muito sensivel, esses textos fazem mal ao coração...rs
Doooooiiiiiiiiiiii...

Abraços e carinhos!


PS: Seu comts no meu blog foi forte... Tanto quanto o poema que publiquei... Tanto quanto esses sentimentos loucos que avassalam meu coração!

Vivian disse...

...hoje eu amo um andarilho,
menino de olhos estelares
e sorriso oceânico.
você, meu clichê onírico e eu,
viajante enluarada dos seus gestos incomuns.
é certo que o nosso amor
adormecerá com o sol.
mas, ainda antes da alvorada,
revelará a sua face
homem capaz de escalar
meu peito e descobrir
em mim um coração.

presente procê.

sssmackssss

Codinome Beija-Flor disse...

Esse seu talento me espanta, ou melhor: ENCANTA.

bjos

Avassaladora disse...

rs...
Só quis dizer que gostei!
Vc se expressa muito bem...
Sabe usar as palavras!

Obrigada por tudo!
Vc é uma pessoa especial!

Carinhos mil!

Nanda Assis disse...

paula vc ja escreveu um livro???
se sim eu gostaria de adquiri-lo se não vc deveria, pq vc cada vez faz melhor. esta frase que diz, talvez vc não vem pq ja esta, me coube como uma luva sabe.
e este titulo foi de imensa criatividade.

bjosss...

Vivian disse...

...viximariaaa!

o dia que eu tiver uma amiga
que tenha um par de pantufas,
e um robe de seda...
noooooossa!
vou loguinho pedir pra ela
deixar eu experimentar só
para matar as lombrigas...

kkkkkkkkkkkkk

ai, ai..

Paula disse...

Parabéns pelos textos, pelos poemas, e fiquei fascinada também pelas fotos!
Daqui deste lado do Atlântico vai um grande abraço para o Brasil!

Continue, porque está muito interessante e a sua partilha é excelente!

rodrigo disse...

Bom dia! MInha querida amiga, sei q estou ausente, mas a vida está corrida para, estou tentando vencer meus pensamentos acho... De qualquer forma, fica aqui registrado meu carinho...Abração e me perdoe por estar ausente....bjão.

Quase Trinta disse...

Lindo texto...
É bom saber esperar mas não esquecer de própria e isso o texto mostra bem.
Só dicordo da parte e diz que Deus não responde tudo.
Acredito que Ele sempre responde, talvez não da maneira que queremos.
Sua resposta pode ser um sim, um não ou ate mesmo espere, ainda não é o momento. Mas jamais nos deixa sem respostas...

beijos e um ótimo domingo

Philip Rangel disse...

Paulinha agradeço sua visita ao debate....

E sobre sua serie estou acompanhando...nao é romance...hummm...vamos ver o que vem pela frente...

bjosss

Philip Rangel disse...

Paula voltando vc foi indicada em meu blog pra entrar numa fria e participar de 2 memes por la.....
e por aki no seu blog...
la explico como faz....

bjos

Menina do Rio disse...

Isso é amor!
Uma porta aberta para a vida, um convite, uma dança entre cortinas feitas pela neblina e o vento que acaricia.
Isso é Imenso!

Um beijo

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDFA PAULA... MARAVILHOSO TEXTO, ONDE A PORTA ABERTA DEIXA ENTRAR TUDO O QUE É BOM PARA TI... UM BOM DOMINGO...
BEIJINHOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Pena disse...

Linda Amiga:
Como sentir a vida?
A sua vida jorra de uma intimidade e interioridade de felicidade e alegria no existir.
É um fantástico Ser Humano que adquiriu a magia de si e dos outros.
"...No silêncio de vocês, converso comigo, me escuto. Sigo a mim, sigo a ti....sou apenas uma andarilha do sentir..."

É maravilhosa. Linda!
Beijinhos de imenso respeito e e consideração pelo que "constrói" carinhosamente em si e no que é, repleto de sensibilidade doce. Extraordinária!
Bem-Haja, fabulosa amiga.
Maravlhado pelo seu encanto

pena

Adorei!

Vilminha disse...

Oiee amiga, gostei muito do texto, e a imagem da fotografia completa ainda mais as suas palavras, adorei o céu que você fotografou um momento único da natureza uma transformaçãos de uma nuvem de chuva ou tempestade se formando ou mesmo se dissipando. Saudades mil, beijos e um ótimo domingo.

Sedokao Morutaru disse...

belas palavras.
gostei das flores. :)

LaLa! disse...

Poxa que texto belo hein tu escreve mto bem =D

Poxa valeu msmo pelas palavras que vc me disse, é pra animar todos =D


bjão

Bill Stein Husenbar disse...

Que me dera ai morar.

Lindissimo texto (e imagem).

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Jardineiro de Plantão disse...

A foto é soberba... me traz a imagem de um presépio.

E o texto!, Que posso escrever sobre um texto que tudo diz... que ilumina, que pergunta e responde... que convida.

Uma pergunta pertinente, a sua amiga escritora lê os seus posts... o que diz?
Que mais precisa para para lhe mostrar os dotes seguidores e a "Andarilha", a publicar um Livro para quando?.
Como diria um amigo meu... a fruta está madura, é hora de a colher.

Enorme Xicoração.

Amarísio Araújo disse...

Que a casa continue aberta e que venham muitos pensamentos e devaneios assim.
Um ótimo final de domingo,Paula.
E que a sua semana comece bem amanhã.
Beijos.

Nocturno disse...

As nuvens cobrem o nosso querer, entre o desejo e a vontade há a nossa alma que tem sempre algo a dizer...

Não basta desejar é preciso amar.

Beijo

O Sibarita disse...

Oxente! kkkkk Fia, virou andarilha? kkkk Ah bom... kkkk

Esse seu texto é muito do porreta mesmo principalmente porque é revelador, ai meu Deus! kkkkkkkk

Lá eu não sabia que a moça gostava de música francesa, oi que bom! kkkk

Essa observação de que não é amor, aliás, vez por outra coloca isso, é medo é fia? kkkkkkkkkk

Veja bem o texto fala exatamente de alguém que você espera e ele não aparece, mas, vc sente o perfume, escuta, conversa e arremata -amigo nosso em comum- E não é amor!(sic) kkkkkk

E o melhor de tudo sabe que ele tem próximidade com Deus, ou seja, você sabe tudo do cara! E não é amor, é desvaneio, é? É mesmo, é? kkkkkkkkkkkkkkkk

Ser andarilho(a) é bacana, agora, para onde?

Em parte você tem razão a pessoa andarilha não se apega a ninguém, não tem amor a ninguém e a vida passa, as folhas caem, os objetivos se vão... Bom né? kkkkkk

bjs
O Sibarita

Jeanne disse...

Andarilha do sentir, que maravilha! Sentimentos dão cores e sabores à vida...
Beijos :)

Sol da meia noite disse...

Um profundo sentir envolve este escrito.
Sinto-o bastante introspectivo, apesar dos sinais exteriores que lhe dão forma.
Gostei muito.

Abracinho
:-)