quinta-feira, 1 de janeiro de 2009



Segue sem um roteiro pré-estabelecido, a emoção é quem guia. Um sentimento instiga, faz seguir um caminho beirando o acostamento do desconhecido. No caminhar de idas e vindas, o vento toca lembranças, os olhos nublam. Para não derramar o rio do passado e o mar de interrogações do ser em si, muda a rota dos olhos, suspira o pensamento, engole o nó dos nós, do ele que evaporou, do ela carregada de nuvens. E volta. A emoção palpitando nas mãos, os dedos azul pôr-do-sol. O ambiente não tem música, escuta o som descompassado do coração. Que canta, mesmo sem encontro (com ele), o encontro (com ela). Viaja no roteiro do outro, lendo as linhas e querendo se descobrir nas entrelinhas e no mergulho daquele personagem que viaja, por ele. A vida palpita, pulsa, mas como o personagem, ela também tem medos e receios de se repetir. De não se ver no olhar, do próprio olhar, do olhar do outro. De repetir os mesmo caminhos, a mesma paisagem. Por isso segue, o próprio caminho, pelo caminho das palavras dele. Em busca dela. E não consegue deixar de ir.......

27 comentários:

Vivian disse...

...quantas vezes nos colocamos nos sonhos do outro, nas inquietações do outro, no caminho traçado que não nos foi dado o direito adentrar, mas não conseguimos
mudar a rota quando GRITA o coração.
quão dependentes nos tornamos no
bailado das inspirações alheias,
e fazemos delas nosso porto
de abrigo, sem pedir licença.

que teias são estas que nos
enrolam no mesmo sentimento
feitos novelos de emoções?

é a teia da vida.
esta que não tem começo
nem fim.
onde cada um tece pedacinho
com seu matiz.

bjussssssss, linda

sorry,
não pude me conter e deixei
esvaziar o coração.

Mai disse...

Oh! Paula, coisa linda e terna, este teu caminhar em busca...
Encontraste, pescaste ou, apenas, recolhestes, das nuvens, dos sonhos, ou das lembranças, as palavras deitavam ou dormiam em teu sentir.
Lindo texto...Lírico pensar...Bela emoção que ompartilhas com teus leitores.

Mas sabe, Paula, não consigo deixar de registrar o que me surge ao pensamento, quando vejo a nova foto em teu blog.
Um novo mar. Com terra, pedra, verde e um azul magnífico!
Percebo que talvez, sem querer, tenhas reunido nesta fotografia, elementos, imprescindíveis, para que vivamos sem nos deter, demasiado, em perdas e danos.
Há quem creia que o elemento água, seria símbolo das emoções.
A terra - razão, objetividade... Pedras, poderiam servir como signo de segurança.
E, os vegetais, talvez pudessem simbolizar a vida...
Aproveitando estes signos, o 'input' que desejo te dar é que, o míííííííínimo... de razão e objetividade que conseguirmos reunir em nós, deveria nos proteger das dores (não das emoções)
Se assim o fizermos, conseguiremos ler e viver este teu poema, vendo-o assim, em sua plena beleza. Belissimo poema, e o leio, maravilhada, sem um sofrer linkado a ele. A emoção sim, esta vem. E gosto disto.
A beleza está justo, aí... Dentro de ti, e tu escreves com beleza, Paula.
Também tenho ritos e desejos...
E Penso.. uff.. queria talvez desligar o pensamento...
Quando ele está desassossegado,em demasia, decreto-me o silêncio, absoluto. Depois, ele se reordena, obediente...pff... rsss...

2009 especial!
Carinho, sempre.

tossan disse...

Muito profundo este teu Olhar, segue, mas sempre olhe. Seja sempre feliz Paula. Bj

FERNANDA & POEMAS disse...

Querida Paula, neste primeiro dia de 2009, quero deixar-te um grande abraço desta tua amiga do coração ,
Fernandinha

tulipa disse...

Olá Amiga

Queres juntar-te a nós?
Todos juntos nunca seremos demais por esta causa.

Estamos todos juntos em oração pela minha sobrinha, para conseguirmos uma corrente de energia positiva para a ajudar no problema de saúde dela.

Não tenho tido cabeça para nada.

Aproveito para te enviar os melhores votos de um maravilhoso Ano de 2009.

Peter Pan disse...

Oh, Deliciosa e fantástica Amiga:
Uma "viagem" extraordinária pelo seu lindo interior. Profundo. Doce. De bem com a vida.
"...Segue sem um roteiro pré-estabelecido, a emoção é quem guia. Um sentimento instiga, faz seguir um caminho beirando o acostamento do desconhecido. No caminhar de idas e vindas, o vento toca lembranças, os olhos nublam. Para não derramar o rio do passado e o mar de interrogações do ser em si, muda a rota dos olhos, suspira o pensamento, engole o nó dos nós, do ele que evaporou, do ela carregada de nuvens. E volta. A emoção palpitando nas mãos, os dedos azul pôr-do-sol..."

Extraordinário e sensível.
Uma "viagem" fantástica.
Adorei, com sinceridade e sensível à sua majestosa sensibilidade.

Beijinhos de gratidão...

Um Perfeito 2009!

OBRIGADO pela sua amizade e por existir.
Deslumbrado...Extraordinário Post...!

peter pan

Maria Dias disse...

Oi Paula,

Nao podemos deixar que o medo nos domine.O novo Ano chegou e nos convida a seguir com ele.É seguir ou tentar frear o tempo ou seja tentar o impossível.Hoje pela manhã eu tb tive medo.Eu duvidei, mas depende de mim.Depende de ti.Depende de nós virarmos o jogo.Eu ainda acredito num algo mais q estás reservado para mim...
Neste momento busco Itáca a mesma de Ulisses, mas se ao chegar lá perceber, que o caminho até lá, era mais interessante que a terra prometida.Ao menos eu tentei e se nao tivesse pagado para ver nao teria esta certeza.


E vamos seguindo...Beijos amiga...

Maria Dias

Amarísio Araújo disse...

Só queria dizer que me senti nesse roteiro,mas sem medos,especialmente
sem medo de repetir caminhos.
Muito intenso o seu texto,Paula.Faz
ferverem o coração e a alma.
O seu ano começou tomado de grande inspiração.
Uma linda noite de domingo.
Abraços.

Jardineiro de Plantão disse...

O texto é uma boa lição de filosofia ... numa visão de emoções e receios, onde suspira o pensamento.

Um bj fraterno para iniciar o ano.

Luciene de Morais disse...

Oi Paula! Lindo isso.
E ela não consegue deixar de ir mesmo! ... é a nós que buscamos, no outro. Nossa continência, quem somos, nossas respostas.
Ah acho que uma parte, sempre se repete... mas outras mudam... crescemos sempre.

Opuntia disse...

Um belo texto p/ começarmos bem o ano.

Léo Mandoki, Jr. disse...

...gostei dessa coisa "mudar a rota dos olhos"...gostei mesmo...e uma vez mais se demosntra que a passagem de ano é mero simbolismo pagão...vc não mudou em nada e nem indica sinais de mudança (ainda bem!)....vc permanece a mesma romântica incorrigível de sempre, a mesma de 2008, de 2007, de 2006...de 2010, de 2011...eheheheheh
beijos
(acaba com essa coisa dos abraços...eu só quero beijos)

Cacau disse...

"Não tenha medo do caminho, tenha medo de não caminhar"

Ela tem de ir..

Beijos e um Feliz ano novo!

Eurico disse...

Paulinha, sempre encontro os teus interessantes qustionamentos, que são nossos, que são do ser humano. Bom começar o ano novo com essa reflexão.
Beijos d'amigo.

Mariana disse...

Paz, saúde, amor, realizações e muito sucesso é o que desejo para vc em 2009!
Muitas energias positivas!
Beijos

Avassaladora disse...

Correr risco sempre... Amar 'e inerente aos riscos!
Nao tem como fugir...!
'E viver ou morrer...
'E melhor viver!

Beijos querida!
Obrigada pelo carinhoso comentario...
Vc le as entrelinhas...rs

Dauri Batisti disse...

Ir é melhor. Não deixar de ir é a solução. Ir com prazer, ir por atração, ir com querer, ir sem querer, ir a favor,...

...ir contra é também ir ao encontro.

Tatiana disse...

Que este novo ano traga ao seu coração a força necessária para te guiar rumo a realização de seus sonhos!

Suas palavras despertam as minhas asas...

Um abraço com meu carinho.

Fénix disse...

Segue sem um roteiro pré-estabelecido, a emoção é quem guia.

Eu costumo deixar-me levar pela emoção, mas já algum tempo que sei que isso, muitas vezes me tráz lágrimas...

Adoeri o que escreveste.

Feliz 2009.

Everson Russo disse...

Eu penso que por mais que a gente tente imporvisar, fazer diferente, até mesmo errar a trajetoria, a vida nos leva aos mesmos caminhos do coração, aquelas paisagens que jamais por ela passamos, mas temos aquela sensação de já conhecer com a palma da mão, saudades de lugares desconhecidos, uma velha historia....menina, voce tem toda razão, nos falamos pouco esse ano que passou, mas vamos nos encontrar mais nesse que chegou...prometo...beijs no coração e otimo final de semana...

Delfim Peixoto disse...

Gostei de visitar o seu cantinho
Bom ANo

Marrí disse...

Hum, lindo Paula!

Intenso, instigante, sem final...

Pelos caminhos da vida. disse...

Belo texto amiga.

Obrigada pela visita.

Feliz 2009.

beijooo.

Jaque disse...

Nossa..que brincadeira gostosa com as palavras...ficou uma delícia de se ler..

Beijo

Laura disse...

Ah, se soubessemos o verdadeiro caminho, não perdiamos tempo em atalhos que mais não fizeram que nos deixar em dor!...
Lindo, linda a poesia e lindo o canto de amor! Beijinho e apanhei-te por aqui num blog amigo...laura..

In pressões disse...

Paula, teu blog é um dos mais lindos q já li/vi! Bjo!

Sol da meia noite disse...

Quando a emoção nos guia, o medo assola o sentir.
Entendo bem...

Amiga, um abraço
:-)