segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Seu rumo, seu norte

É no meu caminho úmido que você deve se achar
É a minha gruta que você deve explorar 
A minha escuridão lhe dará luz
A minha quentura fará você arder
O meu pulsar lhe deixará a gemer
Sou o norte
Que o ponteiro da sua bússola procura
Sou o rumo
Que vai lhe tirar do prumo

41 comentários:

Daniel disse...

A coisa voltou a esquentar por aqui, não é mesmo?! rsrs. Nada como o clamor urgente da fêmea querendo carne... rsrs. Bjus e boa semana.


http://so-pensando.blogspot.com

Eurico disse...

A oficina com o mestre Carrero irá destravar a tua criatividade. Soube que ele é mestre nisso, em abrir as comportas dos sonhos de seus alunos.
Abraçamigo.

Mai disse...

Ô quê?????
Mas '...olha que isso aqui tá muito bom, isso aqui tá bom demais olha que inda falta alguém entrar mas quem tá dentro não sai...'

Gostei...
Mas por onde andaste, ANDARILHA???

Beijos...
Criatividade?
pois sei!!!
:))

Philip Rangel disse...

Nusss...esqeuntou mesmo..fico sensual aki....o calor da vontade de qrer carne......

bjaoo

FRAN "O Samurai" disse...

Oi querida!

Voltei aqui e agora é pra ficar! Hehehe! Nossa, depois de uma grande luta para colocar o PC em ordem, perdi muito tempo e muitas coisas na blogsfera. Pois bem estou aqui nesse cantinho maravilhoso.

Hummm! Vejo que o negócio aqui tá quente demais viu! Hehehe! Uma postagem pra lá de caliente.

Beijos Paula!

Pedro disse...

hmmm...

Saara Senna disse...

Oii...
Nossa muito caliente esse poema heim!!
Muito bom!

Beijos e boa semana :)

Vivian disse...

...meooooooooooooodeussssssssss!
quanta sedução!!

tbm quero desta água...rss

que linda você!

muahhhhhhhh

Maria disse...

Tá quentinho por aqui...
... mas é um quentinho bonito e bom......

beijos

Poeta Mauro Rocha disse...

Nossa!! Quanta sensualidade e quanto querer,és o norte que tira qualquer um do rumo.

BJS

Zek disse...

Quem pode errar se a bussola é o amor, se ela guia ... nos indica e nos leva!!!

Sigamos

Camila disse...

Desse jeito, fica-se desnorteado!
Lindo e poético!

Beijos

águia_livre disse...

Hummmmmmmm. É bom demais
.

Carla disse...

ardentes palavras de um ardente sentir
beijos

Amarísio Araújo disse...

Meu Deus!!! Que transferência imediata de calor,provocando um desejo fundo de perder o rumo e o prumo e só se achar na gruta.
Isto é judiação,Paula.Uma linda judiação.
Abraços.

Paulo Palavra disse...

foto sexy!! uiuiui

Paulo Palavra disse...

ps: quem é a modelo?

Fénix disse...

Um poema, uma direcção, um destino. Magnífico Paula.

®tossan disse...

Estou repleo de prumos..Pra te acalmar..

O rio

Uma gota de chuva
A mais, e o ventre grávido
Estremeceu, da terra.
Através de antigos
Sedimentos, rochas
Ignoradas, ouro
Carvão, ferro e mármore
Um fio cristalino
Distante milênios
Partiu fragilmente
Sequioso de espaço
Em busca de luz.
Um rio nasceu.
V. de Moraes
Beijo

Déia Arakaki disse...

Oi Paula..

Hehe a unica coisa que posso dier é que é um poema bem sensual rs..
Muito bonito, muito bem escrito!!

beijos

Everson Russo disse...

Uau, hoje o clima esquentou por aqui,,,rs,,rs,,,em sons e tons, direções e desvios, linda essa busca essa intensa procura da direção, do rumo certo, o aviso sempre estampado que o premio será entregue, basta encontrar o caminho e o rumo certo, adorei a foto, é a cara do Livro..rs..rs..beijos ,menina, tenha uma otima terça feira, e olha a sintonia de novo, no Livro eu me perco no caminho, por aqui voce se encontra com ele...rs..rs..muito bom....

Fernanda disse...

que lindo Paula...
adoro esses poemas
que falam do norte,da direção que se deve seguir...

Colibri disse...

Olá amiga,

Volto para reencontrar a exaltação dos sentidos... Quente... :-)

Que essa luz se acenda também na gruta do espírito e que o prumo esteja virado para a verdadeira plenitude do ser...

Beijos carinhosos
Colibri
------
Os meus últimos sentires…
Eis-me aqui: Testemunho dramático…
Colibrir as Emoções: A filha da onça…
Traços de Angola: Parte 11 - Fotos do Lobito (Parte I)…
Corais dos Recifes: Camarões ornamentais…

Pena disse...

Um acto de pureza e beleza.
Sensível. Bela e uma doce combinação sedutora muito doce.

Beijinhos de imenso respeito, pelo que terna e carinhosamente, concebe.
Sempre a admirá-la

pena

Verônica disse...

Lindo :)

luzdeluma disse...

Paula, dias quentes não é mesmo? (rs*) Boa semana! Beijus

LOURO disse...

Querida amiga,linda foto, quanta sensualidade e tanto querer de um ardente sentir!!!

Beijinhos de carinho

Lourenço

D.Ramírez disse...

e pela foto, tirar ate do rumo..mamma mia..rs
Belo poema!!!

Besos

Avassaladora disse...

Menina!
Amei esse seu lado atrevida...rs
Um poema incendiário!
Quero meus sais... rs

Parabés. Muito mesmo!


Beijos e carinhos

Luiz Caio disse...

Oi Paula! Como vai?

Pude sentir na alma o calor desse poema... Seguro, e caliente como o amor deve ser!

DOCE INSPIRAÇÃO!

TENHA UMA ÓTIMA NOITE!
BEIJOS.

Simples Assim... disse...

Hummm... clima quente por aqui... gostei... rs

Eu também gostei da imagem do caco de vidro e de gente. Muitas vezes penso nisso quando estou por aí, na boemia... rs.

Eu acho que o léo tem razão, o cara é mesmo bem humano, há nele tudo que há em cada um de nós. Ser humano não é só o que parece belo e bom, não? Isso é divino. Humanidade tem mais a ver com oscilação, junção, mistura. Dentro de cada um de nós há um mundo, inclusive de coisas boas.

Quanto à autenticidade, também não sei. Ainda não conheço esse personagem tão bem pra valiar... rs.

P.S.: Vc sabe que a admiração é recíproca, não sabe? Bjin !!!

Bandys disse...

Paula

Poetisas, poetas e poesias..

Adorei.


Beijos

•.¸¸.ஐBruneLLa Tigress disse...

Delicioso de ler este post!
*-*
Lindo poema!

beijos e borboleteios

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA PAULA, MENINA AÍ ESTÁ O VERÃO MINHA AMIGA, MAS ESTÁS MESMO COM MUITO CALOR E DEVERAS SENSUAL... OBRIGADA PELA, BELA IMAGEM... UM ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Sol da meia noite disse...

Gostei da determinação que li nestas palavras.
Um sentir muito seguro.

Amiga, um beijinho *

Codinome Beija-Flor disse...

Ai, ai, aiiiiiii
Que lindoooo
Vou decorar isso, que ainda ei de contá-lo.
Bjos

Uma aprendiz disse...

Magistral!

Começo e fim, sem atalhos.


beijo

Vict9r disse...

ola. td bem?!
ja nao passava aki a um tempinho.....
Mas tou vendo que isto aki tem emoçoes muito fortes msm.....

bjs

Jardineiro de Plantão disse...

Paula,
Com poema assim de cor tão "colorau" ... minha querida... deita abaixo, qualquer um que lhe salte ao caminho...rsss

Abraço carinhoso

Gerusa Leal disse...

Belo poema, Paula.

AC Rangel disse...

Não sei se vc vai ler o que digo aqui passado tanto tempo, mas fica o registro.
Poema ousado, atrevido e gostoso.
De bom gosto e, ao mesmo tempo, explícito.
Vontade de descobrir este noret.

beijo