domingo, 15 de fevereiro de 2009

A caminhada continua. Lembro-me das vastas dunas, areia por todo lado, desafios. O peso das pernas afundando na areia fofa e quente. Obstáculos. Sobe e desce, cansaço. A busca da beleza. Sacrifícios para chegar e contemplar a criação Divina. E precisa chegar para ver as belezas divinas? As belezas divinas estão em todo lugar. Estão durante toda a caminhada. Estão no nosso ser – adormecido ou latejante. Tenho dificuldades de compreender o todo, quando as partes estão confusas. Nesse esforço descomunal para compreender, apreender, sentir, escrevo, assim tento me compreender. Tento. Enquanto assim for, a andarilha continua. Podes mudar de rumo. Desaprumar o eixo das palavras. Não importa, farejo o sentimento, mesmo que às vezes não encontre. O esforço mental faz pingar gotículas de suor interno. O sangue fica roxo do esforço do sentir palavras, mais compreender é por demais desnecessário. Ou não? A falta de compreensão é na realidade a equação perfeita para mais uns passos da andarilha.

37 comentários:

Dona Sra. Urtigão disse...

Intenso, lindo, claro.
Um texto que revolve os escombros de nossa alma. Que acarreta reflexões de tal magnitude que só pode nos levar a reconstruções de nós mesmas.
Abraço!

Elcio Tuiribepi disse...

Valeu Paula, obrigado pelas palavras...um domingo azul para você também...e que venha o sol...aqui chuva...rs...bjo

Luiz Caio disse...

Oi Paula!

As vezes penso que certas coisas que buscamos compreender, são para ficar assim, incompreensiveis... É como o mistério de um filme. Quando exclarecido, ou o filme termina, ou perde o sentido!

ÓTIMO TEXTO!

TENHA UM ÓTIMO DOMINGO
BEIJOS.

Mai disse...

Paula,

Dias em que meu cérebro está aerado, inflado em demasia, sabes o que faço?
Paro de tentar compreender e vou assistir um filme de Chaplin ou ouvir uma boa música ou catar conchas no mar ou conversar com um amigo.

Por vezes é fundamental dar um stop.
Pra seguir...
Eu faço silêncio uma vez ou outra prá 'organizar' meu pensamento porque penso além do que deveria.
Mas fazer o que? Só sei que estou assim...
Um dia talvez eu mude.

Até lá, vou assistir o seriados mais divertidos queeu puder...

Beijos, amiga.

bela foto.
Carinho, Mai.

Neto disse...

Paula

Seus posts são interessantes e você escreve muito bem. Parabéns!

Respondendo sua pergunta lá no meu blog: "Você me ensinaria a ganhar dinheiro com o blog?"

É claro que sim!
Do que precisa saber?
Já adicionei o seu e-mail no Msn, mas atendo mais por este e-mail aqui: jwneto(arroba)gmail.com

Escreva-me quando quiser tá! :)

Abraços

Café da Madrugada® Lipp & Van. disse...

Escrevi algo assim como o seu texto de hoje tbm. Mas você conseguiu descrever coisas que eu queria e não havia encontrado palavras.

Perfeito, perfeito!

me encontrei no teu texto!

Everson Russo disse...

E nessa vida vamos caminhando sempre, e sempre apreciando sim as belezas da obra Divina, mas a maior beleza está dentro de nós, é o amor que carregamos no peito, é o carinho e afeto que levamos aos amigos, o abraço, a mão amiga, e até podemos mudar o rumo do caminho sim, mas no final acabamos voltando para aquele pra nós traçado...beijos no coração, lindo domingo, otima semana, e pode ficar tranquila, te expliquei por email, o Livro Dois ainda é um oficial provisorio..rs..rs..vai mudar, falta muita coisa....

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA PAULA, BELO TEXTO... SUBLIME AMIGA!!!
UMA BOA TARDE DE DOMINGO... UM ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Franzé Oliveira disse...

Continuará todo sempre tentando entender as coisa, viu? Sempre um passo depois de outro... Isso é a vida. Bjos com carinho.

Pedro disse...

Nem tudo é feito para ser entendido.

Grace Olsson disse...

Há de aceitarmos os mistérios da vida

Daniel Savio disse...

Belo senhorita Paula.

Mas sempre procuramos a verdade (ou a resposta para algum mistério), mesmo que depois não tenhamos a capacidade da resposta...

Fique com Deus, menina.
Um abraço.

Alma Nua disse...

...fazer a caminhada sem
perguntas e questionamentos,
é saber degustar a magia
das paisagens,
estas que se formam dentro
de cada atento e sensível olhar.

caminhemos então...

bjus, linda!!

Diego disse...

O mistério da vida é não compreendê-la como gostaríamos. É bom que seja assim.

Beijos,

Avassaladora disse...

Paula, querida!
Essa Andarilha esta percorrendo seus mais íntimos recantos da alma!!!
E nem sempre, encontamos Oásis no caminho... As vezes é só deserto!
Espero que encontre o seu Oásis...

Te adoro, menina!


Abraços e carinhos!


Avassaladora

Uma aprendiz disse...

Ai, ai...

Estou caminhando juntinho contigo. Sentindo, afundando, buscando.
Se paras, paro.
Se segues, vou atrás.
Você fica aqui, eu volto.


beijos

tossan disse...

Vejo que estás bem dentro da alma. Como sei? Pelo texto. Te conheço um pouquinho e sinto! Bom, muito bom. Bj

Léo Mandoki, Jr. disse...

essa andarilha nca cruza os meus caminhos...

Daniel Moraes disse...

Caramba! Que lindo isso que li. Transcendetal sem ser piegas. Bjus e boa semana.

http://so-pensando.blogspot.com

glória disse...

"desaprumar o eixo das palavras", até que o feixe de sentidos possa criar reservas de sentimentos compactuados. palavras que dêem passagem, que possam fazer porosos os sentimentos. Eu também me sinto assim. Uma peregrina das palavras que afetam, que criam pontes de compreensão. Seus escritos são densos e leves. bjs

Simples Assim... disse...

"E precisa chegar para ver as belezas divinas? As belezas divinas estão em todo lugar. Estão durante toda a caminhada. Estão no nosso ser – adormecido ou latejante."

Tenho pensado muito nisso. A gente faz força pra andar olhando pra frente, buscando o horizonte. Mas viver não é a chegada, é a caminhada. Ter um objtivo é o que nos move, até aí tudo bem. Mas há que se caminhar olhando pros lados, aproveitando cada atrativo de cada lugar percorrido, cultivando cada passo com o mesmo cuidado que se cultiva a esperança da chegada, absorvendo da estrada tudo que será útil mais adiante, enfim, viajar curtindo a viagem.

Só pra variar, vc me fez pensar em uma porção de coisas... rs. Bjin, querida !!!

Tatiana disse...

Paula... suas palavras levaram-me numa viagem...
Uma nova semana inicia... E com ela a oportunidade de novas realizações.
Desejo uma semana repleta em dádivas para você!

Um beijo carinhoso

Cadinho RoCo disse...

A busca pela compreensão estimula o nosso fôlego.
Cadinho RoCo

Luiz Caio disse...

Oi Paula!

PASSEI PARA DESEJAR-LHE UMA ÓTIMA SEMANA!

BEIJOS.

Amarísio Araújo disse...

Oi Paula!

Estou de volta,depois de uma semana de um descanso de fato e de direito.Estou bem,mais do que mereço.Agradeço o seu carinho,o seu sentir da minha ausência.Já estava com saudade de te ler.Vou ter que 'tirar o atraso' por aqui aos pouquinhos.

Vida longa à Andarilha para que ela continue a eterna caminhada em busca das compreensões.

Beijos com carinho e admiração.

Paulo Palavra disse...

Não compreender é sempre bom. afinal, de que forma buscaríamos as respostas?

Olavo disse...

Acho que a vida é feita disso..são esses momentos de desalinho que sabemos depois o quanto somos felizes..
beijos

De vez em qdo venho aqui!! disse...

PAULA,O BLOG DO SERGIO NAO É BLOGSPOT,MAS É A MESMA COISA,QDO ELE FAZ UM POST NOVO APARECE NO BLOGSPOT SIM,SE VC LINKAR,VERÁ Q APARECE.LA NO MEU ,APARECE NORMAL.SÓ O ZIP NET Q NAO!!!

A FALTA DE COMPREENSAO NOS TORNA MAIS CURIOSOS ACERCA DE NÓS MESMOS...

BJSS

Dois Rios disse...

Querida Paula,

Gosto dessa sua capacidade reflexiva e desse seu dom de fazer de "nossos" sentimentos palavras tão suas.
Acho que no fundo todas as almas são iguais. O que as diferencia são as belezas divinas que cada um é capaz de perceber durante a caminhada.

Beijos,
Inês

Pena disse...

Simpática Amiguinha:
Entendo o seu doce "sentir" como de uma esbelta sonhadora que se afirma perante a sua doçura de ser.
"O sonho comanda a vida" já lá dizia o poeta.
Não vejo mal nenhum. Apenas, pureza e beleza que jorra de si e do que é. É linda, sabia?
Se nos tirassem os sonhos viveriamos dum nada, dum vácuo imenso.
Tente entender a pureza e ternura de si e por onde passa.
Sonhe. Um(a) sonhador(a) é um precioso sentimento que nos orienta e dirige na vida. Próprio e adequado em si.
É doce. É encantadora. Viva o seu sonho maravilhoso de existir.
Nunca soçobre perante a vida. A existência é um sonho constante e lindo.
Beijinhos de amizade, respeito e estima gigantes.
Admiro-a, sabe?
OBRIGADO pela ternura da sua visita linda.
Cordialmente e com simpatia...
Sempre ao dispõr...

pena

OBRIGADO pela sua doce amabilidade fantástica no Ser Humano fabuloso que é, amiguinha.
Adorei a forma como se expressou neste precioso e fascinante "ser" de si e do que é. Uma vivência extraordinária.

Cecília disse...

Lindo e intenso!!
Toca na alma...

Beijossss

neide disse...

Oi Paula,
Li seu poema no blog da amiga Avassaladora e gostei muito, resolvi te visitar, e que bom que vim, tens postagens lindas, interessantes... tudo muito bom.

Virei mas vezes.

Tenha uma ótima semana.

Bjss

Everson Russo disse...

Oi meu anjo, passando em tempo pra deixar um beijo e um carinho depois de um longo dia, te mandei um email...beijos e otima semana....

sean disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
sean disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Sibarita disse...

Pois é não precisa compreender basta seguis os ensinamentos...

bjs
O Sibarita

Sol da meia noite disse...

Minha amiga, entendo bem este teu sentir. Também já muito escrevi na tentativa de me entender.
Precisamos sentir as palavras, olhar seus contornos, o desenho que formam no seu todo...

Escreve sempre.
Um bom domingo e um beijinho *
:-)