segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009


É angustiante, desesperador
Dolorido
O outro que tanto amamos
Já não está mais ali
Os olhos não nos enxergam
Não nos percebe
Nem nos identifica
O amor
As lembranças
Não veem à mente
A pessoa e os olhos estão ali
A memória escondeu-se
Não significamos nada
Por vezes até assustamos
Os olhos não têm brilho
Estão opacos, vazios
O outro definha
É só a carcaça
De quem nos amou
Daquele que amamos
dez/2007 - processo acelerado da doença
Domingo 08.02.09 faleceu o avô da minha filha. Já estava doente. Diante da morte sempre as mesmas perguntas, os mesmos questionamentos, o rebobinar da mente. É tão pouco dizer que descansou. Que está melhor de quem ficou.

41 comentários:

Franzé Oliveira disse...

Meu pesar para toda a sua familia. Se tive algo que possa fazer por vocês, conte comigo. Um abraço terno.

Marcelo disse...

Com certeza ele está em um lugar melhor...
Meus sentimentos e meus respeitos pela sua dor.

Beijos

D.Ramírez disse...

Tnenho uma visao diferenciada, nao q nao sofra com a perda, claro q sim, mas é algo continuo, esta sempre presente, nao em corpo, mas na mente.
Nao morre jamais.

Besos

Ana Lu disse...

Nossa, n tem nem o que falar nessas horas né?
Só segurar a mão mesmo, e pessoa sabe que estamos sentindo muito.
Diga pra sua filha se lembrar de uma coisa forte que sempre lembrei qdo minha avó morreu: Ela n ia querer me ver assim, e logo logo esse choro vai parar de ser de tristeza, e vai se tornal o choro natural da saudade
Muito pesar pra todos vocês.
Beijos

PreDatado disse...

A morte é sempre triste mesmo quando é antecedida por um periodo de doença, angustiante e desgastante. Nunca estamos preparados para a morte de quem nos é querido.

Mario disse...

Oi Paula. Uma pena essa notícia. Fico sem saber o que dizer, ao vir aqui, e encontrar um texto triste assim.
Num momento como este, de luto, não existe consolo. Mas saiba que tenho grande pesar em encontrar-te com esta dor irreparável pra sua família.
Meus respeitos, à vc e pra sua familia.

Juliana disse...

é impossivel se conformar com a morte de um ente querido.. o que podemos fazer, é aprender a lidar com a distancia, e com a falta que aquela pessoa faz

Codinome Beija-Flor disse...

Paula,
Se eu falar pra você: "Sinto muito".
Soaria falso, porque por mais que eu sinta algo, jamais será comparado ao que você sente. Eu concordo com D.Ramirez. É claro que dói e muito, mas quantas vezes perdemos quem amamos em vida? Ou seja, perdemos e continuam vivas, sem fazerem mais parte de nossas vidas, tantas vezes a dor é muito maior, pois estamos os dois lados bem aqui "vivos" e estamos muito mais distantes do que de fato que a morte pode separar.
Não é nada fácil essa aceitação.
Mas aos poucos essa dor aliviará e dará lugar as boas lembranças, ao todo amor e carinho que existiu (ainda existe e existirá) entre vocês.
Faz 12 anos que meu avô materno partiu, mas quantas vezes já peguei pensando: "Preciso visitar meu avô!".
Loucura minha?! Não sei, mas é que ele é absurdamente vivo dentro de mim, como se ele estivesse ido "ali" e logo vai voltar.
E ele volta sim, em meus sonhos e em minhas lembranças.
Com todo carinho meu abraço a você e sua filha.

Pelos caminhos da vida. disse...

Pêsames para a familia.

beijooo.

Dauri Batisti disse...

Meus sentimentos. Estes momentos sempre nos ajudam-forçam a pensar na vida. O tempo dele acabou. Nós ainda temos tempo. Um tempo. Que seja tempo de amor.

Um beijo.

Vivian disse...

...Paulinha,
meus ternos sentimentos
pela dor de vcs.

paz

Maria disse...

É sempre difícil aceitar a morte.

Abraço-te
e saio devagarinho

Nanda Assis disse...

que triste!
perder alguém é muito doloroso.
nem sei o que dizer.

bjosss...

Jacinta Dantas disse...

Oi Paula,
e sabemos que a vida é assim. E que, em alguns momentos, o outro nos deixa e que em outro, deixaremos outros com a saudade. É... tempo em que a gente se vê diante da finitude nesse plano.
Beijos

Avassaladora disse...

Linda homengam, Paula.
Gestos tão singelos e tão cheios de amor...
Beijos pra ti!

Quase Trinta disse...

Não existe palavras pra consolar a dor de perder alguém q amamos, ainda mais qd vemos a doença minando.
Mesmo sabendo que foi melhor assim como explicar isso ao coração e a saudades??
Só o tempo pra curar se é que há cura.
Meus sentimentos.
beijos

Cecília disse...

Com certeza ele está em um lugar melhor, sem dor ou sofrimento...
Com certeza não é fácil, mas o sentimento de perda vai se desfazendo e depois fica apenas a lembrança, uma boa lembraça.

Beijinhos

Mario disse...

Doce Paula.. Sei que está triste hoje, vc é sempre tão radiante e cheia de luz pra espalhar pra seus amigos aqui. Quero, sinceramente, te ver leve e firme nos seus próximos textos..Ok?

Fica em paz, tá?

Abração.

Mara faturi disse...

Um conforto para a dor ...quando se transmuta, transporta para a folha (página) em branco;0
bjo e meus "sentimentos"...

Maria Dias disse...

Oi Paula...

Sabe, este post me fez lembrar que no domingo último estive num enterro de alguem q estava assim há dois anos(feito teu relato)sim, dói ver q o outro se foi antes mesmo de morrer.Ficam feito crianças amedrontadas e nos fazem sofrer,pq eram fortes,pq eram feito fortalezas para nós quando éramos crianças.Acontece q neste mesmo enterro, tivemos q exonerar o corpo de minha tia,uma pessoa muito forte e fiquei mal ao ver tudo...Parece impossível mas nós nos resumimos aquilo ao nada.A pó.É, não podemos parar para pensar.É só ir seguindo.OLha,q este senhor, avó da amiga de sua filha descanse agora em paz e sem medos...

Boa semana pra vc!

Verônica disse...

Nessas horas não sei bem o que dizer, mas....
força para todos tá...
Q o Senhor Jesus o coloque em bom lugar e conforte o coração de quem ficou...

Carla disse...

os meus pêsamos por tão dolorosa perda...infelizmente são momentos de vida que temos de superar através da partilha e do amor entre todos os membros da famílias e amigos
beijos

Uma aprendiz disse...

Oi, querida amiga

Só Deus para confortar seu coração nessa hora.
O tempo parece uma coisa distante, mas é ele que se encarrega de nos ensinar a conviver com as perdas.

Dê um abraço bem gostoso em sua filha e aproveite para conversar sobre isso.

Eu acredito que cada um de nós tem seu prazo de validade. Esse prazo é um segredo de fábrica que só Deus sabe. Ele nos permite ficar aqui até o dia que seu coração fica cheio de saudades, então ele nos toma e nos leva para ficar juntinho dele.
Dói muito para quem fica, mas é inevitável.

Desculpe-me por não saber o que lhe dizer nessa hora, viu?

um beijo grande pra você e sua família

Diogo Caceres disse...

Bom dia Paula, perdoe a ausencia.
Sinto pela despedida do querido familiar amiga, mas mantenham o coração confiantes q a vida ñ termina como o termino do corpo. A vida é sempre mais que o corpo, mas o eterno amor por aqueles que nos marcam a cada passo de nossa vida!!!
Forte abraço e coragem sempre!!!

Deusa Odoyá disse...

Olá minha doce amiga Paula.
meus pêsames, e muita resignação nessa hora.
Olha ele não morreu, pois seu espirito estárá sempre olhando por vcs. aqui na terra.
Uma alma abençoada que Deus o quiz por perto.
beijinhos doce, minha amiga.
Uma semana de muita paz, amor e luz.
Regina Coeli.

Anônimo disse...

Nunca deixe escapar de suas mãos, pelos vãos dos dedos,
as oportunidades de ser um instrumento de paz e ternura!
Um instrumento do AMOR!
cONFIANTE na força do acolhimento, esteja sempre pronto
para acolher e servir a quem quer que seja,
sob o signo do perdão e da misericórdia.
Não julgue a ninguém.
Não lhe compete julgar.
Não condene. Não lhe cabe condenar.
Evite palavras e atitudes que certamente irão
prejudicar e ferir pessoas.
Mergulhe fundo nas ondas da ternura e da hospitalidade.
Você só tem a ganhar!
Toda vez que você ferir alguém, você também se machuca.
Por outro lado, quando ajuda alguém a pregue-se,
a reencontra-se na vida, a sentir-se gente de novo,
você cresce junto, pois DEUS lhe estende
a mão, num gesto de agradecimento.

Amei conhecer seu cantinho. Força. Que o Senhor lhe dê paciência, força e consolo.

Smack!

Edimar Suely
jesusminharocha.blig.ig.com.br

Everson Russo disse...

Lembranças ficarão sempre dos entes amados que se vão, com seu post lembrei do meu pai, quando a gente usa a expressão "descansou", parece que aqui não estava bom, ou então, "foi dessa pra melhor", parece ter a mesma tonalidade, ninguem quer ir pra tal melhor, prefiro pensar assim, desde o primeiro dia em que nesse mundo chegamos pelo milagre do Criador, já temos por Ele nossa historia traçada, nossa missão a cumprir, somos filhos Dele, e assim como Jesus que é nosso primogenito irmão, chegamos, escrevemos nossa historia e deixamos saudades aos que ficam, que esses que ficam tenham a nossa mais nobre lembrança, fiquem com a melhor saudade, e sempre guardada na retina a nossa melhor imagem, nosso sorriso, nosso amor e tudo que carregamos, viemos do Criador e ao Criador voltamos, que o avô de sua filha descanse em paz, que Deus dê o conforto necessario a familia pra se conformar com a perda, e que todos saibam que hoje ele canta entre os anjos do Senhor...tenha um lindo dia de paz minha querida,,,meus sentimentos....beijos na alma....

Verônica disse...

Eu não respondi nada quando ele perguntou sobre a minha filha, olhei com cara de deboche pra ele e fiquei quieta...
não tinha o que dizer...
Mas no fundo no fundo me senti bem..um pouco bem melhor!!!
Obrigada por ser preocupar!!!
É a força de vocês que me ajuda...

Metamorfose disse...

É a vida a rolar, por muito que doa, é assim. Eu já perdi o meu pai e nunca mais vou esquecer o último olhar dele, queria dizer e disse tanto...

Beijo

LOURO disse...

Querida amiga Paula,

os meus sentidos pêsamos,

Beijinhos de carinho

Lourenço

Déia Arakaki disse...

Oi Paula!!

Meus pesames a família toda e que Deus o tenha ...
Que ele descanse em paz..
Não muito o que se dizer nessa hora!!

beijos

Mario disse...

Oi, Paula. Essa semana não deve estar fácil pra vc. Fique firme sempre. Que vc e sua família possam superar isso, pois só o tempo cicatriza.

Abraços.

Café da Madrugada® Por Lipp & Van. disse...

Meus sentimentos Paula =/
A perda de alguém com tanta importancia, como ele pra vc e sua familia... entendo que realmente seja de impacto avassalador... Acredito que Deus sabe o que faz, e prefiro pensar, que esteja onde estiver, está sim, melhor que nós.

Fica com Deus tá?

Cecília disse...

Oi Paula...
Nem me fale, tive um namorado paranaense e ele sempre ficava falando do meu jeito de falar, e quando eu trabalhava no hotel os pax sempre falavam do meu 'oxe'...

Bem, com relação ao post que falei sobre o amor foi justamente isso que fiz, uma retrospectiva do que vivi, falei do que está acontecendo em minha vida e do que desejo com relação ao amor...

Beijosss

Tata disse...

Oi Vim agradecer sua visita lá no meu blog, volte qundo quiser ok!

E deixo tbm meu sinto muito pela perda do seu ente querido!
è sempre uma passagem difícil da vida lidar com suas perdas.
Espero que fique bem!
bjinhos

[ rod ] disse...

Não me contive em passar por aqui e também relatar meus pêsames por esta perda... que o tempo guarde o melhor desta convivência...

Um bj moça,






Novo Dogma:
convenHamos...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Rodolfo de Sá Cavalcanti disse...

A vida não termina
Onde a morte aparece.

Não transformes saudade
Em fel nos que se foram.

Eles seguem ,
Coquanto de outra forma.

Dá-lhes amor e paz,
Por muito que padeças.

Eles tambem te esperam
Procurando amparar-te.

Todos estamos juntos,
Na presença de Deus
(Emmauel, pelo médium Chico Xavier)

Marrí disse...

querida Paula, seu relato em verso me tocou. A morte é triste, causa um vazio imensurável, uma dor pungente... entender a morte é querer entender DEUS... impossível. Penso em uma passagem, uma alma limpa, já livre dos sofrimentos e mazelas 'humanos'... acredito que a soberania da criação abranda a escuridão para quem fica. Mas todos, creio, continuam...

°Abraços°

Zek disse...

E a vida é mesmo coisa muito frágio, uma bobagem uma irrelevancia diante da eternidade do amor de quem se ama!!

Daniel Savio disse...

Meus pêsames, mas as vezes o pior não é a pessoa descansar, é acabar se definhando dia após dia...

Isso aconteceu com os meus avós partenos, foi triste, mas pelo menos eles foram para um lugar melhor.

Fica com Deus, menina Paula.
Um abraço.

O Sibarita disse...

É a vida... Externo minhas condolências as famílias enlutadas.

Mas, nos que acreditamos na encarnação, com certeza ele está bem e reencontrou outros famíliares que desencaranaram antes, o melhroa afazer é orar sempre por ele...

bjs
O Sibarita