terça-feira, 10 de março de 2009


Tem dias na vida
Que não quero ser plateia
Quero ser atriz principal
Subir no picadeiro
Engolir...fogo
Fazer malabarismo
Tirar todas as máscaras
 E sorrir o sorriso do palhaço
Tem dias na vida
Que o peito aperta mais
Que a vontade de ter o sonho
É grande, muito grande
 E vai transbordando
Não cabe na alma
Na se suporta dentro de mim
Escorre pela pele Inunda o ser mulher
Tem dias na vida
Que eu queria estar em seus braços
Deitada em seu ombro
 Olhando seus olhos
Segurando suas mãos
E deixando todo esse carinho
Ser expressado.....
De todas as maneiras
Tem dias na vida
Que eu só quero você
Porque você cresce tanto dentro de mim
Que eu fico miudinha

36 comentários:

M. Nilza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
M. Nilza disse...

E mesmo miudinha vc se sente a pessoa mais feliz do mundo né? rssssss
Gostei
beijos

Maria disse...

É lindíssimo este poema, Paula.
Mesmo miudinha a gente se sente tão bem...

Beijo

Joyce disse...

meus ultimos tem sido assim .. querendo só aquele alguem :)

bjos

Ana Lu disse...

Ai, nada como se dar o direito de ser miudinha as vezes..
;D

Olavo disse...

Gostei..
Deixar o carinho ser expressado de todas as maneiras..
também quero ...
Beijos

Gilbamar disse...

E é justamente nesses dias especiais, minha amiga Paula, que a poesia flui docemente de nossos dedos e se espalha pelos corações dos leitores.

Que sejam sempre esses dias.

Fraterno abraço do amigo Gilbamar.

FRAN "O Samurai" disse...

Oi amiga!

E tem dias que isso tudo vale a pena...

Beijos.

Avassaladora disse...

Paula, se existe mediunidade, podemos crer que ela está presente em nossos textos...
Ao chegar aqui, me asssutei! Inc´rivel! Lógico que não escrevo tão bem como vc, mas tem frases que exprimem o mesmo sentimento...

É amiga, até nossos sentimentos são parecidos...rsrsrs


Um beijo carinhoso!

yehudae todos os dias disse...

e todos os dias
teu sorriso é belo
és um poema mulher
e todos os dias és querida
nenhuma duvida em nenhum dia

Avassaladora disse...

Mais um detalhe, Paula.
Estava procurando uma imagem para ilustar meu texto, e fiquei um tempão em frente a essa sua... Essas mãos entrelaçadas... Quase usamos a mesma imagem!
Te juro que estou impressionada com isso...rsrsrs


Beijos em seu coração!

Vieira Calado disse...

Isto... amiga, há dias para tudo!

Temos é que saber aproveitá-los.

Beijinhos.

Luiz Caio disse...

Oi Paula!

Há mesmo dias em que estamos mais carentes... Nesses dias um colinho vai bem!

TENHA UM LINDA NOITE!

BEIJOS.

tossan disse...

Bonito Paula, mostra que vc está de bem com a vida. Não esqueça de caminhar e leve a digital. Beijo

Oui C'est Moi disse...

Gostava de ser miudinha e ser a actriz principal. ;) aDOREI O TEU POEMA.

Jacinta Dantas disse...

Tem dias na vida
que
melhor do que falar
é
viver
reinventando
o Amor.
Belo poema, moça.
Beijo

D.Ramírez disse...

é...
tem dias...

Besos

mundo azul disse...

__________________________________

...sim, Paula! Há dias em é exatamente assim...Fome que não espera...

Muito sentir nesse seu poema! Gostei!!!


Beijos de luz e um dia muito feliz!

_________________________________

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem selinho la pra vc.

beijooo.

Mai disse...

Oi, amiga.

Tem dias na vida que um 'você', um 'só-você' se instala feito amálgama, feito tatoo, feito o ar ao 'respirante'.

Nesses dias aquele 'você' que se quer, é o 'tudo'. Ai diante de um você que é tudo, se fica mesmo 'miudinha', né?

Beijos, Paula.

Carinho,

Mai

Glayce Santos disse...

Tem dias na vida que eu só quero dormir; dormir feito louca até esquecer os meus problemas! Amei o poema... Te dias na vida pra tudo!
beijão

Mefisto disse...

Esse sentimento não é privilégio de vocês, mulheres. :)

Explodindo do lado de cá também! ;)

Legal vc ter passado pelo meu blog. Eu sempre achei a tristeza o mais produtivo dos sentimentos. Por isso acho que o blog capta mais esses momentos. Que bom que gostou, mesmo assim. Espero que volte lá. Eu gostava dos meus primeiros posts. Quem sabe vc não tem curiosidade de conhecê-los?

Beijão.

Everson Russo disse...

Tem dias sim que a gente quer deixar de ser caça e ser caçador, deixar de ser papel e ser caneta, tem dias que só um colinho ajuda, um abraço, um olhar com uma lagrima no canto, mas tambem tem dias que são noites....um grande beijo no coração e uma linda tarde...

Bandys disse...

Paula, Eu sou regida pela lua, e acho que acontece algo mesmo voce tem razão!!

O caráter e a inteligência podem impressionar, mas é o AMOR que damos a alguém, que nos faz
brilhantes e inesquecíveis em sua vida. Porque o amor torna as pessoas indispensáveis.
Assim, se você quiser acender um sorriso, iluminar um coração
ou acordar a esperança em alguém, precisa se lembrar de uma coisa:
As pessoas se alegram com a sua inteligência, apreciam o seu caráter, mas precisam do seu amor!


Beijos no ♥

Allyne Alves [LynneHouse] disse...

Lindo texto!

Muitissimo verdadeiro - parabéns pela forma com que voce usa as palavras!

Beijaao

De vez em qdo venho aqui!! disse...

precisamos sim de amor, sempre, e tem dias q achamos q tudo está voando, e como nao temos asas para alcançar ficamos ilhados...assim...miudinhos miudinhos...
bjs PAULA,POETISA DA VIDA E DO AMOR!
ÓTIMA SEMANINHA COM DEUS!
LANE

Camila disse...

Oh se têm dias assim, Paula!
BeijO grande


Ps. Voce trabalha com que? Fiquei curiosa... construção também?

Amarísio Araújo disse...

É,tem dias que esse querer é urgente.
Paula,com tanto querer assim,quem fica miudinho assim é o resto do mundo.Você fica é imensa,uma vastidão de sentidos que transbordam na alma e saem pelos olhos.

Você semeia sensibilidade,minha cara.
Um abraço apertado e um desejo de belos dias pra você também.

furanzao disse...

Muito fofo o poema, vai atrás amore, q vc arrasa!!!

bjao te cuida...

furanzao disse...

Muito fofo o poema, vai atrás amore, q vc arrasa!!!

bjao te cuida...

Sol da meia noite disse...

Tem dias na vida em que queremos alcançar muita coisa.
Mesmo que só inquietação se consiga alcançar, é bom este querer.
Ele corre em nossas veias, é calor em nosso sangue.

Amiga, terno abracinho deixo
:-)

Pedro S. Martins disse...

neste caso, o crescer dos outros fazer-nos ficar mais pequenos é algo bom.

nem sempre é assim.

Maria Dias disse...

Paulinha!

No amor nao se tem orgulho...Quem sabe ele mereça te ver assim bem menina e miudinha?

beijos

P.S. As vezes assustamos com nossas máscarass de fortaleza viu?

Beijinho

Van disse...

ultimamente
na maioria dos dias,
prefiro ser platéia.
E aquela pessoa que se senta bem ao fundo...
e bem escondida.
:/

http://xcafedamadrugadax.blogspot.com

Daniel Savio disse...

Sempre quando amamos somos platéia e ator principal, mas cabe a cada um torna isso público.

E você não é miúda por amar e sim se torna grande para comportar este amor que tens.

Fique com Deus, menina Paula.
Um abraço.

Jardineiro de Plantão disse...

Como comentário uma linda canção de José Cid.

http://www.youtube.com/watch?v=eri-HduRB9U&feature=related

Beijo