terça-feira, 5 de maio de 2009

Já não sei mais o que dizer quando leio tuas palavras. Redondas em mim, em espirais, descem triangulares, furando. Perfurando mente, olhos, umbigo...brigo, mente, corpo, emoção, com tuas palavras. Elas dizem, falam, pedem socorro. Caminham lentas, serenas, conversando contigo. Eu fico apreciando, observando, batendo palmas. Almas em mim. Minha alma em mim....querendo ler a tua. Calma. Pedem calma as almas. Serenidade, as palavras não tem idade. São crianças, impulsivas, arredias. Mexem, quebram correntes dentro de mim. Já não sei o que pensar, nem o que dizer ao ler tuas palavras......

39 comentários:

C.S. disse...

Sabe dizem que um olhar vale mais do mil palavras, mas eu sempre acreditei que as palavras são mais fortes, palavras amam, palavras doem, palavras emocionam, palavras são infinitas...
E quando encontramos palavras que nos deixam sem palavras...é porque algo muito grande está prestes a acontecer, ou já aconteceu...
Beijo p ti.

C.S. disse...

Já era a hora de deixar o azul voltar ao meu mundo, cansei de ver tudo a preto e branco, sabe nem tudo é verdade ou mentira, as vezes existem coisas que não são nenhuma das duas, apenas existem...
E acho que também já era hora de me deixar encantar com outras cores...
Ando meio desnorteada como se tivesse levado uma grande pancada e ainda estivesse tonta...mas isso passa...
Obrigada por pensar em mim, nesse mundo é sempre bom ter amigos...
Te vejo por aí.
;)

paula barros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Blue disse...

Como é bom escrever e falar,
Melhor ainda é ler o que outras pessoas pensam.
Por isso gosto muito de livros,
E nas páginas deles viajar.

Sabemos apenas que palavras escritas,
se bem guardadas e com backup,
podem durar muito tempo,
e quem sabe até uma vida inteira.

Bonito post este de hoje,
com as letras muito bem colocadas,
formando palavras conscientes,
daquilo do que tu pensas!

Beijos

Dona Sra. Urtigão disse...

Palavras são um jogo interessante, pois o que significam para uns, nunca é o mesmo que para outro. Parecem objetivas, quando na verdade são representações da subjetividade.
Gostei do seu texto .

Maria disse...

As palavras magoam às vezes. Aqui as palavras são como o amor. Crianças, por isso não pensam. E por isso é que são tão boas...

Um beijo, Paula

Tatiana disse...

As palavras possuem esse grande poder!
E em nós... os sentimentos quando lemos as fazem ganhar vida!

Um abraço carinhoso

Franzé Oliveira disse...

Olá menina paula. gostei de suas palavras. Suaves como uma brisa da praia de Pipa (risos). Seu fim de semana foi show, não? Bjos com carinho.

Dauri Batisti disse...

Tua escrita volteia por mundos interessantes. Também curto autoficção. Se bem que não sei se o que escreves seja autoficção. Fica interessante, no entanto.

Um beijo.

Leo Mandoki, Jr. disse...

queria saber que é essa (a) que escreve e te deixa assim! vc é daquelas que se permite ir com as palavras...isso é bom e perigosos tbm..
é covardia mostrar essas fotos viu!
um beijo!

Avassaladora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Avassaladora disse...

Paula Barros!!!

O que dizer, quando vc tb me deixa sem palavras?

Essa sensação que vc transmite, esse sentir de palavras... Palavras que insistimos em ler, mesmo sabendo que vão furar nosso coração, como a fina ponta de um punhal!

Ai, meu Deus... Tem horas que essas leituras me torturam...


Beijos e carinhos mil!

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

Em silêncio contemplo o texto e fica difícil achar palavras a te oferecer...

Beijos e borboleteios

Sam disse...

E assim, sem querer, sem saber... já disses tudo!

Ahhh querida, mas as vezes nem é preiso entender... só sentir!

E eu aqui, sinto!
Faço com que suas palavras me façam menina ao colo delas!

Meu beijo pra vc!

Carinho, Sam

Everson Russo disse...

As palavras são as unicas armas que temos pra expressar tudo que sentimos, armas fortes, verdadeiras, nem sempre, mas na maioria das vezes, e com essas palavras que caminham lado a lado com a gente vamos tocando em frente e remando contra a maré, é complicado, mas é a vida, e a gente precisa de muita calma e serenidade...hoje deu pra vir cedo...beijos e otima terça...

rui disse...

Paula.... se calhar é atraves de textos .....é que somos capazes de expressar melhor as nossas emocoes.
dizer a alguem .....ao pé amo-te...
se for gago demora até mais tempo .do que ele escrever.....rs
ler por vezes as palavras de alguem
estimula a nossa Vida..... faz-nos crescer...e faz-nos muitas vezes sonharmos.....com aquilo que nunca pensamos sonhar............

fique bem ........um beijo
queria lhe dizer que este seu texto
relativo ao 1 de maio....está digno de ser publicado num jornal
para que todos que se sentem humilhados ultrajados pelo senhores que dominam o Mundo.......

Sintam que é possivel...mudancas para que cada pessoa que trabalhe por conta de outra se sinta menos explorada ........do que defacto é
So a raca humana..se asfixia a si propria....lamentavelmente

um beijooooooooooo
Rui

Cadinho RoCo disse...

Se não dá pra entender pra quê insistir?
Cadinho RoCo

Poeta Mauro Rocha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Poeta Mauro Rocha disse...

Acho que essas palavras ficaram tatuadas em teu corpo, tua alma e quando isso acontece tudo fica presente, tudo fica perfeito, tudo fica...

BJS

Gilbamar disse...

Uma leve sombra de sua alma e alguns traços do coração como que parecem saltar das frases desse texto tocante.

Embriago-me literariamente nas suas postagens.

Poético abraço do amigo Gilbamar.

Francisco disse...

Palavras são palavras, nada mais que palavras.
E são tudo! Junto com as imagens dos teus posts...nos deixam sem palavras!
Um beijão!

PreDatado disse...

Há palavras que nos lambem e outras que no ferem.

Nanda Assis disse...

é linda, deixe as palavras invadir vc e flutue com elas, mas n tente entende-las, pq sentimentos são indecifraveis.

bjosss...

Grace Olsson disse...

PAULINHA


tenho tentado, vcv bem sabe, encontrar minha serenidadae. E creioq eu viv uma fase serena, onde trabalho com fotogrtafias.

OLha, vim-te pedir um favor: o livro sobre as criancas refugiadas em Mocambqiue está saindo e estou contando com os amigos para divulgar.

Pode ser?
bjs e dias felzies

Cαmilα ♥ disse...

"Minha alma em mim....querendo ler a tua."

Tao lindo essa coisa de alma... encontro de almas... almas em mim!

Espetacular, Paulinh!
BeijOs

Avassaladora disse...

Paulinha, que bom é ter vc sempre por perto...
Vc é muito especial!
Teu carinho me encanta!

E tb reler vc é sempre outra carga de emoções!

Tenha um lindo dia!

Bjs!

Magui disse...

O que não pode é sofrer.Belo texto.

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola!! Sobre seu comentário:
"as asas (partidas)" não fique assim, faça como Mário Quintamna e seu poeminha do contra:

"Todos esses que aí estão
Atravancando meu caminho,
Eles passarão...
Eu passarinho!"

BJS

Elenita de Castro disse...

As vezes eu acho que elas complicam, as vezes solucionam. No seu caso o engodo soou tao grande que eu preferia ficar em silencio... principalmente em pensamento.

glória disse...

essas palavras que seguem o fluxo das enchentes, revolvem as paisagens dos continentes aparentemente sob controle e deixam fluir o indizível. Calma impossível essa, apenas se as palavras encontrarem conchas de recepção,como desaguadouros de afetos. Algumas vezes, a chuva é tanta que as barragens não conseguem conter as correntes. tão lindo o teu texto!

Luiz Caio disse...

Oi Paula! Como vai?

Há uma emoção real e profunda dentre suas palavras, sinto!
Gosto delas... Da emoção e das palavras!

TENHA UMA LINDA TARDE!

BEIJOS.

Fernanda disse...

sabe quando a gente le um texto e entra nele...senti isso,caminhei por cada palavra...em cada palavra senti uma pulsação..como se elas tivessem vida^^

Sol da meia noite disse...

As palavras encerram sentires... libertam emoções...

Abracinho, com amizade
:-))))))

poetaeusou . . . disse...

*
além de entender,
percebi . . .
,
sublime texto,
,
conchinhas serenas,
,
*

Everson Russo disse...

Ola menina, olha eu aqui, deixando meus carinhos etarnos, beijos na alma e no coração e desejando uma linda quinta feira...nao escreveu pra nós hoje?...

Lugirão disse...

Paula, atrasada que estou, não consigo acompanhar todos os blogs que gosto, vou começar pelo post anterior: Amo Pipa, se existe paraíso tem que ser parecido com este pedaço de litoral...que saudades de lá.

Não sei se conhece o André do Mesdre, ele gosta muito de fazer essas associações com palavras, muito interessante.

Beijos

Simples Assim... disse...

"Minha alma em mim..."

Ontem passei por aqui já bem tarde. Li o post e essas palavras me pareceram maiores que as outras. Em negrito no meio da claridade que é seu blog. (Obviamente não falo só do layout.)

Acabei indo embora sem comentar. Estava realmente cansada. Não tanto fisicamente. Bom, digamos que preferi reler seu post num momento em que eu estivesse me sentindo mais disposta pra poder curtir ao máximo a avalanche de idéias que seus textos me proporcionam.

Mas vamos ao que interessa, né? "Minha alma em mim..." Lendo esse trechinho do seu post fiquei pensando no poder que algumas pessoas têm de nos levar de volta a nós mesmos. É como se um olhar, uma palavra, às vezes apenas saber que aquela pessoa existe, mesmo à distância, como se isso bastasse para que a gente se encontre, para que a gente consiga voltar (ou chegar finalmente) pra casa. Na verdade, acho que não é exatamente a pessoa em si que tem esse poder mas o sentimento que ela consegue despertar em nós. Sentir algumas coisas pode acabar sendo uma ponte que nos leva a coisas que ficaram ilhadas dentro de nós. Daí a gente fica assim meio que extasiada, viva mas ao mesmo tempo anestesiada. Sabe de uma coisa? Acho que existem mesmo palavras mágicas... rs.

©tossan disse...

A tua competência em escrever, conversar e fazer poesia ao mesmo tempo é que me agrada! Beijo

O Sibarita disse...

Ah certo! As palavras são, as palavras vão, as palvras voltam, as palavra dizem sim, as palavras dizem não, as palavras revelam, as palavras desvelam, as palavas velam, as palavras acendem, acudem... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Eita mulher!

-Ô seu Sibarita! kkkkkkkkkkkkkk
-O que é? kkkkkkkkkkkkkk
-Você ta se achando, né?
-Eu não! Tô fora disso...
-Só lhe digo que essas postagem nada haver com você, se engane não, viu? kkkkkkkkkkkkkkk
-Me enganar o que? Tá... kkkkkkkk

bjs
O Sibarita