segunda-feira, 8 de junho de 2009

A lua... Já escrevi muito sobre a lua Hoje é só ela...a lua... Domingo - 07.05.09 entre 17h26 e 17h40




30 comentários:

paula barros disse...

Lua vista da varanda. Hoje (08.06.09) ela também está linda.

Vivian disse...

...a lua, por sí só
desperta poesia.

nos olha silenciosa
na noite fria.

ouve os lamentos
murmúrios, e ais.

abriga os amantes
que cantam alegria.

trovinha de criança...rss

adoro fotografar a lua.
adoro...

bjbj

L. disse...

Hoje ela está maravilhosa tbm...

glória disse...

Daqui, do décimo primeiro andar a lua invade Fortaleza, lírica e derramada. Eu me banho! bjs moça.

Márcio Ahimsa disse...

Hoje, de madrugada, assim que saí de casa, deparei-me com uma das mais belas imagens, a luz, vestida de nua em pleno sussurro de amanhecer, para me convidar para vestir o dia através dos seus tecidos prateados de luar.

Adoro a lua, adoro.

Beijos, querida.

Avassaladora disse...

Uau! Paula, que belo!

Há poucos dias falei da lua minguante...rsrsr

Agora ele surge explendorosa... cheia!

Poderosa... dominando o céu!

A fotos estão linda!


Beijos e carinhos!

Gabriella disse...

Oi Paula!!

Lindíssima!

Amo a Lua e o Sol!

Obrigada pela visita no blog. Vou te colocar nos meus links, tá?!

Bjo... Uma óima semana!

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

adoro a lua...só a lua pode dizer o q guardamos na alma,
abçao Paula!!!dvina!!
lane

Nanda Assis disse...

essa lua ai carrega todas as nossas dores de amores, por isso é tão linda!!!

bjosss...

Dauri Batisti disse...

A lua... a lua. Belas fotos.

O momento das fotos foi, com certeza, ainda mais bonito.

Everson Russo disse...

Eu tambem já, as vezes fico me perguntando, sera que ela gosta? a gente busca tanto nela, quer inspiração, quer uma noite clara, quer amor, quer companhia, tinha eu vontade de poder escrever ao contrario, de lá olhando pra cá, so pra ver se a visão que ela tem da gente é tão encantadora o quanto nós temos dela, enfim, mais uma viagem, mais uma utopia, mais uma loucura, mas que e bom o abraçdo do amor sob o luar é, um violão, o mar, um beijo, sei la..."...Luar de prata no céu,o brilho das estrelas no chão, tenho certeza que não sonhava, a noite linda continuava..." como bem disse Renato....beijos na alma e um lindo dia...

Everson Russo disse...

Voltei, tambem ando assim esses dias, vontade de detonar tudo, alias, domingo, tive um contratempo com um mouse que comprei tempo atras, so tem de bom a luzinha, ele me estressou tanto, toda hora parava de funcinar, não sei o que era, adivinha? soquei ele com toda força na mesa, desintegrou, mas enfim, desenhei isso pra comparar, vivemos de explosões, de botar pra fora, tem horas que nao é bom segurar, na maioria das vezes faço com caneta, papel, teclado, são nossas loucuras a flor da pele, mas enfim, uma hora tudo isso acaba, em pizza, em purpurina, em sonhos, sons, ou quem sabe amor....esse acho que ta mais pra lua...beijos....essa foi a replica...rs..rs....

Carla disse...

linda e misteriosa...

dizer-te também do meu livro...In-finitos sentires que vão ser desenhados em papel. O lançamento é no próximo dia 27 de Junho, às 16 horas na Biblioteca de Valongo...
beijo

Van disse...

e quantas vezes as luas daqui
eu não registrei.
Vezes , como ouro reluzente;
vezes como um pedaço de queijo suculento suspenso no céu.

http://xcafedamadrugadax.blogspot.com

D.Ramírez disse...

Hoje a caminho do estudio pela manha, com esse sol de inverno que adoro, vi a lua la, em meio ao ceu azul. Grande novidade, não so hoje se da pra ver, mas tbm adoro lua, tanto a noite quanto de dia;)
Besos

Sandra disse...

Oi Paula!
muito legal ficram as fotos,
Tambném já fiz algumas, mas fica muito longe. Não tenho uma maquina profissional.
Vamos viajar para Portugal???
Venha no blog Coletivo.Te espero.
Sandra

Paulo Palavra disse...

adoro a lua!
ela estava linda ontem.

Diego Gonçalves Amaral disse...

Lua vermelha e céu cinza... boa combinação!

No Tri Buenas: It´s Super, baby

Luiz Caio disse...

Oi Paula! Bom dia!

Mais lindos que qualquer comentário, estão suas ultimas postagens... Tem sido, para mim, práticamente impossível comentá-las sem uma boa dose de emoção!
Mas olha!... Não desista nunca de sonhar! Ainda que o bom senso lhe obrigue a manter os pés no chão, a cabeça pode muito bem continuar indo visitar a lua... Olha só como é linda a lua!... A vida se torna mais bonita quando a gente sonha!
E todo sonho, um dia, pode se tornar realidade!

TENHA VOCÊ TAMBÉM UM LINDO DIA!

BEIJOS.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA PAULA, INCRÍVEL... AS 5 HORAS DA MANHÃ ESTAVA EU A FOTOGRAFA-LA TAMBÉM... NA MINHA SALA VIRADA PARA O MAR... LINDA...
ESTAVA MAJESTOSA, BRILHANDO NA ÁGUA... ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

Simple Me disse...

Dispensa qualquer descrição!
Linda!

Francisco disse...

Será que nossas asas darão conta de nos levar até à lua?
Um beijão!

Simples Assim... disse...

Acho que a primeira vez que estive aqui me deparei com a lua, agora volto depois de um tempo fora e eis ela denovo. Simbólico isso. Naquele dia vim retribuir uma visita e um gentil comentário. Hoje vim deixar um beijo pra uma amiga. Engraçado como o tempo é algo bem relativo. Pouco, muito, às vezes um minuto pode valer uma vida. Viajei denovo... rs. O fato é que ando meio ausente dos blogs, mas passei pra deixar um beijo.

Blue disse...

A Lua nos trás lembranças.
A Lua nos mostra o caminho.
A Lua nos faz ter encantos.
A Lua nos faz amar.
A Lua nos deixa com muitas saudades,
Quando se olha pra ela e se pensa Nela!

Beijos

Uma aprendiz disse...

QUE LINDAAAAA

adoro a Lua.

Belas fotos.

beijos

Blue disse...

E no luar... pode-se...namorar!

Beijos

Sergio Ricardo Ferreira Junior disse...

Boa Tarde...

bonita as imagens..

fica com DEUS...

Sam disse...

Ahhh a lua! è a menina dos meus olhos que vem brincar em meu jardim de estrelas!

Linda, não?!

Beijos querida

Krystal disse...

Sua admirável Lua merece um Poema:

Lágrima de Lua



Irreal amor de uma Estrela obcecada,
Libertou uma lágrima prisioneira da Lua,
Lágrima de Amor que tinha como sua,
A mesma lágrima que a lua Amava,
Por quem a Estrela sofria apaixonada,
Utopia impossível de vaidosa estrela nua!

Próxima em Centauro rubra de paixão,
A anos-luz da Lágrima lunar,
Espectro vermelho de seu coração,
Ardendo pela lágrima que não pode chorar,
Invejando Lua triste de Lágrima prisão
Triste pela Lágrima que vai derramar,
Amor de amante única que jurou Amar,
Débil estrela ameaçando-se de implosão!

Se Lágrima da Lua,
Não puder ser sua,
Não será Lágrima de ninguém,
-De mim não serei Supernova também,
Por de nova ter sido tua!

O mais longo dia de Sol foi escolhido,
Pela Estrela a quem o Amor cegava,
O mesmo Dia que a Estrela Amava,
No lusco-fusco havia prometido,
Se Lágrima libertasse do Amor inimigo,
Estrela com Dia de Sol seria casada!

O Sol irradiou de Luz o mais longo Dia,
Ofuscando a Lua que sua Lágrima verteu,
Cega de luz, seu Amor caindo não via,
Amor que de seu Amor outro Amor escondeu;
Procuraram-se mas o inevitável aconteceu,
A Lua morrendo de saudade, já chorar não podia,
Pois sua Lágrima, lágrima de tristeza perdeu!

Se Lágrima da Lua,
Não puder ser sua,
Não será Lágrima de ninguém,
-Serei buraco negro de mim também,
Tão negro por haver sido tua!

Caiu a Lágrima no coração do Deserto,
Árido de Amor, de Vida uma miragem,
Sulcando imperceptível leito incerto;
Adormecendo Cansada pela triste viagem,
Na esperança perdida verteu uma lágrima!...
Encontrando-se de si, lágrima de si, muito perto,
Pequena lágrima da Lágrima mais lágrima vertida,
Mais lágrimas de saudade e tristeza incontida,
Chorando cada lágrima, uma lágrima mais que chorava,
Foi nascendo pequeno charco de lágrima derramada,
Um lago que transbordou para a Vida,
Um rio correndo, quedas de água salgada,
Oceano de lágrimas por lua perdida,
Agonia lenta da sorte desconhecida,
Seu talismã de sorte finada!

Se minha Lágrima não puder ter,
Lua não mais voltarei a ser,
Não serei Lua de ninguém,
Serei cometa frio de mim também,
De gelo por minha Lágrima perder!

Da pequena Lágrima que caiu,
Agora oceano onde vida surgiu,
É imenso espelho da Lua triste sem medo,
Procurando na noite o Amor que ruiu,
A mesma noite que conhece o segredo,
De dois amores desencontrados no enredo,
Escrito nas estrelas por uma estrela que explodiu,
Quando jamais Lágrima da Lua não viu!

Mas o Astro-rei, como rei de Luz que é,
Reconhecendo o erro que cometeu,
Culpando-se pelo que aconteceu,
Aqueceu a terra e as Lágrimas de fé,
Do oceano evaporou uma porção,
De invisíveis lágrimas, elevadas dando a mão,
Trepando por elas entre elas, muitas secaram até!

Cruzaram todas o céu,
Ajudadas pela Luz, encobertas pelo breu,
Todas pereceram só uma sobreviveu!...

A Lágrima perdida para a Lua voltou,
A Lua que de felicidade uma Lágrima chorou

**********************************

Está na 2ª pag. do KrystalDiVerso. Há mais paginas... Se gostar... Sirva-se!

Escolha entre... beijos e abraços

O Sibarita disse...

Delicia de fotos: Luas nuas nas ruas, são minhas, são suas!

A lua é dos namorados moça! kkkkk

bjs
O Sibarita