sábado, 27 de junho de 2009

“Na verdade a vida é um trânsito” – Comentário de Dauri Batisti em 15.05.09, virou algo assim.

A vida é um trânsito Livre, congestionado
Fluindo, engarrafado
Buzinas atormentando a paz
Sinais fechados, quando queremos seguir
Sinais abertos, quando queremos parar
Sabedoria, discernimento
Sempre, sempre!

A vida é um trânsito
Com rua, ruelas
Avenidas, becos sem saída
Esquinas, encruzilhadas
Caminhos a serem decididos
Sempre, sempre!

A vida é um trânsito
Dizem para não viver do passado
Mas é preciso olhar para trás
Nem que seja pelo retrovisor
Mas é preciso seguir
Olhando para frente
Para os lados
Desviando dos obstáculos
Atentos
Sempre, sempre

A vida é um trânsito
Pessoas vão e vem
Querem passar
Observam
Carros com uma pessoa
Individualismo, solidão
Ônibus lotado
Nem sempre o companheirismo
Famílias, união, desunião
A vida não pára
O trânsito da vida segue
Querendo ou não
Sempre, sempre!

A vida é um trânsito
Mão estendida
Olhar desviado
O ser em construção
A vida fluindo
O egoísmo atropelando as relações
O individualismo congestionando o trânsito
O atropelamento
A alma estendida no chão
A vida pede passagem
Sempre, sempre!

23 comentários:

Diego Gonçalves Amaral disse...

a vida é o caminho de incertos, uma rota variante, a vida é passagem!

bj pra ti!

Me chamo Maria Dias disse...

Dependendo do dia A vida tb é uma estrada sem trânsito...Um caminho aberto para o inesperado mas sempre tem mão dupla,pq se não tiver não tem graça alguma.

Beijinhos de saudades daqui Paulinha!


Maria

P.S.Andei com uns probleminhas de família por isso sumi...Mas acho q agora vou retomando minhas visitinhas!

Dauri Batisti disse...

Belo post sobre o andar sem rumo pelas ruas de olinda.

Que bom que você, de um simples comentário, soube tirar palavras tão certas.

Beijo.

Nanda Assis disse...

nossa paula, vc é demais mesmo, amei as comparações, e é bem isso a vida, e numa destes sinais fechados encontramos as vezes no carro ao lado, a nossa alma gemea.
ficou muito lindo mesmo este texto.

bjosss...

Sol da meia noite disse...

A vida é tudo isto que aqui dizes.
Um seguir em frente, com paragens pelo meio...
Um olhar para o que vai ficando para trás...
É tanta coisa ao mesmo tempo, a vida.
Solidão, companhia... descrença, vontade de alcançar...

Um bom fim de semana :-)


Beijinho *

Dica disse...

Nunca li uma poesia sobre a vida tão sutil. Ela toda se encaixa, se completa, se basta.
Não exgerou nem nas vírgulas.


Beijos, flor.
Lindo sábado!

Sergio Ricardo Ferreira Junior disse...

Bom dia !!

bela poesia...

abraço fica com DEUS.....

Sergio Ricardo Ferreira Junior disse...

Bom dia !!

bela poesia...

abraço fica com DEUS.....

Everson Russo disse...

Menina,se eu contar voce nao acredita, mas vou contar..rs..rs..olha se isso é ou não sintonia, começando eu minhas viagens pelo blog mundo, e vindo pra cá, antes de abrir me veio a cabeça de colocar o comentario assim "pelo visto está existindo um congestionamento aereo de Recife pra BH, pois em tres posts senti sua falta, e como de BH pra Recife o transito tá livre, aqui estou", é mole? dai chego aqui, olha o seu post falando disso..rs.rs..congestionamento...rs..rs..muito louco isso,mas falando do imprtante, o seu post, realmente a vida é um transito complicado pra gente, hora engarrafado, a gente esbarra daqui e dali, sofre um acidente pelas estradas do amor, perde se na reta da linha do horizonte, em outros o caminho está livre demais que chega a nos incomodar a falta de sinais fechados, buzinas e colisões...rs...rs...me entende né? e muitas vezes a nossa mão estendida indica um caminho errado a se seguir, outras não, e vamos tocando a vida, seguindo em frente,,,beijos na alma e um lindo final de semana...

Francisco disse...

Sabendo contornar os congestionamentos da vida, conseguimos transitar por ela como se estivessemos passeando.
Calma, ternura e amor, são fundamentais ao volante!
Beijãozão!

Ava disse...

Exímia motorist vc...rs

No trânsito da vida, quaquer "barbeiraba" é fatal...

Saber desviar dos obstáculos talvez seja a parte mais díficil...

Temos uma tendência a cair em todos.. rs

Paula, vc e seu balet com as palavras...


Amei...



Beijos e carinhos!

Cleo disse...

A vida pede passagem, sempre, sempre. Verdadeiro. Magnífico teu poema e muita criatividade.
Parabéns Paulinha
Beijos com carinho e esplêndido fim de semana.
Cleo

Leo Mandoki, Jr. disse...

a vida é um transito??? eheheheheh..não me parece que seja! mas enfim...as metáforas têm essa propriedade né! cabe lá dentro tudo e mais alguma coisa...
a vida é uma paisagem bucólica com rios, montanhas, campos verdejantes, árvores, pássaros...e o Il Papi recostado num chez longue a ler revistas pornográficas...
beijos

Uma aprendiz disse...

A vida é tudo isso e muito mais.

Ficou muito lindo, Paula.


beijos e um ótimo final de semana


P.S.: tô de "bode" hoje kkkkkkkkk

Deusa Odoyá disse...

Olá Paula...
A vida são transitos e transitos a percorrer.
Ruas com e sem saidas.
Mas cuidado entre na mão certa.
kkkkkkkkkkkkkkk
Uma semana de muita paz, luz e fé.
Beijinhos doces da amiga.
Regina Coeli.

Faça a Diferença !!! disse...

Valeu Paula,

Belo poema...

Daniel Savio disse...

Concordo com o texto (e belo texto por sinal, mesmo que um pouco voltado um pouco para tristeza)...

E as novidades menina Paula, via ao Rio de Janeiro mesmo para este mes (ou no próximo)?

Fique com Deus, menina Paula.
Um abraço.

Léo disse...

A vida é um trânsito porque somos motorístas desvairados e os guardinhas são as leis que colocam juízos em nossas cabeças para não perdermos pontos de bobeira.

E nesse trânsito eu já perdí uns pontos, ganhei outros... Coisa de doido.

Direto do Brasil.
Beijos.

Elcio Tuiribepi disse...

Olha aí, de um comentário surgiu um poema, acho que o caminho é esse,independente do sinal...pois a vida é uma eterna viagem, tem solavancos, tem obstáculos pelo caminho, quebra-molas, altos e baixos,becos sem saída, estradas sinalizadas, outras nem tanto...enfim...a gente vai seguindo como pode...
Um abraço na alma...bom domingo...

Pedro Ivo disse...

A vida realmente saõ caminhos a serem pecorridos, caminhos esses que nos aprontam de tudo.

Que seus caminhos estejam sempre com sinais abertos e muito bem asfaltados.


Beijos minha paixão!

O Sibarita disse...

É sim, a vida pede passagem sempre e na sua garupa o amor explode na busca do sempre, sempre... kkkkkkk

Bacana!

bjs
ZéCorró

Madame Mim disse...

Biii, biii.

Anônimo disse...

Minha Querida,
Quantas vezes entramos numa rua sem saída em?Ai voltamos para o transito de via de mão dupla,acredita hoje não sei onde me enquadro ,nessa linda poesia.Um bj com carinho Suzi.