domingo, 28 de junho de 2009

Não sei do menino. Nem da menina. Nem do passarinho. O ninho está vazio. O homem está cheio de pensamentos e sentimentos. A menina virou mulher e a mulher também tem muitos sentimentos e pensamentos. Dentro dele tem o menino. Dentro dela tem a menina. Estão guardados em algum lugar. Vivos, cheios de energia. Não foram eles que deram sumiço no passarinho. Mas tem asas dentro deles. Cada um voa como pode. E faz voar a quem se permite. Mas tanto o homem e a mulher sabem que é preciso voar com os pés no chão. E talvez por isso vivam procurando o menino e a menina. A menina e o menino corriam, sonhavam, pensavam voar. Será?
O menino não sei. A menina era quieta. Muito quieta. Não subia em muros com medo de cair. Mas corria e ralava a perna toda. Tem marcas de todos os tamanhos, nas pernas, na alma. E o pai dizia, vai ficar uma moça com as pernas toda marcada. A menina sempre pensou que podia voar, mas cortaram as asas delas, e a menina amedrontada, sem asas se escondeu dentro da mulher que ainda pensa que pode voar. E voa em pensamentos.

41 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA PAULA... BELO, DOCE E SUBLIME, O TEU MAGNÍFICO TEXTO... PARABÉNS!!!
ABRAÇO-TE COM CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Ana Lu disse...

Muito perfeito!! Assim com a Fernanda disse, muito sublime, mesmo!
Bjoss

Vivian disse...

...e a menina não só pode
voar com seus pensamentos,
assim como dentro dela
tem um ninho,
abrigo onde começam todos
os sonhos de 'passarinhos'
em liberdade.

sorry, my love

'viajei' no texto...

um beijo, linda!

Ernani Netto disse...

A menina deve voar sempre! Mesmo que em pensamentos!

Pois não há pior prisão que a nossa cabeça, que se fecha para o mundo!

Bjaum

Ava disse...

Mesmo com as asas cortadas, com o corpo alquebra, mesmo assim, a menina insiste em voar... e a mulher cria coragem e voa junto...

Podem arrancar as asas, mas jamais arrancar nosos sonhos e sentimentos..

Dá para ficar aqui viajando, ou voando com vc...

Em busca de uma menina que um dia quis voa...

Ainda podemos!


Beijos e carinhos!

HSLO disse...

Paula...ta show viu.
Beijão e um bom domingo

Sergio Ricardo Ferreira Junior disse...

Bom Dia...


belo post...


tenha um bom domingo !! e fique com DEUS....

Vieira Calado disse...

Pois...

De menino (ou menina),

é que se aprende a voar...


Bjs

Everson Russo disse...

Muito interessante e reflexivo, vou comentar na primeira pessoa do singular, esse menino desde pequeno tinha sonhos, carregava na bagagem uma timidez, algo no seu interior avisava que o mundo não seria colorido, esse menino jamais teria coragem de expulsar o passaro do seu ninho, no maximo deixar que seus sonhos com ele voassem, esse menino trocou a bola pela caneta e papel, trocou a timidez por um violão, e um belo dia resolveu escrever em linhas extensas suas historias, não que isso fosse um dia interessar a alguem, mas pra se libertar, e junto desse passaro ganhar asas e quem sabe o mundo, esse menino um dia pelas andanças encontrou o amor, eles conversaram e durante um bom tempo falaram o mesmo idioma, mas um dia o mundo ficou louco, o amor se foi e esse menino se viu encantado pela solidao, seduzido pelas madrugadas frias, pelo olhar da lua, pelo som do silencio e por todos os misterios do sentimento amor, um dia esse menino achou que poderia mudar o mundo, quando ele cresceu um pouco viu que não, e quando ele mais velho ficou, percebeu que errou de novo, que poderia sim....beijos na alma, lindo seu post, me deixou emocionado, não sei porque...uma linda semana pra ti...


P.S. se me permite, vou tentar trabalhar nesse comentario,talvez ele dê um post...dessa vez voce venceu...rs..rs...beijos...

Amarísio Araújo disse...

Paula,

Bonito e singelo esse conto seu.
Que bom que a menina pensa que pode voar,e pode mesmo,em pensamentos.Não há como quebrar as asas do pensamento.

Um lindo domingo pra você,menina!
Beijos!

PS:Continuo com problemas de conexão(não de coração)que me impediram de vir na sexta.

Francisco disse...

Paulinha...Paulinha!!!
Quem nasceu para ser uma bela alma alada, não se intimida quando lhe cortam as asas. Elas crescem naturalmente, e um novo voo começa.
Algum menino alado e sonhador, sempre estará pairando no ar como um Beija-Flor aguardando essa menina.
Fly, minha amiga, Fly!!
Beijãozão!

Maria disse...

Nem que seja em pensamento... ninguém nos impedirá de voar!

Lindo texto.

Beijos, Paula

Luiz Caio disse...

Oi Paula! Boa tarde!

É verdade, as crianças podem tudo... Até mesmo voar! E precisamos manter viva em nós, um pouco da criança que um dia fomos, porquê criança não tem medo de se machucar, e ás vezes, só mesmo pensando feito um menino, ou uma menina, para se ter a coragem de arriscar uma possível dor no coração!

MUITO LINDO!

TENHA UMA LINDA TARDE DE DOMINGO!

BEIJOS

Cadinho RoCo disse...

Voar em pensamentos é esporte que aprecio muito.
Cadinho RoCo

EXAGERADO disse...

Oi,linda

Creio que voar sempre será o sonho de toda pessoa....por isso voamos em pensamento,e realizamos outros sonhos mais terrenos.Belo texto!

Grande beijo

Daniel Savio disse...

Eu acho que a mulher, sem notar, deixou a menina amedontrada voar junto com o passarinho que havia sumido...

E as novidades menina Paula, tudo tranquilo?

Fique com Deus, menina.
Um abraço.

Nanda Assis disse...

meu pai tbm dizia isso, e eu cresci e fiquei com as pernas marcadas haha.

bjossss...

mundo azul disse...

___________________________________

...sempre é tempo de abandonar a casca e aprender a voar...

Muito lindo o seu texto, Paula!


Beijos de luz e o meu carinho...

____________________________________

Valdemir Reis disse...

Olá amiga estou visitando, parabéns pelo belissimo trabalho, excelente. Quem segue acompanhado de um amigo vai mais longe, muito além...
Compartilho o texto a seguir
“A amizade é assim:
É sentir o carinho,
É ouvir o chamado.
É saber o momento
de ficar calado.
Amizade é somar
alegrias, dividir tristeza.
É respeitar o espaço,
silenciar o segredo.
È a certeza
da mão estendida.
A cumplicidade que
não se explica,
Apenas vive!”
Olavio Roberto
Grato de coração por sua atenção e gentileza. Deixo votos de um fim de semana repleto de muitas alegrias, muitas bênçãos e que reine a paz, saúde e proteção, brilhe sempre! Fique com Deus. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Felicidades.
Valdemir Reis

Everson Russo disse...

Deixando um beijo da madrugada pra ti e o desejo de uma linda semana...

Simples Assim... disse...

Eu estava pensando numa coisa. Bem esperta essa menina. Cortaram as asas dela. Mas ela não se deixou vencer, contou pra mulher que poderia voar. A mulher que não é boba nem nada tratou de acreditar. Isso porque ela é uma mulher cujas pernas e alma o mundo marcou, mas cujos ouvidos o mundo não conseguiu ensurdecer.

É, amiga, o ninho pode estar vazio, mas a mulher está cheia. Há dentro dela pensamentos, sentimentos, sonhos. Há dentro dela uma menina bem viva.

Sabe o que eu acho mesmo? Acho que, na verdade, não cortaram as asas da menina. Acharam que cortaram, mas estavam errados.

Lindo texto. Tocante, tocante mesmo. Bjs, querida!!!

Naty e Carlos disse...

ola passei para te deixar um bjs e sempre um prazer visitar-te.
voltarei

tossan disse...

Se poderá voar eu não sei, mas pelo menos plainar quem sabe! Beijo

Olavo disse...

Humm se ela voa em pensamentos..logo voara para a vida..
Otima semana Paula..
Beijos

poetaeusou . . . disse...

*
adorei, paula,
,
Sei um ninho.
E o ninho tem um ovo.
E o ovo, redondinho,
Tem lá dentro um passarinho
Novo.
Mas escusam de me atentar:
Nem o tiro, nem o ensino.
Quero ser um bom menino
E guardar
Este segredo comigo.
E ter depois um amigo
Que faça o pino
A voar...
,
in-Miguel Torga
,
conchinhas coloridas, deixo,
,
*

Branca disse...

Podemos e precisamos voar...em pensamentos, em sentimentos, em sonhos...vôos cada vez mais altos!!!

Lindo texto Paula!
Uma semana cheia de alegrias pra vc...bjo.

Everson Russo disse...

Good morning, chegando pra desejar um dia maravilhoso pra voce e que a semana seja de muita paz. Quanto ao "Fragil Amor", é mais ou menos assim, se é que eu serei capaz de explicar, o amor é tudo aquilo que escrevi, intenso, vela, forte, eterno, mas ele é fragil sim, ele é um jardim que precisa ser regado, cuidado, ele sente dor tambem, ele se encanta e se decepciona, ele ao mesmo tempo em que é guerreiro e enfrenta o inimigo, é um cristal que precisa ser zelado com carinho, resumindo, tudo que eu tentei dizer no texto, é que o amor é um conflito, ele paira do forte ao fraco, do intenso ao nada de um segundo a outro, mas o que ele precisa mesmo é de atenção....ficou bom assim? rs..rs...beijos carinhosos pra ti.

Tatiana disse...

Bom dia Paula!
a emoção está a flor da pele!
Conheço bem uma menina/mulher assim!

Desejo para você uma semana repleta de dádivas!

Um beijo carinhoso

Sandra disse...

Bom dia amiga!
Tem pinhão no curiosa para vc.
Passe lá.
Com carinho
Sandra

Sandra disse...

Bom dia amiga!
Tem pinhão no curiosa para vc.
Passe lá.
Com carinho
Sandra

Bandys disse...

Paula,
Se um dia a menina que existe em mim se recolher, a mulher morre.E vice-versa.
O voo esta na alma pra quem sabe..

boa semana

beijo

Marcos Campos disse...

Olá Paula!!
Ah! Essas asas ninguém tira da gente, voar com os pés no chão é preciso, mas inevitavelmente, as vezes eles ficam a alguns centimetros do chão, e isso é bom!
Beijos e boa semana!!

Patrícia Kobayashi disse...

Lindo texto!
Voar no pensamentos... voaremos ate envelhecer e morrer... sem esse voo seguro a vida não teria mto graça!

bjos
boa semana!

Érica disse...

Isso que é lindo viu?
Meu deus. O que eu li de mais lindo hoje, essa tua escrita.
Voar, como eu queria. Tirar o peso, não sentir a gravidade, flutuar.
Sonhos.
Beijos

Sil disse...

que texto lindo , que leitura agradavel.
Amei, simplesmente único.
Bjs
Sil www.depoisdodiva.blogspot.com

glória disse...

esses nomadismos do menino e da menina fundam as ousadias, a inversão de papéis e lugares. Uma mulher deve transbordar, para que não precise de cascas. minhas pernas carregam essas marcas de subidas intempestivas, raladuras, cortes, queimaduras e de de "perebas", como se diz pelo interior do nordeste. Ontem mesmo, voei. teus escritos deixam vestígios de vida. bjs

Denise disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Denise disse...

Essa postagem me remeteu a uma canção:
Bola de Meia, Bola de Gude
Milton Nascimento

Há um menino
Há um moleque
Morando sempre no meu coração
Toda vez que o adulto balança
Ele vem pra me dar a mão

Há um passado no meu presente
Um sol bem quente lá no meu quintal
Toda vez que a bruxa me assombra
O menino me dá a mão

E me fala de coisas bonitas
Que eu acredito
Que não deixarão de existir
Amizade, palavra, respeito
Caráter, bondade alegria e amor
Pois não posso
Não devo
Não quero
Viver como toda essa gente
Insiste em viver
E não posso aceitar sossegado
Qualquer sacanagem ser coisa normal

Bola de meia, bola de gude
O solidário não quer solidão
Toda vez que a tristeza me alcança
O menino me dá a mão
Há um menino
Há um moleque
Morando sempre no meu coração
Toda vez que o adulto fraqueja
Ele vem pra me dar a mão

e foi justamente ela que me fez pensar que quando em resgate de nossa menina voadora... as asas magicamente reaparecem.........e é preciso só ter olhos para senti-las.

essa MULHER que se abraça e se encontra com essa menina,tem olhos de sentir,aposto,senão.......pegue lentes de aumento e observe bem.........olhe tudo q vc ja realizou.........perceba o quanto cresceu (nesse caso internamente) e se permita VOAR...
Os ninhos vazios serão preenchidos de sentires e de lindas recordações desse voar em si.
beijos

Denise

Sol da meia noite disse...

Bela descrição do passar do tempo...
E esta capacidade que temos de guardar dentro de nós os sonhos de criança e acreditar que podemos voar...

Um beijinho *

O Sibarita disse...

Aiaiaaiaia... kkk O minino aqui fala, cê sabe que da vontade de pegar na mão da minina para ela voar com lá ele no horizonte que permeiam os pensamentos, sabe não é? kkkkkkkkkkkkkkkkk

Que belezinha de texto, esse coraçãozinha de minina traquina... kkkkkk

Demais!

bjs
ZéCorró
Substituto do Sibarita

Ariana disse...

E o problema de pensar que se pode voar é viver construindo sonhos de vento...

Muit lindo o seu texto!

Beijos!