segunda-feira, 6 de julho de 2009

Ela estava triste e triste só ouvia música alegre. Chorava suas dores no embalo de sons animados, dançando as tristezas. Podia ser samba, forró, lambada, mambo, merengue, só não podia ser música romântica, nem triste. De tristeza só a dela. Os ritmos acelerados desses tipos de músicas ajudavam as lágrimas a escorrerem pelo rosto de forma inconstante, sambando nas bochechas. De presente, sentou-se do lado oposto. Guardou o lugar dele ao seu lado, uma forma de confortar-se. Era tímida, na tristeza, na dor criava coragem. Ele sorriu, sentou-se do lado oposto a ela. E agora? Os olhos se encontraram e sorriram. Ela com um gesto chamou ele para perto dela. Ele foi. Ao sentar-se acariciou a mão e segurou o dedo mindinho. Um carinho especial. A aula continuava e os dois adolescentes de meia idade acarinhavam as mãos como se só eles estivessem naquele ambiente.

36 comentários:

Mai disse...

Amar faz isto - mescla de sentimentos - sorriso e lágrimas, viver e morrer porque há poetas que dizem que o amor é uma espécie de ensaio do morrer. Quantas pessoas conhecemos que choram por dentro e dançam, sorrindo, as lágrimas que escorrem em silêncio?
E o amor faz adolescer os corações, os sorrisos e o encontro dos dedos a se tocarem inocentemente enquanto as mãos se entrelaçam.
Laços do amor.
Belo texto, Paula.
Dançar é muito bom sobretudo quando dançamos no ritmo certo, a música certa com o par ideal.
Beijos, querida.
Estou te esperando e contando os dias.

Blue disse...

De uma maneira ou outra,
amores assim começam,
acariciando as mãos,
dedos agindo.

Ah, como o amor é bonito...
no início!

Blue disse...

Ops.........
faltou os finalmentes!
Amor sem beijos, não é amor!

Beijos então, querida Andarilha!

Ava disse...

Um carinho no dedo mindinho... Tão romântico...
Ai, como é bom a doce sensação desses sentimentos...

Só corações sensíveis, assim como o seu, é capaz de imaginar e descrever uma coisa tão linda!


Linda semana para voce!


Beijos

O Sibarita disse...

Hummmmm... kkk Amor adolescente tem coisa melhor, não tem né? Pois, pois... kkkkkkkkkk

Oi moça, ta muito do porreta esse conto leve e com suspense, sim,
com suspense, lendo e imaginando qual seria o final?

Dez!

bjs
ZéCorró

Vivian disse...

...e o amor faz levitar.

que linda é você,
doce andarilha das
palavras encantadoras.

muahhhhhhh

Gilbamar disse...

O amor na adolescência tem aquele quê das grandes descobertas, das fascinantes revelações. Ah que bons tempos!

Poético abraço.

Luiz Caio disse...

Oi Paula! Boa noite!

O amor inocente e puro,é o mais bonito que há... E o mais forte!
E todos nós temos o direito de amar assim!

BEIJO.

Menina do Rio disse...

Estás vindo ao Rio? Não tenho o teu email e as vezes nem consigo entrar no teu blog pq não tem nome (aparece só um pontinho). Moro no Rio e será uma boa oportumidade de nos conhecermos.
meu email: veronic.as@hotmail.com

Aguardo contato.

beijinhos

Everson Russo disse...

Tudo começa assim, num toque, num olhar, num pequeno gesto, gostei muito do musica alegre pra tristeza, guardou o lugar dele ao lado do seu, isso é o alimento da esperança, daquela certeza que mesmo ao temporal, numa torrida tempestade, ali estava ela acreditando que naquela mesma noite nem que seja por um segundo nuvens irão se abrir e a lua aparecerá, seja qual for a idade dos adolecentes de meia idade, o que importa mesmo é o que sente a alma, o coração, esses nem precisam de idade, eles vao no impulso...seu post dá um livro, um filme, uma musica, seria uma baladinha daquelas de se ouvir pela madrugada ao lado da pessoa amada, baixinho ao som do silencio das estrelas...beijos emocionados...uma linda madrugada pra ti, e uma otima terça feira.

Sandra disse...

Oi amiga!
Faz tempo. Mas voltei.
Tem selo para vc. em curiosa.
Passe lá.
Sandra

Denise disse...

Longo suspiro
ando dividida entre essa paixão que desestrutura e alimenta mas assusta e a calma de um passeio solo.

por isso um dedo mindinho em caricia,me deixa assim,suspirando

carinho de uma boba apaixonada

Denise

Érica disse...

Que lindo.
Esses carinhos são sempre os melhores, o qe mais tem algo a dizer.
Lindo conto.
Beijos

Everson Russo disse...

Voltei pra um bom dia, uma terça alegre e feliz pra ti, cheia de acontecimentos bons, e pra dizer que ontem foi show, eu estava aqui, e voce no Livro, percebi isso, pois comentei no Blue e Aqui, e já ia dormir quando atualizei a pagina do Livro e lá estava voce...rs..rs..sintonia pura....beijos e uma otima terça feira...

Priscila Lopes disse...

Que leveza, Paula. Que bela "passagem"! O primeiro parágrfo, por si só, é belo belo.

Daniel Hiver disse...

Já cansei de tantas vezes em que me descobri distraído de minhas inconveniências e meus pensamentos tristes ouvindo música animada num volume alto.
Como se a agitação ocupasse o espaço dos devaneios aflitos.
As vezes funciona mesmo!!!
Daniel Hiver

Branca disse...

Bonito 'começo' de um amor...

Bonito conto!

Uma semana de muitas alegrias é o que desejo a vc...bjo.

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

q lindo...tenho um colega portugues q foi ai e queria te conhecer,mas viajei e nao falei com ele, ja deve estar em portugal, ele adora recife.

Paula tenha uma semana linda!!
bj

Uma aprendiz disse...

Bom dia, Paula

ô mulher que viaja, sô?
Quando virá a Sampa????

Te aguardo.

Estou nessa fase: amor adolescente kkkkkkkkkkkkk

Qualquer sinald e carinho me enche de alegria.


beijos e um ótimo dia pra ti

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola!Estou sumido né!Meu micro não estava bem e fiquei uns dias sem conexão, voltando agora...

Bjs

mundo azul disse...

____________________________________

...entre o sorriso e o pranto, o amor... Essa mágica que harmoniza todas as coisas!


Lindo, Paula!


Beijos de luz e o meu carinho...

_________________________________

Deusa Odoyá disse...

Olá minha amiga paulinha.
O amor nos faz voltar a ser adolescentes, ainda mais com a pessoa certa.
Paulinha, só mesmo o amor pode transformar nossos corações.
Um lindo e puro poema.
Sensível...
Uma boa semana para vc. ainda mais vindo para para minha terra.

Seja benvinda.
beijos, amiga e muita paz.
Regina Coeli.

Landinho disse...

Na melhor que ... o amor.

Blue disse...

A lua a acompanhar,
uma Andarilha e seu andar,
faltando apenas a máquina,
pra ela poder tudo fotografar!

Beijossssss

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

Mais que perfeito!

Beijos e borboleteios

Cleo disse...

LIndo texto. adorei " os dois adolescentes de meia idade". Paula, você tem um jeito de escrever encantador. adorei os textos anteriores também.
Bravo prá você no poema do dia 4 de julho, do coração. Menina, achei mágico.
Beijos com carinho
Cleo

Michel Alberton disse...

Muito bom, gostei só queria que você continuasse a história, eu to querendo ver o final!!!!

gostei de vc ter invadido meu blog!
passe por lá novamente...

Tata disse...

A vida é uma dança!!!

Paula, nunca me arrependo de vir aqui!!
Vc tem sempre algo novo, diferente dos textos que a gente lê por aí, seus textos contêm sentimento, verdade, fácil de ler.

bjinhos

Denise disse...

e então deram os braços e foram para praça e começaram a se abraçar...

Lindo

Denise

Franzé Oliveira disse...

Sumiu? Nem no msn te encontro. Saudades. Bjos com ternura.

Ava disse...

Querida, venho aqui beber um pouco da sua poesia...


E deixar-lhe um carinho especial..

Um beijo em seu coração...

O Profeta disse...

Mas os golfinhos continuam felizes
A cavalgar ondas de madrepérola
A Lua sorri tristemente e pensa
Haverá alguém mais perverso do que ela?
Haverá?! Há sempre uma deusa perdida
Nos labirintos da contradição
Há sempre alguém que usa a palavra amor
Soprando doce veneno ao coração

Boa semana


Doce beijo

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula...essa coisa de ouvir música é mesmo complicado, mas como adoro MPB, as que escuto servem para tudo, e udo sempre no mesmo estilo. Não vejo porque não colcocar num churrasco por exemplo um Ivan Lins, Chico, Milton ou Kleiton e Kledir. Acho que o que vale mesmo é que te entra com harmonia pelos tímpanos e vai até a alma. O texto lembra adolescência, lembra partilha...muito bom...
Um abraço na alma...boa quarta para você...

Everson Russo disse...

Ola, bom dia, passando e deixando em cima da sua mesa de trabalho uma rosa azul, pra perfumar seu dia e enfeitar com beleza rara, um grande beijo na alma e um lindo dia...atualizando me avise...

Amarísio Araújo disse...

Paula,

Lindo esse encontro de amor e carinho que você descreve aqui,com um encanto e uma doçura de quem sabe os segredos do amor.

Boa semana.Beijos!

Lisette Costa disse...

Bonito demais! um luxo esse amor dengoso... rsrs
comunique-se qdo chegar a e:lisette.costa@hotmail.com , quem sabe podemos nos conhecer?
a cidade te espera!! abraços