terça-feira, 9 de março de 2010


Sou flexível
Para ser podada
Desde que seja pelo outono


O vento vai me tirar as folhas
Os galhos ficarão nus
Olhando o céu
Expostos ao sol e chuva


Sou forte
Para ser podada
Somente pela natureza
Agüentarei os ventos me tirando
Folha por folha

Me deixando com as raízes cobertas
De mim mesma
 Porque ao ser podada
Pela natureza
Sei e sinto
Que renascerei mais forte
Mais bonita
E logo vou florir e dar frutos
Darei sombra e acolherei sob meus galhos
Outras vidas


Mas sou inflexível
Para que me arranquem
Uma folha que seja
Sem o meu consentimento


Sou forte o bastante
Para gritar contra qualquer vento
Que derrube uma folha, uma que seja
Sobre as minhas raízes
Sufocando os meus galhos
Que buscam o sol


Não me pode
Antes que a natureza
Se encarregue de fazê-lo
Para que não perca a sombra
Do meu carinho

27 comentários:

Karl d'Jo Menestrel disse...

A foto está muito boa, com um pano de fundo esplêndido.
Será tudo isso, um aviso à navegação?
Olhe a foto, dá como presente uma natureza que me parece já morta...rsss, pobre árvore.
Minha amiga, os direitos de posse, por norma pagam impostos... seja mais flexível, deixe no mínimo que lhe toquem e acariciem as folhas.

Abraços

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

A natureza é sábia, o homem não.
Que a poda, sempre necessária, se faça delicadamente em todos nós.

Beijo, Paula

myra disse...

as fotos sao otimas e as arvores tristes e com frio:)))como eu...mas as palavras como sempre, formidaveis!!!
te mando muitos beijos que vao ser levados a voce pr este vento que hoje aqui esta terrivel!

Memória de Elefante disse...

Paula!

Quando pensamos que é tempo de sossego
jorra nas veias como um vento sagrado, um mar perdido
Quando pensamos que tudo foi vivido, sofrido e chorado, amadurece uma fruta no deserto
Quando pensamos chegar ao fim, uma porta se abre ali a desenhar paisagens novas
plantar árvores e deitar rios...
Um vento balança as folhas, a um tempo susto e chamamento
pronta para se desfazer em outra alma.

Um beijo

Franzé Oliveira disse...

A velha árvore da esquina
Assim me lembrou esse poema
Ela ainda está lá
Até quando?


Beijos.

Everson Russo disse...

Querendo ou não nossas folhas serão podadas,,,pela ação do vento, pela ação do tempo, da vida,,,,ou por arrancarmos coisas das nossas vidas....beijos e carinhos pra ti...um lindo dia...anda meio sumida....o livro amarela suas paginas sem voce.

Maria Dias disse...

Oi minha Poetisa preferida!

Tenho umas palavrinhas pra vc no meu Avesso! Te aguardo!

Beijinhos

Daniel Savio disse...

Mas as vezes temos de ser a natureza e podarmos as nossas próprias folhas (vulgo erros)...

Fique com Deus, menina Paula Barros.
Um abraço.

Maria disse...

Tal como a mãe protege os seus filhos também a árvore protege as suas folhas. A natureza a cumprir-se na beleza das tuas palavras que verdadeiramente me emocionaram.
É linda a fotografia e a imagem que nos transmites no teu poema.
Obrigada, Paula.

Um beijo.

Dauri Batisti disse...

Chamemos a isto de resistir, resistir ao modos que se impoem na produzao das nossas vontades. Rsistir é preciso.

Um beijo.

Paulo Palavra disse...

é isso aí!
ninguém pode nos podar! a não ser nós mesmos... ou nem nós mesmos?

Alma disse...

Como Você não disponibiliza Contato, tivemos que utilizar Comentários.

Cara Publisher deste Site / Blog.


Estamos desenvolvendo um Portal de Relacionamento com a Mulher.
Seu nome é Ganhei da Balança. ganheidabalanca.com.br
Durante 2 anos, através de Softwares e Ferramentas especialmente formatadas, Rastreamento dos Melhores Agregadores e Monitoramento dos Maiores Institutos de Pesquisas; buscamos o que a Mulher Brasileira mais vê na Internet.
Nossa Mineração inclui o Número de Acessos / Comentários, Análise de Parcerias / BlogRoll e uma infinidade de Variáveis que são mastigadas e filtradas de maneira que apontem uma tendência de Navegação.
Os resultados são entregues à Feeling Research Company, 1ª Empresa da América Latina e 4ª no Mundo a se especializar em Pesquisas de Sentimentos e Emoções relacionados ao Consumo de Produtos e Serviços.
Após a aplicação de Pesquisas à Internautas especialmente selecionadas, a Feeling Research aponta os Sites e Blogs que deverão fazer parte de nosso Portal.
O motivo deste Email é para comunicar que seu Site / Blog estará sendo LinKado ( não permanente, mas em rodízio com Blogs do mesmo segmento ) ao nosso Portal.
Apesar de estarmos gerando tráfego para Você, a recíproca só será verdadeira se assim Você o desejar.
A Seleção de seu Site / Blog deve-se ao mérito do trabalho que Você produz,e queremos ressaltar que, mesmo não nos colocando como seu Parceiro, Você continuará sendo LinKada em nosso Portal.
Nosso Portal possui 12 Plataformas e Você estará sendo LinKada na Label Auto Conhecimento.
Para finalizar desejamos que continues produzindo o excelente material responsável por sua Seleção e esperamos que nosso Portal contribua para que Você, cada vez mais, tenha um maior número de acessos.
Best Regards.

Alma de Mulher.

publisher@ganheidabalanca.com.br

claudete disse...

Quando a poda se faz necessária é porque intimamente consentimos que aconteça..você nos seus versos fortes e verdadeiros falou da diferença sutil entre a imposta pela incoerência e a que contribue para o fortalecimento .

Daniel Dragomirescu disse...

Un blog interesante.
Daniel D. Peaceman, escritor y editor

Mai disse...

De um modo ou de outro estaremos submetidos às leis da natureza. As podas ocorrerão, independente da resistência. Mas vale resistir à imposições autoritárias, sim.

beijos, amiga

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula...passeando pelos blogs acabei lendo um poema que agora não sei se é de Clarice ou Cecilia, pois haviam outros na barra lateral que me deixaram na duvida, mas não importa
É que lá neste poema a palavra parto dava sentido duplo a frase...no caso parto no sentido de despedida foi a forma como interpretei lá...
Poda também tem esse sentido já que fortalece, meu pai era bom nessa arte de podar...no bom sentido é claro...tinha mão boa, como as pessoas dizem...
Bonito o poema...Um abraço na alma...bjo

Le Vautour disse...

Lindo, como de costume. Autobiográfico e artístico. Só prazer, por aqui. Eis o que sinto.
Abraços de duas asas!

Rodolfo de Sá Cavalcanti disse...

Não despreze uma sombra,
Ela pode acalmá-la.

Não despreze uma flor
Ela pode, um dia emocioná-la

Não despreze seu próximo,
Ele pode ser seu anjo da guarda,
Ou seu inimigo no futuro,
Pode ser um filho do passado que você não lembra,
Ele pode ser você a procura de você...

***

Oi Paula, preciso melhorar mais, pois gostaria de voltar a lista de blogs que você ler. Vou tentar.
Bjs

Vanessa Lima disse...

Sempre admirei seu blog e seus escritos...

P isso deixei um convite pra vc lá no meu blog: "Viver é não ter a vergonha de ser feliz!!!!".

Dá uma olhadinha lá.

Bjos!!!

Vanessa Lima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Poeta Mauro Rocha disse...

Feliz dia das mulheres!!

E você vai dizer:”Mais foi dia na segunda dia oito!!”

Então eu vou dizer que fiz de propósito, pois para mim todos os dias são das mulheres, que se dedicam, que cuidam, que se cuidam, que são mães, esposas, amantes, companheiras e que nunca serão esquecidas e por mais que tenha um dia para representar um marco na história, têm todos os dias para serem comemorados por homens e pessoas que respeitam e admiram a mulher.

Um abraço !!

PS: Lindo poema e a natureza é tão bela e forte que precisa ser respeitada.

Laah Cristina disse...

Que lindo. olha moça, escreves muito bem. seguindo-te

Mr.Orange disse...

Adorei os textos de seu blog.
Quando tiver tempo,entre e deixe um comentário:

http://queletra.blogspot.com/

http://fimdejogobaltazar.blogspot.com/

Estou procurando novos seguidores e parceiros.
Parabéns pelo ótimo trabalho.

A.S. disse...

Paula...

Belo Poema!

Sê inflexivel, como a Natureza! Porém, também na Natureza tudo renasce e se renova... no tempo certo!!!


Beijoss
AL

Vieira Calado disse...

Também as árvores têm a sua filosofia existencial!

Beijoca

Fabiano Mayrink disse...

Paula que lindo poema, um dos mais bonitos que vi pela blogosfera, adorei,

"ao ser podada
Pela natureza
Sei e sinto
Que renascerei mais forte
Mais bonita"

parece que uma arvore que estava contanto, um abraço!

myra disse...

bom dia te comento a postagem que colocou sem foto, sabe, nao precisa, o que diz é muito bom, hmmmmmm, fabrica de chocolate, come um kilo por mim!!! eu amo o chocolate, sou capaz de comer um kilo , mesmo:)))) mas infelizmente nao devo, me é proibido:(
muitos beijos e boa viagem,minha querida paula