segunda-feira, 26 de abril de 2010




Cato vento
Para sorrir sonhos coloridos

32 comentários:

Marcelo Mayer disse...

e se faz um poema psicodélico

Mai disse...

Catar o vento prá sorrir colorido e leve.
Lembrei dos sopros no rosto das crianças. Você salvou meu dia!

beijo

Mai disse...

E observei que depois da pipa no ar, os cataventos no céu estão evocando pureza, alegria e leveza.

carinho

Daniel Savio disse...

E deixar os sentimentos mais leves...

Fique com Deus, menina Paula Barros.
Um abraço.

Nanda Assis disse...

vamos sorrir muito amigaa.

bjosss...

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula...você esta numa fase onde com poucas palavras consegue dar sentido ao seu pretendido.
Você tem andado de mãos dadas com o vento para versejar, já reparou? Primeiro a pipa, agora o catavento...
E em todos eles o segredo da vida que é o sonhar...
Gosto muito daquele poema lá...eu sonho com ele...e o sonho é colorido...rs...nada de sonhar preto e branco...rs
Obrigado pelas palavras...
Um abraço na alma...bjo

Luiz Caio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luiz Caio disse...

Oi Paula!Como vai?

Sorrir,sonhar,viver os sonhos coloridos... Isto eu quero!

TENHA UM LINDO DIA

Beijos

Everson Russo disse...

Nossa,,,que lindo,,,que nostalgia,,,eu lembro quando a gente era pequeno e ganhava esse cata vento,,,ficava igual bobo procurando um vento pra ele rodar...girar...girar feito a vida,,,feito as horas,,,feito o amor que já não mora mais dentro da gente....um beijo querida e um dia lindo pra ti.

Everson Russo disse...

Outra vez...agora tá assim,,,eu saio daqui correndo pra escrever...outro dia foi a pipa...agora o cata vendo....beijos.

João do Amor disse...

Cores belas num céu azul. Hoje queira que o meu coraçãoe estivesse assim. Mas ele está tão triste.
Não conisgo escrever. Não consigo me descrever. Apenas uma lágrima...
Cores belas num céu azul.

Memória de Elefante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ava disse...

Minha querida amiga, voce tem andado com as idéias coloridas...

Uma imagem belíssima, que consegue mesmo colorir nosso dia e nossos sonhos...

Beijos e carinhos meus!

A.S. disse...

Paula,

Que os sonhos sejam sempre coloridos e que o vento tenha o rumo certo!


Beijos
AL

Maria disse...

A legenda para a fotografia tem MUITO dentro...

Beijo, Paula.

Jacinta Dantas disse...

Pois é Paula,
catar vento é se permitir sonhar.
Gostoso o clima por aqui. Céu, vento, sonho...e cores.
Bjs

C@urosa disse...

Olá minha querida Paula Barros, o cata vento nos traz imagens lúdicas e muita fantasia...e não precisa ser criança, sempre surgem os sonhos coloridos. Gostei, simples e poético com uma maravilhosa imagem fotográfica, parabéns.

paz e harmonia,

forte abraço

C@urosa

Eurico disse...

Breves e belos, os poemas.

Lindos!

Robson Schneider disse...

Sonhos coloridos! estou produzindo vários Paula...Dei uma limpada nos antigos, consertei e atualizei alguns que estavam perdidos.
Bjo querida! adoro a luz desse lugar aqui viu?

Allyne Alves disse...

Que coisa linda, Paula!!!! Que saudades de vc, do seu blog.....minha vida como sempre corrida me separa so um pouquinho de vcs....mas vc continua incrivel...

com as suas imagens que falam por mil palavras!

beijao, querida!

Pena disse...

Maravilhosa Amiga:
Deliciosos e esbeltos cata-ventos extraordinários que lhe dão inspiração sublime como sempre.
É um Anjo bom.
Parabéns pelo seu talento magistral e profundo de significação plena e imensa.
Beijinhos amigos de cada vez maior respeito, estima e consideração.
Com admiração constante.

pena

Bem-Haja, perfeita poetiza de sonho.
Fantástica e original!

Everson Russo disse...

Um beijo carinhoso de otimo dia pra ti querida...

myra disse...

um poema "pintado"!!!! lindo, minha querida Paula!!!
beijosssssssssss

Pr. André Ribeiro disse...

opa, obrigado pela dica o seu gordo é um parente muito gente boa. bem com relação aos comentarios eu comecei agora e logo irei aprender arrumar essas coisinhas.

Vivian disse...

...de pipas e cata ventos nossos
sonhos chegam nas alturas.

quando coloridos então....

ai que delicia, my Godzinhu du sky!

rsrs

bjs, bonita!

Uma aprendiz disse...

Oi, Paula

Obrigada pelo seu carinho.

Que o vento leve tudo de bom
e de melhor pra ti.

Deus te abençoe.


beijos

Cynthia Lopes disse...

Que delícia de post, me lembrou a infância, a brisa, o cheiro do mar, além da alegria de tantas cores lindas.
abs.

Gilson disse...

Nossa Paula, como você já me conhece tão bem. Traduziu perfeitamente meu momento atual, sem tirar nem por.
É fantástico como vamos nos conhecendo aque ness espaço, por isso sempre digo que tem certas pessoas que já conhecemos as vezes mais do que um colega de trabalho.

Abs

Geraldo de Barros disse...

Paulinha, estou adorando seus versos

;)


beijos querida,
GE.

Ilaine disse...

Bonito jogo com as palavras. E a imagem complementa. Estou adorando estes pequeninos versos... Deliciosos.
Beijo, amiga

Anônimo disse...

aqui nao há cata vento.
qdo o vento sussurra "o vento sou eu", deixo-me pegar.
voamos.
bj

Le Vautour disse...

E colorir os nossos...